Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Confissão

Quarta-feira, 10.10.07

Amo com todas as fibras da
minh'alma.

Amo com toda a força do meu coração...
Amo com todo o entusiasmo da minha experiência,
Amo com a loucura da primeira vez...
Amo, como só sabem amar

aqueles que sabem chorar... 
E eu choro
Choro quando estas ausente
Choro incompreendido nas frases em que me perco,

choro as vezes o martírio da minha alma

Choro meus lábios famintos

Choro meus medos, minhas incertezas

Choro teu rosto tão amado

Choro teu olhar tão triste

sinto-me pequeno e perdido

Choro a felicidade que almejo

por medo de a perder
Choro com medo de matar o sonho
Choro de amor 

mas também de raiva e de dor
de ternura e de tristeza 
Choro de terror
Choro as horas vazias

em que me deixas
Choro,como só choram os poetas
Às vezes sofro

Sofro calado
Ou dou voz à minha dor

gritando na noite

sob o látego do castigo

que é a tua indiferença
Sofro em risos frios de vidro
Sofro em sorrisos mortos

Sofro em noites em que a lua agoniza

Sofro no inverno da minha alma,

sofro na primavera dos teus sentimentos,

sofro intemporalmente

porque não é palpável a dor
Sofro no silêncio da minha voz,

sofro no grito que soltas, 

sofro nas gargalhadas que invento 
Sofro no abandono da tua alma 

sofro num abismo do teu ser
Sofro desesperadamente de amor,

de loucura, até de tesão
Sofro ao criar os sonhos,

gritados na voz do vento

que falam de histórias de amor
Sofro  com a minha alma gelada 

sofro de uma febre de desejo,

sofro ao sabor das tuas paixões

Sofro de inseguranças,

de coração aberto

punido, por mil condenações
Sofro,

com a coragem dos que lutam

porque eu luto

e não desisto de lutar
Sou soldado numa guerra,

que não busca vitória

 numa batalha que não tem cessar fogo
Sem desejo de ser vencedor

porque a minha vitória para ser autentica

tem que ser também tua
Luto contra ti e contra mim também
contra o passar dos dias

que nos deixam cicatrizes
Luto contra a vontade de me evadir,

contra a vontade de chegar

e o desejo de partir

contra as marcas no meu peito

Eu luto contra fantasmas só meus

 que querem destruir o meu jardim

feito de rosas de esperança

Eu luto contra inimigos na sombra

cujo rosto desconheço 
Eu luto por mim,

eu luto por nós dois 
Eu luto por um amor tão belo,

tão frágil

na sua tão poderosa força
Eu  luto por cada desejo satisfeito,

por um futuro que escrevo

a lágrimas

na areia do meu mar interior,

luto pelo passado em que inventei o futuro
Eu luto pelos nossos sonhos,

pela vida que quero partilhar

pelo amor que tenho para te dar

Choro as minhas derrotas

porque são de nós dois,

mas não deixo de sonhar

Eu luto,  com toda a convicção

que me vem da esperança
E  eu tenho esperança florindo

no brilho dos meus olhos
Esperança no teu sorriso

que é o raio de sol

que acalenta o meu dia

em cada manhã que floresce
Esperança que vem do teu olhar

do teu riso

que é cristal puro

a cintilar com a luz
Esperança que ofereço,

ao seio da tua alma

na tela que é teu corpo

emoldurado no meu amor
Esperança na certeza

que me dão tuas palavras
esperança até quando me perco

em labirintos só meus

Esperança em teus sentimentos,

nas lágrimas que me escondes,

esperança que o dia

não perpetue a noite 

Esperança que me ames 
Esperança que me queiras sempre

como hoje te quero
Esperança que nunca vás

sem me levares contigo
Eu espero

como só esperam

aqueles que amam
E eu amo-te
Amo-te num amor

que não é só corpo

que são sentidos

entregas de alma

doação de vida
Amo-te no simples som do teu nome

nas tuas palavras ternas

ou mesmo na hora da raiva

em que a ironia dói

como ferro aceso

em carne exposta
Amo-te também no medo,

nas minhas eternas incertezas

na agonia de uma dor só minha
Amo-te quando me fazes sorrir

quando me fazes chorar
Amo-te na esperança

que o amor seja eterno

e se imortalize

a cada palavra nossa

a cada sorriso cúmplice

roubado ao seio da tristeza
Amo-te quando não és vencedora

quando te sentes derrotada

quando choras de dor
Amo-te no meio dos meus sonhos

amo-te nos meus desejos

e é neste amor que me encontro

quando de mim me perco
Amo-te torturado de desejo

amo-te no sonho de um beijo
Amei-te ontem

como te amo hoje, 

como te amarei eternamente
Eu não sofro

mesmo quando a lágrima corre
Eu sou feliz

Por te amar!!!


Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 07:55





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes






Contador

free counter