Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Excitante inocência

Quarta-feira, 09.08.06

Olho-te e vejo no teu rosto

uma inocência que me excita

Acorda em mim a vontade louca

de fazer acordar em ti o desejo

de te fazer vibrer sob o meu toque

E tu olhas-me com um meio sorriso

um convvite suspenso

que fica parado no ar

O meu corpo estremece

sinto o desejo invadir-me

abraço-te com agressividade

quase com raiva

e vejo a surpresa em teu rosto

calo com a minha boca

as palavras que murmuras

e sinto o teu peito arfar

ao compasso dos meus gemidos

jogo-te no chão

e arranco a tua roupa

numa fúria que em mim desconheço

tenho pressa de te ter

e tu ficas dócil

e deixas que as minhas mãos

explorem cada canto do teu corpo

mordo os teus seios

até gritares

e volto a afogar na minha boca

a tua boca trémula

sinto-te assustada

mas quero-te assim

indefesa

nua

tão minha

mais minha que nunca

aperto os teus seios em minhas mãos

vendo o teu rosto que reflete prazer e dor

uma dor calculada

leve

fina

que te enlouquece

e aumenta o desejo

estas ali

expôsta

ao fogo do meu desejo animal

Passo as minhas mãos no teu ventre

desço cuidadosamente

calculadamente

sem pressa

até chegar ao teu jardim secreto

de prazeres oferecidos

sentidos

por ambos

estremeces ao toque da minha mão

que te acaricia

penetro lentamente os meus dedos

nesse jardim

que só me ofereces a mim

sinto que te contrais

e ergues a cintura

no desejo de me sentires

a minha pressa cessou

cristalizou

fazendo crescer a tua agonia

propositadamente castigo o meu corpo

deixando ali

quieto

insaciável

louco

nas margens do teu

e meus dedos em ti

marcam o ritmo do meu coração

gemes

o teu rosto contorce-se numa máscara

de volúpia

abres-te para mim

desejosa

insaciada

então retiro os meus dedos

e deixo-te assim

louca

o meu corpo grita

no desespero da vontade

alucinado

abro as tuas pernas

afasto-as

e olho o teu sexo

palpitante

lentamente introduzo a minha língua

chupo gulosamente

esse fruto apetecido

a minha língua gira

retorce-se

dentro de ti

e tu gritas

pedes

imploras

o meu corpo sufoca

na tortura de querer

retiro a lingua

afasto bem as tuas pernas

e de novo olho

esse fruto

que se oferece

à fome do meu corpo

desesperado

insano

deito-me sobre ti

entrando violentamente

nesse jardim que me ofereces

tuas pernas fecham-se

em volta da minha cintura

e eu possuo o teu corpo

furiosamente

os teus gemidos aumentam

ao ritmo do meu corpo

até ao momento supremo

em que ambos nos elevamos

gritamos

e soltamos o nosso prazer

e eu agradecido

beijo o teu ventre

e venero o teu corpo

vejo-te tão linda

e tão mulher

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:03


9 comentários

De Miguel a 09.08.2006 às 21:50

Olha quero deixar aqui para vc os meus parabéns. Os seus textos são daqueles que se lêm com desejo. que despertam emoções. Entro nalguns blogs ditos eróticos e das duas uma, ou são água com açucar ou são porno. Vc é uma pessoa que descreve emoções, sentidos, que nos mostra tudo, nos faz imaginar sem ser grosseiro. Levando em conta que seu estado de saúde esta frágil, vc é um mago das emoções. Admiro vc pelo que escreve, pela força, pela garra, pelo carisma. Admiro a sua capacidade de mesmo doente escrever magistralmente, lêr comentários, responder a alguns que eu mandaria direto para o esquecimento. Admiro vc e isso diz tudo. O meu abraço amigo. E as melhoras para vc

De Meiga a 09.08.2006 às 21:54

Roço o seu corpo por ineteiro.
Esfrego minha pele em teu corpo.
Suas vontandes escorregem por minha pele,
inundando toda o meu sexo.
Sou tua por inteira.
Irei me saciar em teu gozo.

De Valquiria a 09.08.2006 às 23:35


Pode ser um dia deixamos de nos falar.
Mas enquanto houver amizade faremos as pazes de novo.
Pode ser que o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer um do outro a de se lembrar.
Pode ser que um dia nós afastemos
Se formos amigos de verdade a amizade nos reaproximará.
Pode ser que um dia nem mais existamos.
Mas,se ainda sobrar amizade nasceremos denovo,um para o outro.
Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas com amizade construiremos tudo novamente.
Cada vez de forma diferente ,sendo único e inesquecivel cada momento que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.
Há duas formas para viver sua vida:
Uma é acreditar que acontece milagres.
A outra e acreditarr que tudo é milagre.
Autor: Desconhecido
Beijos
Valquiria

De Édson a 10.08.2006 às 01:10

Meu amigo vc se superou. Não vou lhe falar da qualidade do texto, isso o Miguél já lhe falou e quem quer saber de qualidade...Eu quero é saber de seu jeito de nos dar fogo em forma de texto. Olha e escandalizando seus leitores não sei de onde vc tira tanto tesão. Pelo jeito tem uma pirralha na jogada. E que pirralha deve ser essa meu Deus. Que é que é isso meu irmão. Escondendo o jogo seu safado? Esses seus textos deveriam ter um aviso de impróprio para cardíacos. Vá que alguém tem um treco. Boa sorte para vc e para a pirralha. Trate de ficar bem e se cuide, viu? Um abraço muito grande para vc,

De Angelica Marques Sousa a 10.08.2006 às 03:15

Num texto anterior deixei-te um comentário pouco simpático. Continuo a achar-te arrogante mas dás-me pica, tens garra. E deste vez estou solidária contigo na forma de escrever, eu também costumo usar esse verbo escrito assim« deia» e já escrevi muitas vezes que deia. Afinal qual o termo correcto? Quero dizer que amei este teu texto e que Deus te (deia) seja lá como for que isso se escreve as melhoras rapidas. Podes ser arrogante mas tens carácter. Beijos E se souberes diz-me como se escreve esse famoso verbo.

De Gonçalo de Assis a 10.08.2006 às 13:17

Boa tarde Angélica. Obrigado pelos teus comentários. Tens o direito de comentar os textos e dar a tua opinião. Quanto ao famoso verbo, o certo seria (que dê). Um beijo. Fica bem

De Ser Etéreo a 10.08.2006 às 09:24

Agora sim, finalmente você conseguiu passar algo mais selvagem e sensual, gostei, parabéns!!! Pelos vistos a Pirralha deve fazer milagres, transformar uma "coisa" tão pudica em algo bem mais interessante...É bom libertar não só a mente como o corpo de preconceitos...Felicidades!!

De Teresa Junqueira a 10.08.2006 às 13:24

Adorei o texto. Acho lindoooooo. Expressar sexualidade assim é musica para o corpo e faz tão bemmm. Li os comentários todos, e vi um de alguém" ser etereo" que te chamou pudico. Pudico tu? Qual foi o capítulo que perdi? Conheço-te há anos e nunca te vi ser pudico...hummmmm...Pudico, pois sim... Belos textos e volta depressa de Londres antes que escandalizes sua magestade...ehehehehehehe...Olha que os Britânicos esses são pudicos... Volta breve...as melhoras e um conselho de amiga, ouve bem o teu coração...jokas

De ANITA a 10.08.2006 às 16:56

UAU!!
A IMAGEM,É O APERITIVO,A ENTRADA!
TEU TEXTO,O PRATO PRINCIPAL,A DEGUSTAR!
EU,SOU A SOBREMESA,A ENFARTAR!!
ISSO NÃO SE FAZ!!
PARABÉNS,DOUTOR!
BJS ENFARTADOS
VENERÁVEL ANCIÃ

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes






Contador

free counter