Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para pensar...

Sexta-feira, 15.02.08

 

 

Se tivesse que escolher entre amar e ser amado
O que seria mais importante?
Por mais que pensemos...
Fica realmente difícil encontrar uma resposta...
Mas podemos tentar...
Vamos presumir que a alternativa escolhida fosse Amar...
Como é bom Amar...
Sentir o coração bater mais forte...
As mãos frias e trémulas ...as pernas fracas...
O sorriso nos lábios...
Sim, porque o sorriso faz parte do amor e como faz!
Quando amamos, temos o privilégio de sorrir mais...
Sorrimos até quando estamos parados, com o pensamento longe...
Sorrimos das próprias lembranças que esse amor nos traz...
e muitas vezes, quando nos damos conta...
Estamos lá, não importa aonde...
Mas estamos com o sorriso nos lábios...
Até mesmo parados no transito a caminho de casa...
No meio de um trabalho...
Quem estiver prestando atenção em nós... provavelmente não vai
entender nada...
Mas, se essa pessoa também já amou
alguma vez na sua vida...
Ah, com certeza vai entender porque estamos assim... e vai sorrir
também só em lembrar como ela
já ficou um dia por causa do amor...
Quando pensamos na pessoa amada,
uma enorme sensação de leveza
vai tomando conta do nosso corpo...
Da nossa mente...da nossa alma...assim, sem pedir licença...
Mas é uma sensação tão maravilhosa que não importa, ela é tão boa
que não precisa mesmo pedir licença...
pode ir entrando e tomando
conta do nosso ser...
Sensação de plenitude...
E, agora, vamos pensar na outra escolha...
Ser amado...
Como é maravilhoso também saber que existe alguém que nos ama...
Que se importa connosco ...
Que se preocupa com tudo o que nos possa acontecer...
Que teme que nos aconteça algo de errado...
A pessoa que nos ama está sempre vigilante...
Tentando proteger-nos de situações
que poderiam magoar-nos, e
consequentemente magoar esta pessoa também, sim,

 porque não
podemos esquecer-nos de tudo que foi dito anteriormente sobre
amar...
Quando somos amados, se algo de
errado nos acontece, o ser que nos
ama sofre muito com isso,
talvez sofra mais do que nós mesmos
poderíamos sofrer...
O ideal seria escolher as duas alternativas
Amar e Ser Amado
Pois os dois sentimentos completam-se
Mas, nem sempre é assim...
O ideal seria:
Saber Amar e Ser Amado
Mas isto é privilégio de poucos...
talvez privilégio de quem já aprendeu
muito com o amor, já cresceu
muito com ele, e por isso talvez até
consiga entende-lo melhor...
O ideal seria:
Amar sem sufocar... Amar sem aprisionar...
Amar sem cobrar... Amar sem exigir...
Amar sem reprimir, simplesmente Amar...
E
Ser Amado sem se sentir sufocado...
Sem se sentir aprisionado...
Sem se sentir cobrado...
Sem se sentir exigido...
Sem se sentir reprimido
Simplesmente Ser Amado!
Pois do que nos adiantaria Amar sem Ser Amado
e Ser Amado sem Amar?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 08:17


4 comentários

De Íris a 15.02.2008 às 18:43

Amigo para lá de seu testo maravilhoso existe uma outra realidade. O poder da imagem que o ilustra. O amor muitas das vezes assume mesmo o papel de vampiro que nos suga a alma mas que também nos completa.
Ser amado é o sonho cómodo que todos carregamos, amar é o sonho fantasista que acarinhamos em nosso peito.
Mas só a junção de ambos nos faz feliz.
Belo texto.
Sentido e sincero. Um beijo com o carinho de sempre

De Pedro Lyon de Castro a 15.02.2008 às 18:57

No geral ofereces-te aos teus leitores como poeta, cantando e encantando com a força desse teu amor e da tua energia já tão nossa conhecida.
Desta vez e após a euforia do dia dos namorados tu pedes-nos que paremos para reflectir sobre o amor.
Por mim acho que o amor é um sentimento incompleto que se vai completando ao longo de uma relação com base noutros sentimentos que a ele se vão associando.
Mas para ti que tens um crescimento muito acima da média eu acredito que o amor seja um sentimento pleno e que combines as duas formas de amar, amar e ser amado e porque tu mereces, espero que toda a vida ames e sejas amado na mesma frequência e intensidade.
É um prazer ler-te.
Aquele abraço

De Anónimo a 15.02.2008 às 20:31

O amor quando é amor vem de leve, com calma e preenche vazios, entradas, saídas de emergência, vai costurando tudo, multiplicando-se junto às células e a gente nem vê!

De Mary a 15.02.2008 às 21:05

Gonçalo amar é um sentimento exigente. Da forma que descreves amar sem exigir e ser amado sem ser exigido é uma utopia. Todo o amor é exigente e pede o dobro do que dá. Ainda que quem tu amas tente dar-te tudo vai sempre esperar receber em dobro, tal como tu.
Por isso o amor nos deixa e deixara eternamente insatisfeitos e sempre é e será uma luta e uma conquista diária .
Obrigado por tudo amigo.
Um beijo com todo o respeito que mereces

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes






Contador

free counter