Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Moderna Solidão

Domingo, 29.03.09

 

Hoje em dia temos melhores casas

estradas mais bem cuidadas

porem temos uma mente cada vez menor

e um ponto de vista , cada vez menos abrangente

Hoje em dia ganhamos mais dinheiro

temos mais acesso a bens materiais

mas desfrutamos bem menos aquilo que adquirimos

Temos casas com salas maiores

com mais comodidade e conforto

mas cada vez abrigamos nela , famílias menores

O nosso trabalho e a vida social

são mais interessantes

mas temos cada vez menos tempo

Temos acesso a mais conhecimento

a mais estudos

mas discernimos cada vez menos

entendemos cada vez menos , também

Os laboratórios empenham-se na descoberta de novos medicamentos

por todo lado surgem formas de baixar colesterol , tensão arterial

pressão, para os meus queridos amigos do Brasil

mas cada vez temos menos saúde

Temos sem duvida mais bens materiais

mais valores guardados

mas cada vez menos valores humanos

menos compreensão

menos valores morais

Todos falamos muito de amizade

enchemos a boca para falar de amor

todos dizemos ser solidários

mas cada vez sabemos amar menos o outro

cada vez mais nos alheamos da dor dos outros

e cada vez odiamos mais

sentimos mais rancor pelo outro

Fizemos progressos científicos

chagamos à lua

mas morremos ao atravessar a rua

por desrespeito das regras elementares de segurança

e desconhecemos o vizinho

que mora na casa em frente

Conquistamos a liberdade aparente

mas somos escravos da nossa pequenez

Podemos ter mais algum dinheiro

mas temos menos

daqueles valores que o dinheiro não pode comprar

Somos mais livres

rimos mais

mas somos menos felizes

As mulheres conseguiram a igualdade no trabalho

os casais auferem dois salários

mas existem cada vez mais divórcios

Temos casas mais decoradas

mais belas

mas de famílias desfeitas

É urgente mudar este curso das nossas vidas

Nunca deveremos deixar para depois o que é de facto importante

Devemos dizer mais vezes que amamos

devemos mais vezes aproveitar o sol

mais vezes sair para sentir a brisa no rosto

Devemos passar mais tempo com a esposa

dar mais atenção aos filhos

dar mais carinho aos amigos

sair pelo prazer de sair

visitar os lugares da nossa infância

ver o voo livre de uma borboleta

a vida é feita de momentos

de minutos irrepetíveis

Não guardar aquilo que gostamos

vestir a roupa guardada hoje

usar os pratos de porcelana

sempre que tivermos vontade

Não devemos usar muito frases como

"um dia destes"

"qualquer dia"

"amanhã"

Que tal enviarmos aquele e-mail

que guardamos para mandar "um dia destes"

Dizer a todos o quanto gostamos deles

ou falar do que nos magoou

sem deixar a conversa para "qualquer dia"

Não devemos deixar para "amanhã"

o que nos pode trazer alegria

a nós e aos outros

cada momento é especial

cada dia é insubstituível

até porque pode ser o ultimo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 17:08


8 comentários

De mafalda-momentos a 29.03.2009 às 21:35

Olá Gonçalo
Obrigada desde já por me teres visitado e por teres deixado a tua opinião. Gosto de escrever, distrai-me e assim vou assinalando alguns momentos que de algum modo me tocam, quer de alegria, quer de tristeza, como foi o caso do que leste.
Quanto a Madalena podes crer que sou o mais sincera possível no que dela penso e sinto.
E como me convidaste, aqui estou eu.
Acabei de entrar no teu blog e acabei de ler esta tua "Solidão Moderna".
Nela retrataste da forma mais realista, objectiva e positiva a vida dos dias de hoje. E tens toda a razão!
Será que tendo cada vez mais das coisas que o dinheiro nos dá, mas que não nos deixa tempo para apreciar a beleza da simplicidade de tantos actos que nos passam diante dos olhos, nos torna mais felizes?
Fiquei feliz por ver uma pessoa tão nova como tu, sentir tão bem esta realidade que escapa do olhar de tantos. O MUNDO PRECISA DE MUITOS MAIS GONÇALOS ".
E não julgues que penso que os bens materiais também não dão prazer, apenas não nos podem fazer esquecer a beleza, o valor que a vida em si tem. Um dia ela não existirá mais.
Aproveita-a por favor.
Eu voltarei

De valquiria a 30.03.2009 às 01:55

Boa noite Gonçalo,é bom quando um texto nos leva a refletir sobre a nossa propria vida.O que você escreveu é a pura realidade!!!
Beijos com carinho

De dado a 30.03.2009 às 02:25

oLa amigo passandaqui ra ver as novidades e desear uma otima semana. Abraços Dado

De dado a 30.03.2009 às 02:29

vou tentar denovo acho que escrevi errado. passei para ver as novidades e desejar a vc uma otima semana. Abraços Dado

De Íris a 30.03.2009 às 02:56

E de repente entramos aqui e nos deparamos com nossa realidade vista por um Mestre , um pensador.
É verdade que nos enriquecendo , ficamos pobres.
Que nos divertindo , ficamos tristes.
Vc é um ser humano muito especial e sua esposa também , porque só uma grande mulher pode dar a um homem como vc a tranquilidade para seguir em frente.
Te admiro de montão.
A ela eu adoro pelo que é para vc , pelo ar de menininha timida , pelo jeito super carinhoso.
Vocês são um casal talhado à medida de Deus.
Sinto saudade de seu abraço, de seu sorriso , de seu carinho.
Estamos te esperando.
Vem por favor.
Vem matar nossa saudade.
Beijo com amizade.

De Edimar Suely a 30.03.2009 às 13:55

sumido,

Passando para conferir as 9dades e me deparei com este texto fantástico. Amei, de verdade.

Uma linda semaninha e mita paz em sua vida.

Smack!

Edimar Suely

De Paulo Ribeiro a 30.03.2009 às 15:57

Que lindo texto filho. Tens feito a tua caminhada ao interior de ti mesmo.
E conhecendo-te , avalias também o mundo em que vivemos.
És um ser muito especial. Tens o dom de traduzir sentimentos em palavras.
De tocar corações e almas.
Continua assim meu filho.
Que o Pai te abençoe

De Marcos António a 30.03.2009 às 16:25


Acorde poeta!
Olhe as injustiças à sua volta!
Olhe a fome, a miséria,
A violência, o descaso!
Denuncie a corrupção,
Deponha a omissão,
E escreva do jeito que só você sabe.

Levante poeta!
Não é hora de cair no ostracismo!
É tempo de imortalizar as meninas bonitas
Com os seus sorrisos meigos e belos quadris.
Não é como você gosta poeta?
Então! Reaja!
Não deixe que o tédio te destrua!

Ei, poeta!
Você não escreve sobre o amor?
Soletre-o aos quatro cantos,
Revele o seu lamento!
Quem nunca amou e sofreu, poeta?
Duvido que ninguém
Se identifique com as suas poesias.
Desabafe poeta! Não guarde nada para si!
Expulse os seus sentimentos
Através das palavras!
Escreva sobre os seus grandes amigos,
Recite sua saudade, sonete sua solidão.

Não se mate, poeta!
Não fuja, não se esconda!
Precisamos vê-lo lançando livros.
Precisamos ler as suas palavras,
Declamar as suas rimas,
Chorar com os seus versos.
Poeta, viva e usufrua
O que o mundo tem a te dar
Seja feliz, poeta!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes






Contador

free counter