Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Como me tornei da Direita

Quarta-feira, 05.08.09

Quando eu ainda andava na faculdade era moda ser comunista. Ser da chamada esquerda. Nessa altura gritávamos frases a favor da igualdade e distribuição da riqueza. Nesse tempo eu andava em guerra aberta com o meu padrasto , que era da direita e que era absolutamente contra todos os projectos que visassem a tal distribuição que eu defendia. Os meus professores , todos bastante jovens também eram de esquerda e apoiavam as minhas ideias. Sentia-me o politico mais sábio do mundo. Um dia resolvi enfrentar o meu padrasto. Falei arrogantemente do seu materialismo reconhecido e debitei toda a dialéctica de Marx. Com tudo isso procurei mostrar-lhe o quanto ele estava errado e como era injusta a politica de direita. Eu era a favor da entrega das terras a quem as não tinha e das expropriações dos grandes latifúndios e da entrega de riqueza aos necessitados. Ele ouviu-me com toda a atenção sem me dizer uma única palavra , até que inesperadamente me perguntou pelas minhas notas da faculdade. Respondi que eram boas e de facto eram , mas argumentei e com razão que eram boas porque tinha aumentado em muito as horas de estudo e diminuído as saídas com amigos e sacrificado também muitas horas de sono. Ele deu-me os parabéns , sorriu e perguntou pelas notas do meu amigo Ricardo, que era um amigo que passava as férias comigo e era do mais indisciplinado e menos estudioso que se pudesse imaginar. Eu respondi a verdade , que as notas dele eram péssimas, porque ele passava o tempo em festas e nas noitadas com amigos, que a média dele era metade da minha, porque quase não estudava e matava aulas com muita frequência. O meu padrasto olhou para mim muito sério e disse-me, porque não pedia eu aos meus professores que transferissem alguma da minha média  para a media do meu amigo. Assim ele teria uma media igual à minha , embora a minha tivesse que baixar, mas seria segundo ele uma boa distribuição de notas e que permitiria que ele passasse o ano.  Nem parei para pensar que ele brincava comigo e que esse era um procedimento inconcretizável, senti-me lesado e reagi de imediato. Respondi que jamais o faria, que tinha trabalhado muito para ter as minhas notas, que ele não trabalhava para também ter boas notas porque não queria , preferia diversão, disse que era injusto que o fruto do meu trabalho fosse dado de mão beijada , assim a outra pessoa. O meu padrasto olhou-me e soltou uma gargalhada que na hora não entendi. Abraçou-me com carinho e falou com a mesma voz que usava comigo em criança quando me mostrava o porquê das coisas e disse-me:

- Meu filho sê bem vindo à Direita. A cada um pertence aquilo que é seu!!

   

Texto de Gonçalo N. de Assis com edição de Nuno F. Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:45


1 comentário

De Valquiria a 06.08.2009 às 11:19

Bom dia Gonçalo!SEu padastro te mostrou  as atitudes corretas.E esta correto seja bem a direita .Ha cada  um pertence aquilo que é seu!!!
Beijos com carinho

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes






Contador

free counter