Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Gosto de te mimar!

Terça-feira, 29.09.09

 

Gosto de te mimar
De te fazer os carinhos que gostas
E que eu gosto também
Gosto de tocar a tua pele
Passar o meu rosto no teu
Os meus lábios nos teus
Gosto de sentir o teu cheiro
Que se mistura com o meu
Desta certeza que tu e eu somos um só
Gosto de sentir o teu cabelo entre os meus dedos
Da tua respiração na minha pele
Do teu olhar maduro e irreverente também
Dessa tua sensualidade e entrega
Gosto de te sentir tão meu
E de me sentir absolutamente tua
Dos nossos silêncios plenos de emoções
Desta paz cúmplice que existe entre nós dois
Gosto de te abraçar, de te proteger
Tal como me sinto protegida entre os teus braços
Gosto de saciar a saudade
Depois da ausência
De secar as lágrimas, que surgiram sem esperar
E de sorrir para ti
Porque, meu amor
Quando te vejo, esqueço o tempo
A saudade, o que passou
Lembro apenas do passado, o bem que ficou
Mas do que gosto mesmo, amor
É dos carinhos, dos mimos
Do riso e de te abraçar
Do que gosto mesmo, amor
É deste gosto de te amar

Texto da Drª Maria Manuel

com edição de Mara Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:55

Como amar uma mulher

Segunda-feira, 28.09.09

 

Para saber amar uma mulher

é preciso ouvir o som de cada sorriso.

É preciso entender a sua quase Divina dualidade

a forma e a capacidade

de uma mulher se expressar.

Para amar uma mulher

não podemos ser limitados

muito menos lineares

porque um não pode ser sim

é preciso entendê-la

e conhecê-la

na sua complexidade

tanto no fingimento ,

como na sinceridade.

Devemos ver nos seus olhos

a sua delicadeza

e no toque macio da pele

nunca esquecer as dores que ela guarda

num cofre muito preservado

guardado no coração.

Para amar uma mulher

devemos tentar ajudar

e essa dor mitigar

com uma torrente de carinho

de ternura e compreensão

para que o seu coração

não sinta que sofre sozinho.

Para amar uma mulher

não pode haver prioridades

ela terá que ser a nossa maior entrega.

Esquecer um pouco os programas com amigos

as saídas em grupo

o futebol, os programas de TV.

Quem ama , cuida

e para amar uma mulher

é preciso não só jurar

mas mais que tudo , provar.

Para amar uma mulher

não devemos esquecer as juras de amor

o abraço , seja onde for

o beijo dado com paixão,

porque o amor alimenta-se de gestos

e de palavras

de sonho e de carinho

e quem ama deve dizer

sem esperar que a mulher apenas o adivinhe.

Para amar uma mulher

se não a pudermos entender

devemos certamente aceitar

sem colocar defeitos , sem criticar.

Devemos ser o colo

nos momentos de desespero,

calar com um beijo

o choro com ou sem sentido.

Elogiar , elogiar muito a boca que se deseja

elogiar o bâton que nos seduz.

Para amar uma mulher

não a devemos esperar perfeita,

devemos amar a sua insegurança

o seu ciúme

e compreender acima de tudo

que amar uma mulher

é o mesmo que passar sobre um campo minado,

um passo em falso

e acontece a explosão.

Só os loucos esperam encontrar a mulher perfeita

e só os cobardes esperam encontrar a mulher submissa.

Para amar é preciso deixar em aberto o coração,

para amar e fazer feliz uma mulher

é preciso tão pouco

quase nada

é preciso amar com sinceridade

e deixar que ela se sinta amada.

Texto de Gonçalo de Assis com edição de Mara Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:17

Vive em Liberdade

Domingo, 27.09.09

Devemos segurar a nossa vida

do nosso jeito

nas nossas mãos

e não devemos jamais

entregar as rédeas dela a ninguém.

Por muito que alguém nos ame

e nos deseje todo o bem

só nós sabemos de verdade

o que sentimos e como sentimos.

Nem sempre aquilo que conseguimos dizer

sobre nós

corresponde exactamente ao que nos vai na alma.

Mentimos tanta vez

para ocultarmos a nossa fragilidade.

Quem não sorriu já, tentando nesse sorriso,

esconder uma lágrima que teimosamente desliza?

Quantas vezes sentimos um nó bem apertado na garganta

e escondemos o choro por vergonha?

Quantas vezes desejamos virar as costas a alguém e ficamos

seja por medo , por carência ou por respeito.

Quantas vezes desejamos ouvir aquela frase

e temos apenas silêncio?

Quantas vezes o nosso desejo seca

na boca que apenas esperava um beijo?

Quantas vezes desejamos um abraço

um carinho que nos conforte

e só recebemos solidão?

Quantos dolorosos passos demos

para ser o que hoje somos?

Quantas pessoas sabem valorizar-nos

ou entender o que de bom fizemos?

Criticar , inventar, mentir é fácil

mas ficar no lugar do outro , isso ninguém quer.

Socorrer as nossas dores

ser um porto certo de abrigo,

algum amigo é amigo para querer?

Claro que não!

Ouvir os nossos problemas,

isso muitas pessoas gostam

mas não para ajudar

apenas por mera curiosidade.

Por tudo isto não devemos entregar a nossa vida

nas mãos de outra pessoa.

É errado pensar que sem alguma pessoa

sem aquela pessoa especial

não se consegue viver.

Quando a pessoa que amamos

não nos ama de igual forma

ou simplesmente nem ama

a nossa vida não termina por isso

e se dermos uma chance à vida

ela nos dará alguém bem melhor.

Temos que agarrar a nossa vida

e guiá-la no caminho da felicidade.

A felicidade é um destino

que nos aguarda sem qualquer pressa,

cabe a cada um de nós chegar lá

pela estrada do amor , da paz,

da alegria e também da imortalidade.

 

Texto de Gonçalo de Assis com edição de Nuno Mello.

                       ***

Quero deixar uma palavra aos leitores do Sonhos.

As poesias aqui escritas estão a ser preparadas para edição futura em papel.

Por isso o Sonhos está a ser revisto, estão a ser dados títulos a posts que os não tinham e estão sendo retirados textos que não se enquadrem no projecto editorial.

O Blog contém recados que na época eram necessários , mas que não se enquadram numa colectânea de poemas.

Todos os textos retirados , não se perderam , estão arquivados num outro site , que vamos personalizar e ficara anexo ao Sonhos.

No Sonhos ficarão as poesias, as que já existem e as que ainda serão escritas e uma ou duas entrevistas com o autor.

Um abraço a todos.

Nuno

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 02:24

Se um dia eu tiver que partir...

Quinta-feira, 24.09.09

 

Se um dia eu tiver que partir

procura-me na imagem mais doce

e no carinho mais terno

que te possas lembrar.

Se um dia eu tiver que partir

procura-me no sussurro da noite

que murmura juras de amor

às flores perfumadas.

Se um dia eu tiver que partir

procura-me na brisa quente

que acarinha o teu corpo

em gestos lânguidos.

Se um dia eu tiver que partir

procura-me no cantar do rouxinol enamorado

no brilho das estrelas, luzes divinas

no mar, manto de água

formado por lágrimas de saudade.

Sempre serei eu

em todos os momentos de carinho

de aconchego

e até de solidão.

Se um dia eu tiver que partir

procura-me no orvalho que corre da rosa

uma lágrima de Deus.

Numa musica tocada num velho piano

que a minha alma um dia

sonhou para ti.

Procura-me no sonho

que nos acalenta a alma.

Se um dia eu tiver que partir

procura-me no que mais gostas

mas se mesmo assim não me encontrares

procura-me no fundo do teu coração

eu sei que para sempre estarei ai.

 Texto de Gonçalo Nuno de Assis com edição de Mara Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 22:26

O Inicio de Novos Tempos ou o Encontro do Homem com Deus.

Quarta-feira, 23.09.09

 

O Homem fez do Presente uma espécie de conspiração contra Deus.

Toda a fé e capacidade de amar , perdeu-se na arrogância dos homens.

Os sonhos do homem , perderam-se das rotas do caminho de Deus.

As lágrimas de Deus em vão choradas , um dia formarão profundos Oceanos.

E toda a palavra não ouvida ou desrespeitada causará profundas feridas na humanidade.

Um dia o silêncio será a voz de Deus em meio à ira desencadeada pelo homem.

Um dia o abraço de Deus será o que confortará o homem depois da fúria e do perdão, da tempestade gerada pela intolerância.

Um dia a vida terá uma beleza eterna , num continuar de amor e justiça.

Agora ainda é tremendo o abismo entre o Homem e a humanidade.

Todas as palavras de Deus sempre nos revelaram a verdade , mas nunca compreendemos esta viagem pela vida, nem a Glória oculta para além da morte.

O renascer de uma nova Era pode começar agora, basta que no nosso coração tentemos entender a verdade do amor de Deus.

Texto de Gonçalo Nuno de Assis com Edição de Nuno F. Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:47

As facetas que vejo em ti

Domingo, 20.09.09

Apareceste na minha vida , quando a tarde do sonho caia e já adivinhava a noite da desilusão, com a tua voz suave calaste as palavras amargas que ecoavam na minha alma, e foste ficando cada vez mais essencial.

A isto eu chamo , promessa...

Depois comecei a perceber-te , a ler no brilho doce do teu olhar, brilhavas como um diamante delicadamente deitado num estojo de veludo negro. dançavas nos meus sonhos ao som do teu sorriso, numa melodia tocada nas cordas melódicas da tua alma.

A isto eu chamo ternura...

Depois sem me olhar , tu percebeste-me mais do que qualquer outra pessoa até então, sem falares , disseste-me as mais doces e sinceras frases de amor que até hoje ouvi e em cada gesto , tu abraçaste-me , num amplexo intemporal e cálido.

A isso eu chamo sensibilidade...

Depois perdi-me em autênticos labirintos , onde o desespero espreitava de cada canto e suavemente , sem qualquer alarde, agarraste a minha mão que outros não quiseram pegar e guiaste-me no caminho de volta, trazendo-me ileso.

Para te prevenir expus claramente todos os meus maiores defeitos e tu nem notaste , apenas sorriste.

E cada vez que o medo me toma , tu embalas-me em teus braços , dás-me a certeza de um final tão feliz.

A isso eu chamo compaixão...

Quando a tristeza vem , e os dias passam por mera razão temporal e o sol parece de gelo, tu abres-te em ternura e dás-me alento.

Força para continuar , esperança adoçada com sonho.

Quando no meu coração é Outono e caiem uma a uma todas as folhas da árvore do entusiasmo , fica negro o céu do meu sorriso e as lágrimas caem das nuvens dos meus olhos, sorris , e no teu abraço reponho a harmonia do meu sentir.

A isso chamo aconchego...

Quando temos que nos afastar , vejo nos teus olhos a coragem para ir em frente e no teu sorriso a certeza de um breve reencontro.

Quando a noite cai sobre a minha alma e me inunda de dor, tu pegas na varinha mágica do teu amor e riscas no céu um caminho de estrelas , que ilumina cada canto escuro e traz a certeza de um claro dia de sol.

A isso eu chamo esperança...

Quando as lutas me afrontam e parecem tragar-me num mar revolto de mil sem razões, tu abraças-me e eu ancoro o navio do meu sentir, no porto seguro do teu amparo.

Quando a tempestade se abate , num grito de ira , trazendo consigo horas de desalento e dor, tu vens qual sereia singrando os mares bravios e a tua presença dá-me tranquilidade e paz.

És a luz das minhas trevas , a rosa que enfeita o jardim da minha vida .

Tu és para mim, a outra parte , a minha metade de alma e coração, a musa das minhas canções, o motivo dos meus sonhos, a luz dos meus sorrisos.

Alguém que me compreende , que me perdoa cada vez que não sei ser aquilo que tu mereces.

A tua vida na minha vida , é a razão da minha luta por mais e melhores dias.

Não és uma ilusão passageira de paixão , nem um sonho procurado na loucura da revolta, nem a doçura que agrada mas que escapa por entre os dedos, em promessas que nunca passam de meras palavras.

Tu és uma realidade amada , uma alma que veio para mim , nua de mentira ou de falsos juramentos.

És um amor que nunca se enfeitou com ilusões arrancadas ao momento , que nunca usou máscara, nem fantasiou amar e depois se escondeu.

Amor é este sentimento que nos renova a cada dia, como o aroma de uma rosa que se entrega , após o beijo longo e quente do sol.

Tu és tudo para mim e isto sim , eu chamo de amor!!!

 

Texto de Gonçalo Nuno de Assis com Edição de Nuno F. Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 22:18

A uma Senhora especial...

Sexta-feira, 18.09.09

Ser companheira , mulher, cúmplice , não é fácil. Muitas vezes é o segredo de saber calar quando apetece muito falar,é saber ouvir , quando deseja apenas ser ouvida, é ter a capacidade de abraçar e esquecer a sua necessidade de ser abraçada,é saber beijar , quando na verdade queria ser beijada

 e estar completamente disponível para a pessoa que ama. Sei que dirão que é fácil , que todas o fazem , mas a virtude é fazer tudo isso sempre de coração aberto.

Sem esperar retorno algum , porque quem ama de verdade , não exige aquilo que dá.

Algumas pessoas mantêm relações de casamento para se sentirem integradas , para mostrarem aos outros que são capazes, que também são amadas, Outras para evitar a solidão, por dinheiro e muitas tristemente por preguiça de mudar. E isso torna as pessoas frustradas e tristes, deixando escapar a raiva contida em forma de agressão sobre quem diz amar.

Por isso decidi escrever este texto de homenagem a uma Senhora muito especial. Uma Senhora que sabe  que ser companheira , esposa , cúmplice , é fazer os dois muito felizes.

Uma Senhora que sabe que amar é estar ali , é dar a mão , é rir junto , é também doar-se , mostrar caminhos , reagir e fazer-se ouvir.

Uma Senhora que sabe respeitar e exige ser respeitada , que perde noites e chega de manhã com um sorriso , que cala o medo , nas palavras de esperança , que esquece a sua dor no carinho e no afago.

Uma Senhora muito bonita por dentro e por fora , que não perde tempo com máscaras , que é o que é, e nos encara de cara lavada e alma aberta.

Uma Senhora que sabe amparar quem ama , que destrói as inquietações com uma força muito sua, uma Senhora em quem se pode confiar sempre.

Uma Senhora que sabe amar sem sufocar , que respeita as diferenças sem deixar que elas criem um fosso de solidão e afastamento.

Uma Senhora que sabe rir e sabe arrancar sorrisos nas horas mais necessárias.

Uma Senhora que sabe atenuar a dor de quem ama, e que sabe dar-se num carinho tão incomum nos nossos dias.

Uma Senhora que acompanha quem ama em tudo, que entende que a pessoa que ama não é perfeita e sabe perdoar.

Uma Senhora que sabe construir um lar a dois sem esquecer nunca que o mundo não se resume apenas a eles.

Uma Senhora que entrou numa família muito especial e que é alguém também muito , muito especial.

O meu sincero respeito, Doutora Maria e que Deus a proteja e a todos os que amam de verdade.

Paulo Ribeiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:37

Pedidos

Quinta-feira, 17.09.09

 

Pai dá-me sempre a capacidade de aprender com os outros e de os amar.

Pai , dá-me a serenidade para que eu possa enfrentar os maus momentos sem te esquecer.

Pai, dá-me a paciência para entender a vida e a coragem para a viver segundo a tua vontade.

Pai, nunca me deixes esquecer quem sou e para o que vim , não permitas nunca que me afaste.

Que o Poder e a arrogância nunca suplantem em mim a capacidade de ver no outro um irmão.

Dá-me Pai a sabedoria para encontrar dentro de mim a minha paz e a coragem de sorrir , até quando choro.

Dá-me Pai a força para que eu seja capaz , e a vontade para que eu lute.

Dá-me Pai a inteligência para fazer sempre em todas as coisas , o melhor e o mais acertado.

Dá-me Pai a alegria de uma criança , para que eu sempre saiba sorrir-te.

Faz de mim um sonhador , Pai, porque é o sonho que faz nascer a realidade.

Dá-me Pai , a força para encarar a disciplina de que preciso , para moderar os meus actos.

Dá-me Pai , a pureza do coração , para que eu ame com intensidade.

Ajuda-me Pai , para que o facilitismo não me desvirtue.

Dá-me Pai , o orgulho para atravessar o mundo , sem ter que baixar a cabeça.

Faz Pai , com que a minha forma de ser , seja sempre entendida , aceite e respeitada , tanto quanto eu for capaz de respeitar os outros.

Dá-me a tua mão Pai , para que eu siga em frente e acredite que a dor que me reservaste é plenamente justificada pela luz e pelo amor que me dás.

Faz meu Pai , que cada dia da minha vida tenha um sentido e valha de facto a pena.

Texto de Gonçalo Nuno de Assis com edição de Nuno F. de Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:23

Não me julgues, amor

Terça-feira, 15.09.09

 

Nunca me julgues amor , por favor

nunca te detenhas em procurar os meus pecados

as minhas fragilidades

os meus pontos mais fracos.

Porque nada meu amor ,

resiste a um exame profundo

nem mesmo uma flor

que se vista com atenção

também terá imperfeições

imagina então amor, quantas não terei eu.

Sei que muitas vezes sou inconsequente

ciumento , sim , sempre

inseguro quanta vez

outras até carente

e por ironia da vida , sou mesmo muito exigente.

Sou um menino perdido

sou um homem sonhador

sou até um pecador

que nem sempre sabe perdoar

tenho cicatrizes da vida

muita lágrima perdida

tantas histórias de desencantar.

Por isso meu amor sê tolerante

e sorri em cada instante

sempre que o possas fazer

porque essa minha exigência

esse mau humor repentino

que por vezes é insolência

não é nada mais meu amor

que insegurança e carência.

Amor não é uma lei rígida

nem uma estatística qualquer

há muito que subtrair e somar

mas não me ames em fracções

porque números e equações

ninguém as consegue amar.

Por isso não me vejas em meros actos

vê-me amor no todo que sei ser

ainda que melhor não for

porque é no teu abraço

que sendo aquilo que sou

sei ser perfeito , meu amor.

Texto de Gonçalo Nuno de Assis com edição de Nuno Ferraz de Mello.

***

Caros leitores deste blog , devido a assuntos de ordem pessoal , o Gonçalo esta temporariamente afastado dos blogs e da Internet no geral , no entanto foi vontade expressa dele , pelo carinho que tem pelos leitores, que o Sonhos continuasse a ser actualizado diariamente. Para isso fui autorizado a publicar aqui textos escritos por ele , guardados em casa , no geral manuscritos em cadernos , que edito sem qualquer correcção ou alteração. Mas dado o volume de textos no blog é impossível eu saber , se algum dos textos dele que edito aqui , não terá já anteriormente sido editado por ele. Por isso peço aos leitores que caso vejam postados no Sonhos textos já anteriormente postados pelo Gonçalo, me desculpem e compreendam que faço o melhor que posso e sei. Espero que a breve prazo o Gonçalo possa retomar a edição dos seus textos.

Um abraço de carinho a todos.

Nuno Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:36

Sabes amor...

Sábado, 12.09.09

Meu Amor, tenho vontade de te escrever. Engraçado como apesar da nossa cumplicidade , de repente sinto falta de falar-te assim , publicamente.

Mereces todo o amor que te expresso na nossa vida e publicamente hoje , por aqui.

Sei que será eterno este sentimento , porque não é fruto de uma atracção de momento.

Nem da leviandade dos anos de mocidade em que tudo nos parece eterno , ainda que dure uma hora.

Penso em ti a todas as horas em que não estás comigo , quando motivos profissionais ou particulares nos afastam por uns dias , sinto-me perdido.

Procuro-te em busca de um caminho ou de uma luz que me guie.

Sei que às vezes não sou o que esperas de mim , que já te decepcionei algumas vezes, que apronto outras tantas , que te faço zangar com alguma frequência, mas apesar de tudo isto, o que eu quero de verdade é estar contigo.

De todas as coisas que tenho , de tudo aquilo que sei , de tudo eu abriria mão para ficar contigo. és tudo aquilo que eu preciso , mesmo quando tento convencer-me de que até sou dono de mim ,é de ti, da tua companhia e do teu amor que necessito.

A minha vida de loucuras e arrebatamentos momentâneos, deu lugar a uma vida mais calma que só se completa na tua.

Sinto-me em relação a ti , como se nós dois juntos formássemos um único ser.

Embora às vezes tente ser rebelde a este sentimento que me toma por inteiro , eu sei que não vivo sem ti.

Por mais que o negue , que me arme em forte perante os outros , eu não vivo sem ti.

Muitas noites olho o céu estrelado e contemplo a beleza da natureza , fecho os olhos e escuto a sinfonia da noite e nela pareço ouvir o som do teu respirar e essa tua voz suave que é musica nos meus ouvidos.

Sei que serás para sempre a minha eterna amada, a mulher que me faz sentir completo.

Quero amor que fiques ao meu lado para o resto da minha vida , mesmo quando eu não o mereço.

Eu que procurei o amor em tantas pessoas , que amei outras tantas , que desacreditei do amor e o temi, hoje sei que o encontrei em ti na sua expressão mais sublime.

O nosso amor tem a grandeza de se renovar como os ciclos da natureza.

Tem a capacidade de se regenerar após alguns erros, sempre meus , que cometo por muita infantilidade e também algumas vezes pela incapacidade de pensar ou de agir diferente.

Mas apesar de todos os meus erros , meu amor , sabes que tenho vindo a tentar mudar para nunca te magoar.

Que cresci muito contigo enquanto homem e ser humano.

Que o teu olhar é a fonte da minha vontade de viver.

Que te tornaste o centro da minha vida e que quando não estou junto de ti a saudade é dolorosa e constante.

Se eu pudesse estaria contigo cada minuto da nossa vida, e falar-te-ia de amor a cada segundo , até conseguir verbalizar este sentimento lindo que me domina.

Quero meu amor que saibas que sou só teu , apesar da minha eterna capacidade de fazer asneiras, o meu coração é teu completamente.

Quero que sejas sempre a minha mulher , a minha cúmplice , a minha confidente e a minha amiga. Que confies na força e na verdade deste amor que me prende a ti.

Que ambos tenhamos a capacidade e a sabedoria de superarmos as dificuldades que forem aparecendo e que de mãos dadas, com os olhos fitos no mesmo objectivo, possamos ir construindo todos os dias a vida e o amor que desejamos. Amo-te muito meu anjo.

 

Texto de Gonçalo Nuno de Assis, a 01/09/2009

Com Edição de Nuno F. de Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:43


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas