Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Nós E O Mundo

Sábado, 29.05.10

 

Não podemos deixar de ver o que nos rodeia , porque o facto de olharmos tudo , torna o mundo também mais atento.

Devemos observar tudo , porque é a nossa capacidade de observar que torna o mundo mais culto.

Temos sempre que pensar com a nossa própria cabeça , porque isso faz o mundo mais livre.

Devemos sempre dar o melhor de nós mesmos no trabalho , porque isso faz o mundo mais produtivo .

Temos a obrigação de servir os outros da melhor forma , porque isso confere ao mundo mais dinamismo .

Nunca devemos deixar de lutar , porque a nossa luta faz o mundo mais forte.

Se todos formos capazes de semear , o mundo será bem mais próspero.

Se todos quisermos saber sempre mais , isso tornará o mundo mais sábio .

Se todos mantivermos a capacidade de sorrir , o mundo será mais idílico .

Se todos formos capazes de perdoar , o mundo será bem mais justo.

Se não tivermos medo de chorar , o mundo será mais emotivo .

A nossa capacidade de sentir é que torna o mundo mais humano .

É a nossa capacidade para a fé que aproxima mais o mundo de Deus .

Conservando o espírito infantil , o mundo é mais livre e feliz.

A nossa capacidade de sonhar , torna o mundo mais lutador.

Se todos soubermos estender a mão , o mundo será mais solidário .

Se soubermos apreciar a vida , o mundo será bem melhor .

Se todos soubermos amar , o mundo respirará amor .

O Mundo é feito de todos nós , daquilo que soubermos e formos capazes de fazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:39

A Alma Humana

Terça-feira, 25.05.10

 

A alma humana é um mistério insondável de infinita beleza que muitas vezes levamos a vida toda a destruir. cada um de nós tem dentro de si o fogo vital da vida , a alma , a nossa essência. Mas para que ela se faça sentir há que a deixar viver e quantas vezes paramos para a ouvir? O ser humano é demasiado materialista para parar e ouvir o infinito , se este não se apresentar em algo palpável. E perdemos tanto por não deixarmos a nossa alma fluir. Geralmente e na voz popular , diz-se que devemos deixar falar o coração. Mas na verdade o coração é um mero músculo que se encarrega de nos manter vivos , mas como qualquer músculo não tem sentimentos nem vontades, apenas faz chegar o sangue a todos os cantinhos do nosso corpo para que possamos viver. Quem na verdade tem sabedoria , vivência e capacidade de sentir é a alma , a nossa velha alma , aluna de outras vidas e mestra de outras ciências. É a nossa alma que reconhece a sua alma gémea , que sente quando deve amar ou ficar indiferente , é ela que nos emociona com manhãs de orvalho , com dias repletos de sol , é dela que vem a magia que nos faz ser mais que simples seres vivos. É da alma que vem a nossa capacidade de sonhar , de viver para além do mero acto físico. Mas ouvir a alma não é fácil , porque a nossa alma bem mais experiente que o nosso cérebro , nem sempre esta de acordo com ele . E chega-se ao dilema entre o racional e o emocional. Que é quando sentimos muita vontade de fazer algo , que racionalmente achamos errado , é uma luta entre a alma e físico , onde infelizmente a alma sempre ou quase sempre perde. Sempre nos achamos tolos quando sentimos vontade de aceder a um impulso inexplicável , quando sentimos necessidade de quebrar as nossas certezas e dar um passo no sonho . Mas poucos de nós possuem a loucura necessária para isso , e preferimos não perder o pé , preferimos ficar no nosso pequeno mundo que nos parece bem mais seguro . E quantas oportunidades se perdem nesses momentos . Não viemos ao mundo para termos certezas , porque se assim fosse , teríamos vidas longuíssimas até as adquirirmos , e como é possível constatar , todos os dias nos vemos confrontados com novas oportunidades e novas possibilidades. Quem não ousa tirar o pé da terra segura , também se recusa a aprender e a sair da mediocridade. Nascemos com vastos horizontes e infinitas hipóteses , todos dias fazemos escolhas que condicionarão o nosso futuro e todos temos a capacidade de sonhar e desejar . O que nem todos temos é a capacidade de deixar viver os nossos sonhos. Quantas vezes deixamos de tentar um emprego novo , aquele que de verdade nos iria realizar , só porque tivemos medo de arriscar e perder a segurança do emprego chato mas já conhecido e alcançado. Quantas vezes deixamos de viver um grande amor , porque na nossa ânsia por segurança , não encontramos em nós forças para voar . E tudo piora quando perdidos em turbilhões de emoções , começamos a pedir conselhos a terceiros . É um erro , porque cada um de nós tem diferentes vivencias , diferentes experiencias e por isso vê o caminho de diferentes formas . Para não falar das almas pequenas , que por pura inveja aconselham o contrario do que pensam pela inveja do êxito alheio . Devemos aprender a acreditar e a lutar pelos nossos impulsos . De que adianta amar muito , quando na hora de tentar viver esse amor , a parte racional e o medo é mais forte e nos torna incapazes de fazer o gesto que mudaria tudo . Que adianta ter vontade de progredir e de evoluir , quando surgida a oportunidade , o racional se suplanta com a medíocre rotina? Que adianta dizer que ama , quer , sonha , sente , deseja , se na verdade nada faz. A vida dá oportunidade de sermos felizes , de vivermos de forma feliz , é para isso que aqui estamos , mas para isso temos que dar à vida oportunidade de acontecer. Este mundo é como uma faculdade , viemos para aprender , e para chegar ao fim da licenciatura que é a nossa felicidade. As matérias nem sempre são fáceis , os exames às vezes são puxados , mas se nos trancarmos em casa por medo de perder ou de fazermos má figura , nunca sairemos do nada. Não adianta culpar a vida porque ela não nos deu o que queríamos , devemos culpar-nos a nós pelas oportunidades que deixamos escapar. Pior é quando deixamos de acreditar no que a vida nos oferece , cientes que os outros só nos estendem armadilhas e que somos muito espertos ao não cairmos nessas ciladas. É verdade que algumas pessoas de facto possuem uma enorme má fé , mas não é por isso que devemos deixar de confiar no mundo todo . Basta ouvirmos a nossa alma e cada vez que ela quiser confiar e disser sim , então deixemos para lá as nossas medíocres certezas racionais e apostemos no sonho e na mudança. Quem se julga o mais esperto , quem não arrisca para não perder , é somente o mais burro e o mais incapaz de viver feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:01

Metade

Sábado, 22.05.10

 

Perco-me nas madrugadas desertas, no sussurro do mar , que desliza pelo teu seio,

perco-me nos segredos da madrugada , nas fontes secretas, dos escondidos jardins.

Perco-me nas ondas da tempestade dos teus beijos, no sabor a hortelã agreste que exalas

no meio de trilhos escondidos , de armadilhas secretas , que eu sei descobrir.

Perco-me nas brumas de um amor tão vivido, tão esperado e intenso, sonhado e sentido.

Perco-me no norte do teu ser , que descubro a cada dia , no sol que é o teu sorriso e no teu sereno ocaso.

Perco-me nos meus sonhos esquecidos , perco-me na luz das violetas que perfuma o teu cabelo

na luz encantada da lua , que nasce no arco-íris do teu olhar.

Perco-me em sentidos desconhecidos , em odores quentes e enlouquecedores , em horas de insana paixão

em abraços torturados , em dias tão adormecidos , no embalo de beijos trocados, em murmúrios sussurrados

num climax de ternura.

Perco-me na imensidão do teu abraço , no oceano do teu amor , onde afogo o meu cansaço

onde sinto o sonho florescer , acordar do marasmo das noites sem estrelas

de outros amores , que foram fantasmas , e hoje me arrepiam a pele de frio e solidão

e só a ti me entrego , como menino perdido , fugindo de imagens esquecidas , perdido , pedindo abrigo.

És a luz dos meus passos , que ecoam em noites da alma , em dias cinza , pesados

em que a dor se multiplica por cada gesto, em cada palavra, em cada sorriso esboçado

em cada amanhecer desejado , depois de noite inclemente e escura

sou viajante perdido , ser de outras estrelas , de luas cândidas e serenas, de vidas paralelas

de outras multiplas realidades , sou viajante do sonho , da fé e da alvorada

que te procurou perdido , em realidades opostas, em situações já esquecidas

em mil estrelas fulgurantes , em rotas desconhecidas ,

em infinitas possibilidades de outras vidas além , onde o azul se acaba

onde começa a magia , sem ti eu me perdia, sem cor ou realidade

mas descobri-te por fim , e hoje estou completo , vivo feliz e desperto

uma sombra do que fui , quando um dia me perdi, para descobrir finalmente

que sem ti , infelizmente , eu seria somente , uma metade de mim...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 17:21

Para Uma Mulher de Fibra

Terça-feira, 18.05.10
Sempre elogiamos figuras que por um feito qualquer se tornam verdadeiras referências, que admiramos e cujo comportamento gostariamos de imitar. Mas sempre procuramos esses exemplos longe de nós. Achamos que só aconteceram coisas e pessoas dignas de nota em tempos passados de um heroísmo já histórico. Mas não é verdade , todos os dias ao nosso lado , pessoas comuns como nós , fazem coisas que as tornam especiais. E hoje venho falar de uma pessoa que vive ao meu lado e tem pelo seu exemplo de vida , sido uma pessoa muito especial. Uma mulher com um feitio difícil por vezes , que não tolera ordens , mas que tem também muito de meiga e suave. A Maria é na verdade uma mulher muito especial. Uma mulher que fez um primeiro casamento desastroso e que saiu dele tomando nos seus ombros o peso de criar e educar um filho. Uma mulher que quando me conheceu , me fez ver e encarar um monte de realidades que eu via com lentes cor de rosa. Uma mulher que me obrigou a definir-me , a fazer escolhas , a lutar. Uma mulher que todos os dias tem todo o tempo do mundo para mim , sem deixar de lado todo o resto . Uma mulher licenciada em direito , que sempre atende todos com carinho e tanta vez trabalhou e defendeu causas de quem não podia e não tinha como pagar. É das mulheres mais lutadoras que conheci . Uma mulher que apesar da sua licenciatura em direito , está este ano a terminar a sua segunda licenciatura em inglês. Que tem tempo para me amparar, para ser mãe , para ela própria e para terminar uma segunda licenciatura , por desejo de conhecimento e de enriquecimento intelectual . Uma mulher que vai dando também os primeiros passos no estudo de Hebraico e Aramaico , e que este mês me surpreendeu com o desejo de entrar na politica activa. Tenho que admirar alguém com tal capacidade de trabalho e que não se encosta à sombra de uma licenciatura. Tenho que admirar alguém que luta por ideais , que não é movida por interesses menos lícitos , que quer fazer de facto a diferença . E acredito que com a sua força e tenacidade o fará. Confesso que a admiro , que embora tendo momentos de cansaço como todos nós , os ultrapassa e se ultrapassa , fazendo na verdade a diferença. E para mim ela é uma heroína dos tempos modernos , que não coloca os inimigos dentro do forno com a pá , mas que luta e que luta sobretudo pelos direitos dos outros. Fico na verdade orgulhoso por a ver terminar esta segunda licenciatura, como lhe digo , será doutora ao quadrado , e fico muito orgulhoso pela força e determinação que mostra , ao pretender ingressar na politica activa para ajudar de facto naquilo que puder. A Maria é na verdade uma mulher especial , que às vezes me tira do sério , com quem brigo algumas vezes , que me fará cabelos brancos um dia destes , mas que para além de merecer todo o meu amor , merece todo o meu respeito . Amo-te muito , meu amor e não podia deixar de registar aqui o meu profundo respeito e orgulho pela grande mulher que és. Podemos não estar sempre de acordo , podemos divergir algumas vezes , mas amo-te profundamente e tenho o maior respeito por ti . Desejo muito que consigas realizar todos os teus projectos e de certeza se bem te conheço , ainda arranjarás pelo caminho mais uns quantos. Para ti amor , que és mulher , mãe , finalista de faculdade de novo , licenciada e futura politica a minha eterna admiração. Que Deus te proteja e nos abençoe.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 22:54

Visita Papal

Sexta-feira, 14.05.10
E ocorreu mais uma visita de um Papa. Noutra altura seria mais uma , mas tendo em conta a actual situação económica de Portugal , eu pergunto-me que se passa com o orgulho e a nobreza do povo Português.
Embora o Papa não goze da minha simpatia e não pode gozar dela quem abafou durante anos, casos de pedofilia , ainda que para mim ele não represente Cristo, e mostrando a todos que afinal um Papa também é falível , ainda assim é o chefe de estado de um País e tem todo o direito de nos visitar.
Mas a visita começa a tocar o ridículo , quando são gastos milhares de Euros que não temos para assegurar a segurança e as honras a um duvidoso chefe de Estado que nos visita sem nada trazer de positivo , para além da histeria de alguns.
No dia que o 1º Ministro Português, por falta de opção aumenta os impostos , aumentando um por cento em todos os escalões do IVA, quando anuncia que os salários vão baixar , que o povo perde poder de compra , quando os nossos bancos lutam sem terem grandes perspectivas de ajuda exterior, vemos serem gastos inutilmente milhares de euros que serão cobrados de quem nada mais tem para dar. Por acaso o "representante" de Cristo na Terra , resolveu abrir a bolsa e dar do banco do Vaticano , alguma ajuda a este país que visita e cujas dificuldades não ignora? Claro que não e todos esquecem que o Vaticano possui uma fortuna imensa, livre de impostos e gerida de forma muito peculiar. Em vez de recebermos dele alguma promessa de ajuda ou ajuda , damos o que não temos. Parecemos um pobre no limiar da pobreza que gasta os últimos cêntimos para se vestir de gala e receber o "senhor". Senti-me triste com a incapacidade que o povo Português demonstra, com a sua aparente inércia. Se Portugal está em crise, se sacrifica até os desempregados , vai depois queimar dinheiro para receber o Papa? Com o dinheiro gasto nesta visita , quantos subsídios de desemprego justos se pagariam? Se a visita de sua suposta Santidade estava agendada , pois bem que viesse , mas que fosse recebido com a crise que temos. Se ele representa Cristo , a pobreza não o assustaria. É ridículo que se tenha gasto tanto dinheiro a perfumar as ruas de Fátima, a receber com toda a pompa. Apenas mostra e atesta a ignorância , a burrice do povo Português, que se curva a um poder instituído e rico que não mexerá uma palha para ajudar. O Papa recebeu as pastorais sociais , e pediu que sejam solidárias. Mas que se saiba as pastorais não se dão muito ao trabalho de ajudar quem precisa e quando o fazem em casos esporádicos , fazem sentir que dão uma esmola , humilhante e sem dignidade. Tenho pena que o antigamente orgulhoso e nobre povo Português , hoje nada mais seja que um rebanho sem vontade própria. E para colmatar a visita em beleza , sua suposta santidade, encomendou um serviço de porcelana , gravado a ouro , para lhe ser servido o lanche durante o voo até Itália. Isso é um ultraje a todos os pobres do mundo. A Igreja deu uma imagem mesquinha e triste , e tenho pena que o povo iludido por uma fé que não tem amarras sólidas não veja isso. Sua suposta Santidade tem que ter um serviço em porcelana e ouro para lanchar , mas o Povo que visitou e que o recebeu gastando o que não podia , muitas vezes nem tem o que comer no velho prato de sempre , comprado avulso numa loja barata. É uma vergonha para a Igreja , essa ostentação ridícula , mas é uma vergonha maior , para um povo , que se deixa iludir e pisar assim. Triste de um povo que já não pensa , não luta e sobretudo deixou de ter orgulho em si mesmo e na sua Pátria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:51

ENTRE A LUZ E A ESCURIDÃO

Sábado, 08.05.10
Quem sou eu?
Sou aquele que todos julgam conhecer , mas que na verdade ninguém o ousou ainda...
Sou aquele que perturba os sonhos de muita gente.
Aquele que sempre fica , mesmo quando me querem esquecer.
Sou aquele que muitos vão odiar.
Não adianta que corram atrás de mim, pois eu não corro no mesmo ritmo , eu voo com o meu sonho.
Não esperem capturar-me , porque sou bicho selvagem e nunca permito correntes.
Não tentem compreender-me , porque nem eu me compreendo.
Eu sou aquele que não comete duas vezes o mesmo erro
mas que não foge dos erros , se já tiver errado.
Sou muito fácil de amar
e mais fácil ainda de odiar.
Sou aquele que ao passar , fujo , se não correrem para me agarrar.
Aquele que agarra a alma , por muito que a tentem proteger.
O mesmo que dá amor , e que deu a tanta gente que amou , motivos para se arrepender.
Nunca façam planos comigo , porque sou imprevisível
e não faço promessas que sei que nunca cumprirei.
Nunca me peçam desculpa , porque as palavras não eliminam mágoas.
Nunca me façam juras de amor , porque não as ouvirei.
Nunca tentem prender-me , porque fugirei.
Nunca tentem esquecer-me , porque enquanto tentam , sempre irão lembrar-me.
Sou aquele que sempre foi amado
e sempre foi odiado
aquele que sempre amou
e tentou fazer feliz
mas que também traz tristeza
que obriga a sentir
a viver
aquele que não tem limites
e sempre será assim.
Nunca digam que me forçam a algo , que não seja a minha vontade, porque eu não mudo , mesmo tentando evoluir.
Sempre serei eu mesmo , perante tudo e todos.
Sempre serei como nasci , não tentem mudar-me, porque se fosse moldável , não seria eu.
Aprendam na viagem que fazem comigo
porque quando eu não estiver mais aqui
pouco interessa se estive certo ou errado
importa apenas o que morreu nas mãos fechadas.
Aprendam enquanto ainda existe caminho
porque quando ele terminar , apenas restara o vazio.
Sempre estou com os que amo e nunca me afasto, mas cobro que estejam comigo , e não com aquilo que queriam de mim.
Eu deixo algumas pessoas feridas em determinados assuntos
mas tenho a capacidade de desaparecer
para curar as feridas que abro.
E quando amo
sei estar dentro do coração
ser o outro.
Quem precisa de mim
sempre sabe onde me encontrar
olhem dentro dos vossos corações
porque mesmo partindo , sempre estarei lá.
Mesmo que não acreditem
procurem-me no melhor que fui capaz de dar de mim mesmo
e encontrem-me se tiverem coragem e sabedoria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:32

Pensamentos Soltos

Sexta-feira, 07.05.10
Para nos manipularmos a nós mesmos devemos usar a cabeça , para tentarmos trazer os outros para o nosso lado , devemos usar o coração.
E a forma como os outros nos tratam , depende do nosso jeito para levar a situação , se alguém nos magoa uma vez , a culpa é de quem nos feriu , mas se a mesma pessoa nos magoar mais de que uma vez , a culpa é nossa, porque lho permitimos.
Quando temos a sorte de encontrar grandes mentes , podemos aprender e mergulhar em ideias inovadoras , com mentes medias podemos discutir sobre factos reais , sobre o presente , mas se encontrar mentes pequenas , esqueça , o máximo que vai conseguir é falar na vida do vizinho do lado.
Nunca devemos esperar sentados pelo sucesso , nem utilizar o velho chavão " tudo que tiver que ser meu , virá ter comigo" é mentira. Deus até alimenta os pássaros mas não lhes coloca as sementinhas nos ninhos. Devemos procurar com o nosso esforço obtermos o que queremos , porque com a inércia perdemos dinheiro , perdemos amigos e quando finalmente resolvemos acusar Deus , por aquilo que nós não fizemos e deveríamos ter feito , perdemos a fé.
Nem a idade nos deve tirar forças para lutar , a nossa idade é mera barreira mental , podemos ser jovens e nada fazer e podemos ser mais idosos e empreendedores. A beleza da juventude é descuidada , a da idade madura é refinada.
Dizermos que devemos aprender com os nossos próprios erros é ... um erro , devemos aprender com os erros dos outros.  Porque por mais longa que seja a nossa vida jamais conseguiremos cometer tantos erros que nos permitam ser sábios. E nesse nosso aprendizado devemos nunca esquecer que a língua humana é a pior de todas as armas. E por incrível que pareça , faz mais estrago na vida de quem não a segura , do que na vida de quem foi atingido.
E por fim devemos aprender que a amizade é um eterno circulo , eu conheço um amigo , que me trará um amigo também , e isso gera um circulo mágico. Basta que sempre sejamos de facto amigos sinceros , sem traições e sem interesses escondidos. E na hora da confissão ao amigo , lembre-se , o seu amigo , tem um amigo também ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:13

Sondar a Alma

Terça-feira, 04.05.10
Perdoa-me amor
Por tanta vez fazer e dizer o que não quero
ou o que não deveria.
Perdoa-me amor
pelo desespero que às vezes me toma
e me leva a actos impensados.
Perdoa-me amor por dizer às vezes
palavras que te ferem.
Perdeoa-me meu amor pelo modo como vejo o mundo
e vendo o mundo
tantas vezes não te vejo.
Perdoa-me amor por pensar pouco
por querer ser tão correcto
e errar tanto
por ser tão rápido a julgar
e ser tão fraco.
Perdoa-me por apenas ver erros alheios
e persistir nos meus
por tentar corrigir os outros
e não ser capaz de me corrigir a mim.
Perdoa-me amor
por todos os erros que já cometi
e que ainda cometo
e por amando-te com loucura
sem querer me perder num erro tão óbvio.
Perdoa-me por ser tão egoísta
que só penso em mim
e tão sincero
quando deveria tentar mentir.
Perdoa-me por estar sempre do lado certo
na teoria
mas tão perdido na prática
por ser tão corrigido
e nunca aprender com o erro.
Perdoa-me amor
por me afundar na mágoa
e tanta vez afundar-te comigo
por me fechar e calar
e de repente sentir-me apenas só
quando sempre estas comigo.
Perdoa-me amor por não desabafar contigo os meus medos
e por ouvir pessoas
que me afastam do caminho
e por ver em todos um amigo.
Perdoa-me amor por não ser sensato
por não me amar tanto
que me proteja
e por me enganar a mim mesmo
quando penso que não te magoarei.
perdoa-me amor
pela minha dor
que me torna frio e duro
pelo sorriso roubado à lágrima
e pela máscara com que enfrento o mundo.
Perdoa-me amor
quando te nego um sorriso verdadeiro
quando tudo ao meu redor de repente é um caos.
Perdoa-me amor
pela injustiça dos meus actos
por não valorizar como deveria
todo o amor que me rodeia.
Perdoa-me amor
por esquecer o teu sorriso
por ser cheio de mim
e algumas vezes ser calculista.
perdoa-me amor
por esconder coisas que não podia
por não admitir os meus erros.
Perdoa-me amor
por eu querer paz no mundo
e esquecer a nossa paz
perdoa-me amor
por eu esquecer tanta vez
que te devo a vida
e por descer tanta vez
a escada do erro.
Perdoa-me amor
pelas vezes em que não te entendi
e pelas vezes em que não soube fugir do erro.
Mas meu amor
apesar da minha fragilidade
que eu não atrapalhe a nossa vida
a nossa felicidade.
Perdoa-me pelas lágrimas tão escusadas
e pelas vezes em que coloco em causa um amor  tão especial
que é a razão da minha existencia.
Perdoa-me
que apesar de seres a minha luz
eu insista às vezes em mergulhar nas trevas
deixando quieto o amplexo do teu amor.
E embora sabendo que tenho o teu amor eterno
espero um dia
merecer também o teu Perdão.
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 22:46

PRESENTES DO DIA DA MÃE

Domingo, 02.05.10

 

Um dos melhores presentes que podemos dar a uma mãe é ouví-la.

Mas ouvir mesmo de verdade.

Ouvir com o coração , deixar que fale sem a interromper, escutar com carinho e atenção , ainda que nem concordemos.

Devemos dar a todas as mães muito carinho , abraçá-las e beijá-las com muita frequência , não só hoje , mas todos os dias.

Estes gestos , melhor de que todas as palavras , demonstram o verdadeiro amor.

Devemos dar às mães o presente do sorriso , rir com elas , porque não devemos procurar apenas as mães quando estamos tristes e precisamos de colo , devemos procurar , para dar uma flor , um perfume , apenas para lhe fazer nascer um sorriso.

Podemos também fazer surpresas às mães , não só hoje , mas cada vez que sentirmos vontade.

E é tão fácil , basta deixar um bilhete sobre a cama com um simples "obrigado , mãe" ou um poema. Mas que seja um bilhete manuscrito, algo que elas mães , podem guardar toda a vida, e mostrar com orgulho às amigas.

Não precisa ser letrado para escrever um bilhete desses , basta que fale de amor , de gratidão por alguma ajuda ou somente de amor e respeito por ter sido ela a dar-lhe a vida.

Nunca devemos esquecer de elogiar as mães , porque por muito idosas que sejam , são mulheres e toda a mulher é vaidosa.

Devemos elogiar a roupa que fica bem , aquele penteado novo ou até os lindos cabelos brancos.

Imagine a alegria de uma mãe cujos filhos , apesar das rugas ainda a acham linda.

Devemos também surpreender as mães , sair da rotina , fazer um gesto inesperado.

Por exemplo telefonar porque passamos pela pastelaria e compramos o bolo que ela prefere, ou simplesmente anunciar uma visita inesperada para estar uma hora com ela ouvindo musica , partilhando ideias.

Ou então para consertar algo que quebrou na casa dela e para a qual nunca parecemos ter tempo.

Mas momentos existem na vida em que a unica coisa que queremos é estar sós , e as mães não são diferentes , se percebermos isso , devemos respeitar o seu espaço, respeitar a sua vontade , mas deixando bem claro que estamos sempre ali , ao alcance de uma mão estendida.

Devemos dar às mães o presente da alegria , dizer-lhes palavras bonitas ,  mãe não é só para partilhar dor.

Um presente que podemos sempre oferecer às mães , é a nossa fé , por isso devemos sempre pedir a Deus por elas.

Não é preciso gastar dinheiro para fazer uma mãe feliz.

Dei à minha mãe todos estes presentes a vida toda , até que Deus a chamou a si.

Desejo do fundo da alma que todos os filhos saibam amar a sua mãe , e que todas as mães saibam merecer esse amor.

 (Salmo 23; Romanos 8:31-39; Salmo 121) Filhos são bênçãos de Deus com todo o potencial necessário para abençoar os seus pais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:48





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas