Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Para Vencer

Sábado, 30.10.10
Ninguém fracassa por fazer coisas erradas , fracassamos quando desistimos , após termos feito coisas erradas .
A diferença entre um acto fracassado e um acto vencedor , não é o que sai errado , é a força para ir em frente .
Tanto os que fracassam como os que alcançam sucesso , seja em que área de actuação for , acabam mais cedo ou mais tarde por cometer erros .
Alguns cometem erros tremendos , mas a solução está na capacidade de os ultrapassar dignamente .
Muitas vezes tanto os que fracassam como os que vencem , iniciam cometendo exactamente os mesmos erros , o que distingue os vencedores é que eles não param e encaram o próprio erro .
Seja qual for o Pais do mundo , seja qual for a época histórica , não existem grandes diferenças nos erros cometidos perante os mesmos assuntos , e são geralmente os que mais sucesso têm que anteriormente cometeram os maiores erros , os mais complexos , os que causaram mais dor para serem sanados , mas venceram , ao contrário daqueles que param perante o primeiro fracasso e vêm a vida passar com medo de arriscar um só passo .
Claro que a história só relata dos vencedores os louros da vitoria , mas algures na sombra e como escada para o podium , estão muitos fracassos , muitas dores e muita coragem .
Quantas vezes vimos a imagem de algum ídolo chorando , gritando de dor , fulo ou desesperado ?
Claro que nenhuma , mas todos são humanos , e todos uma hora choram , sentem-se pequenos , embora a memória que deles fica é do sorriso de vitoria , do auge da sua apoteose .
Mas tantas vezes esses ídolos erraram o caminho e tiveram a força para voltar ao caminho certo .
Eu pessoalmente já cometi todos os erros que consigo imaginar , todos os erros que era possível eu fazer , mas não é por isso que a minha determinação esmorece .
Apenas nunca me permiti fraquejar , sempre mantive uma constância de propósito e de vontade .
Provavelmente já cometi mais erros que muitos dos leitores que aqui passam , mas nunca me detive perante eles , encarei-os e segui em frente .
Cada vez que errei , doeu , doeu bastante e não só em mim , mas também na minha família , nos meus amigos , sofri claro .
A minha alma carrega cicatrizes de muitos erros , mas isso prova-me que vivi , que tenho sempre ao alcance a minha meta , que não parei no caminho .
Temos momentos de absoluta ruptura connosco mesmos , que podem ser causados pelo fim de um relacionamento , a perda de um emprego , o surgimento de uma doença , a morte de um filho , nessas alturas há que viver a dor .
Há que chorar , deitar fora a angustia que nos oprime .
O pior erro é fingirmos que não doeu , que não erramos , que não foi duro , é bom sofrer o que houver para sofrer logo de uma vez , faz parte do aprendizado e ajuda a crescer .
Mas que isso dure apenas o tempo de nos refazermos , que não se faça disso um estado de alma permanente .
Depois há que virar a página , procurar o caminho que não se seguiu , ir de encontro à nossa meta , superando os próximos erros e gozando a nossa vitoria .
Não devemos esquecer os nossos erros , eles são a nossa história e são degraus para o nosso crescimento interior .
Todos cometemos erros , faz parte da nossa existência humana , mas só quem não tem, medo do erro , vive .
Os outros apenas assistem de um camarim onde vegetam .
A cada erro , a solução é tentar de novo , e tentar , tentar , tentar ...
Não nos devemos deixar esmagar pelo tamanho do nosso erro , devemos pensar que com a experiência adquirida estaremos mais próximos da vitoria .
Então que o erro seja um aprendizado e não um fim e que ninguem desista , jamais!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:15

Alma de criança

Quarta-feira, 27.10.10

E porque nem tudo é política e orçamento de Estado e porque a vida é frágil e passageira , temos que viver as emoções que se nos deparam . No ano anterior a Inês fez no final do ano um trabalho que me emocionou e me fez admirar mais ainda este ser pequenino .

A Inês é uma criança feliz , que cresce no meio de conforto e amor , é traquinas , irreverente , mas neste trabalho mostra a marca de um coração especial e generoso .

É um texto que ela completou e que se tornou na sua emoção doce de criança , num verdadeiro poema .

Sinto-me orgulhoso de um ser pequenino que tem tudo para ser uma grande mulher .

Um beijo com amor do tio que te adora e tem o maior orgulho em ti .

Aqui fica o trabalho da Inês ...

Meu nome é Inês
mas podia chamar-me Joana
porque gosto . Tenho uns olhos castanhos como mel
uns cabelos castanhos e quando fico triste ,
bato na almofada. Se eu fosse um animal seria um cavalo
se eu fosse uma coisa seria viola.
Se eu fosse uma flor seria uma tulipa
mas sou apenas uma menina chamada Inês,
que sonha ser princesa.
Nasci num dia em que tinha muito sol.
Gosto de ouvir o som dos pássaros
de cheirar flores
E sentir o sol .
Quando eu era mais pequena pensava que a lua era feita de queijo.
Contam-me que eu fazia birras.
Os meus poemas preferidos são os que falam de rosas,
porque as rosas são bonitas
e quando os leio em voz alta , sinto alegria.
Às vezes fecho os olhos e peço um desejo
que nunca os meus amigos morram .
O meu nome é Inês
mas podia chamar-me Joana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:23

Orçamento de Estado

Terça-feira, 26.10.10

 

 

E discute-se o Orçamento do Estado Português e para o bem do País espero que não seja aprovado . Não tenho nada contra o Sócrates enquanto pessoa , mas como figura de estado está a ser uma calamidade nacional .

Ainda achei interessante e corajoso da parte dele que tentasse salvar a economia do País , mas neste momento o Sr. Primeiro Ministro perdeu a noção da realidade .

Neste momento ele propõe leis que visam repor dinheiro com urgência nos cofres do estado , mas essa urgência cega-o e está a fazer com que destrua a débil economia que ainda existe .

Hoje li que o nosso País continua na lista dos mais corruptos e lamento .

Também não aceito as propostas de lei que o Primeiro Ministro tenta impor para combater o défice .

Entre elas o aumento em 20% dos transportes colectivos .

O aumento de cinco pontos percentuais nos impostos sobre recibos verdes .

O aumento indiscriminado do IVA , a redução de isenções fiscais .

Eu gostava que o Senhor primeiro ministro entendesse que o País se divide em 3 fatias de população.

Os mais ricos , a classe média e os mais pobres .

Neste momento é a classe média que sustenta literalmente o nosso Estado .

É deles que é retirado o imposto que sustenta os cofres estatais .

E o estado esquece que não deve sufocar aqueles que ainda são o garante da parca economia nacional .

O nível de pobreza é cada vez mais elevado em Portugal , as instituições solidárias , informam que o número de pobres que a eles recorre , triplicou .

E nenhuma das propostas de lei do Senhor Primeiro Ministro são de molde a fomentar a economia .

Porque ele retira a quem trabalha e às pequenas e médias empresas a hipótese de continuarem a laborar .

É uma vergonha que se reduza a comparticipação nos medicamentos até para doentes crónicos , que se revoguem portarias que garantiam remédios grátis a doentes  crónicos .

Claro que vem fechar os olhos com os genéricos , o que ele não explica e não diz , é que o genérico não tem as qualidades terapêuticas de alguns remédios de marca .

Porque o genérico é o princípio activo de um medicamento , sem qualquer mistura que atenue efeitos secundários .

É uma medicação mais agressiva .

O Estado não se deu conta que ainda não reduziu os benefícios sociais onde o devia ter feito .

Que o povo cigano que recebe o subsídio de reinserção , faz o atestado de pobreza apenas verbalmente , sem que seja possível verificar contas , agregados familiares e moradas a um povo que é nómada .

Chegando ao cúmulo de um senhor de raça cigana , estar a fazer o atestado de pobreza e dizer que tinha estado doente recentemente e internado na cruz vermelha .

Que é um hospital privado , para onde infelizmente quem trabalha e garante o estado social , não tem como ir caso adoeça .

Eu não sou racista , nem xenófobo e falei nos ciganos porque é flagrante , mas existem muitos mais dependentes dos subsídios e que afogam o estado social .

As pensões e subsídios deveriam ser dados apenas a quem descontou para o estado social .

A quem TRABALHOU e DESCONTOU para um fundo que devia apenas visar ajudar quem depende dele momentaneamente .

Não para os profissionais dos subsídios .

Os subsídios dados indiscriminadamente , para além de fragilizarem o estado , são formas de fazer com que muitos achem que não precisam trabalhar .

Com excepção de deficientes e idosos , as prestações Sociais só deviam ser concedidas a quem trabalhou e descontou , a quem produziu .

Receber de vinte e dar a quarenta acaba sempre em fiasco .

E neste momento , contra todas as correntes de opinião e tendo em conta as propostas de lei que o Primeiro Ministro apresenta , caso passe o Orçamento , eu digo , que de facto o melhor que pode acontecer a este País é o orçamento não passar e este governo caír .

Tem que haver um Primeiro Ministro que tenha algo que vai fazendo falta na nossa política , um que tenha os tomates no sítio e que entenda que não é matando o País que o faz florescer .

E para terminar , espero também que o nosso Governo não continue com a proposta absurda de favorecer a igreja católica apenas a nível fiscal .

TODAS as religiões devem ter os mesmos direitos num estado que se diz democrático ou estaremos perante um vergonhoso retrocesso e uma hipocrisia e injustiça tremendas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:42

Exemplo de mulher forte

Quinta-feira, 21.10.10

 

A Força de uma mulher não está em ser feminista ou excessivamente independente , nem está sequer nas conquistas que consegue ou nas suas vitórias .

Muito menos se mede a força de uma mulher por status ou riqueza .

Também não é pela sua beleza , ou pela sua capacidade de domínio .

Uma mulher é na verdade forte , quando consegue ser líder , sem perder a sua doçura. Sem perder a feminilidade que faz da mulher um verdadeiro tesouro .

Uma mulher forte jamais usa ardis indignos para chegar ao que deseja , e há uma grande diferença entre frontalidade e inconveniência .

Uma mulher é forte quando entende os seus limites e tem a dignidade de pedir ajuda , quando mesmo com razão , esquece e perdoa .

Uma mulher forte não tem pudor de demonstrar fragilidade e assume que às vezes precisa de mimo para carregar as baterias .

Uma mulher forte assume que tem momentos em que se sente perdida , em que não conhece o caminho , em que fica indecisa e se cansa .

Uma mulher forte sabe ser terna , mas também sabe ser determinada e dura quando é preciso , mas jamais ofensiva .

Mesmo furiosa , jamais perde o respeito por si mesma e pelos outros .

Uma mulher forte tem sempre um abraço pronto a acolher e fica fula perante injustiças .

A mulher forte é uma boa mãe , esposa presente , excelente profissional , uma amiga confiável e uma amante excitante e sensual .

Uma mulher forte é um ser humano que carrega em si um pouco de anjo , de divindade , é acima de tudo transparente , autêntica , real .

É daquelas em que a alma transparece pela janela do olhar .

Uma mulher forte tem dignidade , carisma , caracter  e humildade ...

E isso eu aprendi vivendo ao lado de uma grande mulher , a minha !

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:00

SAGA DOS APAIXONADOS

Quarta-feira, 20.10.10
Às vezes um grande amor nasce de uma profunda e sincera amizade
Quando nos olhamos e percebemos que ser amigo já não chega
E nos perguntamos o que aconteceu , que mudou tudo
E onde sem querer erramos o caminho ...
E vem o medo de estar a sentir errado
O medo de confundir o amar por amizade
Com o amor que pulsa , apaixonado
E fica a incerteza
Ficamos à espera que passe aquela dor que não incomoda
Mas que dói , sem jeito de remediar
E passamos a viver na essência do outro
Aguardando um contacto , um sinal
Corremos para o telefone mal toca
Com o coração a pulsar na garganta
Esperando ouvir "aquela" voz
Tudo o mais perde o interesse
Torna-se pequeno , banaliza-se
E se a pessoa amada não dá noticias
Ai fazemos tudo para que nos fale
Arranjamos desculpas mirabolantes para procurar
Sentimo-nos ridículos , tolos
Mas e dai?
Quem ama não consegue evitar
A imagem "daquela pessoa" grava-se na nossa mente
E dá lugar ao sonho
Aquele sonho bom , que nos pega acordados
Quando a nossa imaginação vive o amor
Inventa-o e pinta-o com mil cores de ternura
Mas a realidade vem e o sonho esfuma-se
E volta o medo , medo que tudo não passe de um engano
De uma ilusão de sentimentos
Ou talvez até , de um amor impossível
E vem a vontade de ser menino
De sentir um colo quente para chorar as mágoas
De pedir a Deus que seja amor
E que seja amplamente retribuído
E entregamos nas mãos de Deus , com fé
Com a certeza que se for da vontade dele
Um dia , esse sonho vai realizar-se
E fazemos tudo para que a outra pessoa nos veja
Tentamos de tudo para lhe captar a atenção
E vem o ciúme danado , doloroso
Quando outro alguém aparece e se insinua
"Roubando" o carinho que era só nosso
O nosso espaço no outro coração
E ai sai tanta asneira
Porque qualquer homem apaixonado é tolo
E um sorriso dado ao acaso
Já nos faz nascer a esperança , faz o coração pulsar
Recordamos tudo que nos une a quem amamos
Todos os acontecimentos , até os mais insignificantes
Gravamos na alma tudo o que foi feito , dito
Em que qualquer palavra ou gesto ,  parece ter duplo significado
Coisas pequenas , esquecidas
detalhes que a outra pessoa esquece facilmente
Mas que quem ama , grava no coração
Quem ama , ama , observa , grava cada detalhe
Cada sorriso , cada gesto , cada palavra
E faz disso , um tesouro , que encerra no coração
E tudo isso aumenta o sonho
O desejo de viver , de partilhar
E o tempo passa, até que um dia
Quase que por magia a tal pessoa descobre que também nos ama
E o mundo faz-se sonho , numa realidade tão sonhada
Ou descobrimos que o amor foi em vão
Que de facto não existe a minima chance
E o sonho morre , enrolado nas pétalas brancas da rosa
Que um dia cortamos no jardim
E que jaz inerte
Tão morta , como esse hipotético romance

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:58

Cigarra e formiga- Nova versão

Terça-feira, 19.10.10

 

 

Havia uma cigarra e uma formiga , muito amigas , e durante todo o Verão a formiga trabalhou , provendo comida para o inverno que tanto temia .

Não aproveitou o sol , não parou para respirar  a suave brisa com odor a flores , não saboreou a brisa do mar , nem teve tempo para confraternizar com os amigos .

Enquanto a diligente formiguinha trabalhava afanosamente , a cigarra divertia-se a cantar junto dos amigos não perdeu sequer uma hora de farra e boa disposição .

Passou as tardes a apreciar o belo sol que lhe aquecia as asas e a cantar louvando os belos dias .

Nem por um só momento pensou no Inverno que viria .

Passadas semanas o tempo começou a arrefecer , era o Inverno que chegava .

A formiga exausta de trabalhar entrou para a sua casinha aconchegada e repleta de comida tão arduamente conseguida .

Mal se tinha aconchegado , ouviu que a chamavam às porta da sua casinha .

Assim que abriu a porta , viu a sua amiga cigarra muito bem vestida e acompanhada por um lindo esposo que se derretia em doçuras com ela .

A cigarra cumprimentou a amiga formiga e disse que estava ali para se despedir , que um amigo tinha ouvido a sua linda voz e a convidara para passar o Inverno em Paris , cantando para a mais fina sociedade parisiense .

E perguntou à estupefacta formiga se queria algo de Paris , ao que esta respondeu : -  Desejo que se encontrares aquele mentiroso , idiota do La Fontaine , (autor da celebre história da cigarra e da formiga) , o mandes ir em meu nome para a puta que o pariu ...

 

 

Como todas as fábulas do La Fontaine , esta também tem uma moral , que nos ensina que não devemos ser escravos dos bens materiais e que devemos aproveitar a nossa vida. Deve haver equilíbrio entre trabalho e lazer . Trabalhar demais apenas é benéfico nas fábulas de La Fontaine .

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:32

Texto a dois Corações

Terça-feira, 12.10.10

Não me recordo da primeira vez que olhei o mar profundo dos teus olhos...Mas lembro tão bem de me ter perdido neles para sempre...
Não me recordo em que recanto de um jardim de sonho os teus dedos, pela primeira vez, percorreram o meu rosto,
Mas ficou eternamente gravado na minha pele o calor e a emoção do toque das tuas mãos..
Não sei qual foi o primeiro abraço que trocamos, o primeiro beijo que saboreamos, em que leito de rosas os nossos corpos se envolveram,
Porque a minha alma diz-me que sempre viveste nos meus sonhos,
A minha alma sorriu para ti quando te viu e te reconheceu, o meu grande amor, a minha vida... (Maria Manuel Batista)


E do fundo desse secreto conhecimento , que nos ultrapassa
vem a certeza da eternidade de um sentimento
que nos amanhece na noite do tempo
dos tempos que passaram e ficaram imortais
no sentimento que guardamos em nós .
Também não sei em que tempo foi
que perdido de amor me encontrei em ti .
Não é fácil resumir em palavras , sentimentos sem medida
apenas sei
que te amo desde tempos imemoriais
e hoje sei que te amarei
eternamente
muito , muito para além desta vida ... (Gonçalo de Assis Batista)

 

Texto de Parceria com autoria de Maria e Gonçalo Assis Batista

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 01:28

Descobrindo os nossos tesouros

Segunda-feira, 11.10.10

 

Havia um modesto comerciante que abordou um publicitário para que ele lhe vendesse um pequeno sitio que tinha no interior de um estado do Brasil .

O técnico de publicidade foi ver o sitio em questão e como qualquer bom publicitário, fez o seu trabalho o melhor possível .

Pegou num papel e numa caneta e escreveu : - Vende-se uma lindíssima propriedade , com um encantador bosque onde cantam pássaros desde o amanhecer , tem ainda a propriedade , fontes sussurrantes que entoam a sua musica cristalina correndo para um riacho de seixos polidos .

A casa que desde a manhã é banhado pelo sol , tem uma vista lindissima que se pode ver das suas pitorescas varandas .

O anuncio foi colocado e começaram a aparecer interessados , mas o dono nunca estava disponível para mostrar a casa .

Estranhando o comportamento do vendedor , o técnico de publicidade , perguntou-lhe o que se passava , ao que o dono respondeu : - Ah mas eu já não quero vender ... Quando li o anuncio que o senhor escreveu sobre a minha propriedade é que me dei conta da maravilha que ali tenho .

E nós , caro leitor , será que vemos as maravilhas da nossa vida?

Ou será que não tendo capacidade de as vermos , procuramos beleza em miragens e falsos oásis ?

Vamos olhar o que temos com olhos de ver e certamente encontraremos muitos tesouros na nossa vida ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:39

Opostos Em Mim

Segunda-feira, 04.10.10

Toda a vida ouvi dizer que os opostos se atraem . Mas confesso que não concordo , porque dentro de mim existem opostos que se repelem . O equilíbrio é a necessidade de que os opostos internos que carregamos se harmonizem . Por isso é tão difícil alcançar e manter um saudável equilíbrio . Muitas vezes a nossa alma parece uma balança sem pratos que não conseguimos equilibrar . Tantas vezes , apesar de estarmos rodeados de pessoas , nos parece deserto o caminho que temos pela frente . E tudo isso passando pela evidência de que os outros caminham ao nosso lado . E sem conseguir harmonizar os opostos que me possuem , eu vivo , fazendo errado as coisas que considero certas e fazendo certo talvez , aquilo que interiormente considero errado . Talvez dos santos eu fosse o mais pecador , mas dos burlões o mais honesto , sem nunca me harmonizar com o que sinto em mim . Às vezes o caminho parece-me tão perto do não ir e tão longe do ficar . As pessoas dizem-me que sou bom e eu acho que sou bom o bastante para ser ruim , mas talvez não ruim o bastante para não ter algo de bom . Pego-me perguntando a mim mesmo se a minha forma de ser faz sentido para os outros . E se aquilo que os outros pensam faz algum sentido para mim . Não sei se aquilo que calo é mais importante que aquilo que digo ou se aquilo que digo , apenas fragiliza aquilo que calo . E os opostos continuam em mim , numa eterna batalha , numa desarmonia que harmoniza a desordem que em mim  procura a ordem que nunca conheci . Sou o lado negro da minha alma cintilante e o negrume que cintila de encontro à luz que exalo . Sou um ser complexo na minha simplicidade complicada de ver a vida que desconheço , numa meta que estabeleci , mas que não alcanço . Rio no choro que me corre na alma , ensopando sentimentos em sorrisos que são salgados . Vivo , acreditando em sonhos que alimento com a fome do meu sábio desconhecimento . Sou um rei sem trono no meu mundo anarquista cujo governo que eu sou é destituído por mim a cada instante . Sou miragem de um deserto feito da água que brota dos meus olhos , chorando os sonhos que não cresceram , aqueles que nunca me permiti viver , porque um lado da minha vida é morte , daquilo que jamais me foi dado . Dou-me na avareza do abraço que fica por dar e aperto num amplexo de ternura o ser que nunca na vida pude abraçar . Perco-me nos labirintos que tracei e que são estradas planas , nas montanhas das decepções , infinitas como o vale da tristeza . E no meio desta confusão , eu sou aquilo que nunca fui e jamais serei aquilo que deveras sou e vive em mim o oposto de mim mesmo , matando-me na vida que um dia me foi dada , em que cada alvorada é noite e em que cada noite vivo uma eterna madrugada .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:47

Ponderação ...

Segunda-feira, 04.10.10
Um carpinteiro percorria a floresta em busca de madeira para o seu trabalho . Parou para cortar um ramo junto a um rio , o machado saltou e foi dentro de água . O carpinteiro fica aflito por perder o seu instrumento de trabalho e tanto se lamentou , que Deus comovido resolveu ajudá-lo . Deus compadecido perguntou ao pobre carpinteiro a causa de tão grande desespero . O carpinteiro contou que ao cortar o ramo , o machado saltara e fora cair no meio do rio e que era tão pobre que não podia comprar outro . Deus abriu as águas com um gesto e retirou do rio um reluzente machado de ouro e perguntou ao carpinteiro se era aquele o seu instrumento de trabalho . Embora fascinado com a beleza do machado , o carpinteiro disse que não era seu . Deus voltou a abrir as águas e retirou do fundo do rio um machado de prata . De novo perguntou ao carpinteiro se era aquele o seu machado e embora o achasse muito belo , o carpinteiro disse que não . Abrindo de novo o leito do rio , Deus retirou o machado de madeira que mostrou ao carpinteiro , que reconhecendo o seu machado , o pegou e agradeceu a Deus por ter retomado a sua posse e continuou alegremente o seu caminho . Deus comovido com a honestidade do carpinteiro , chamou-o de volta e deu-lhe os outros dois machados de presente . E tudo correu bem para o carpinteiro , até ao dia em que indo passear com a sua esposa para as margens do rio , esta tropeçou e caiu na água . O carpinteiro lastimou-se de um tal modo , que Deus ouvindo-o mais uma vez se compadeceu e resolveu ajudá-lo . O carpinteiro explicou a Deus o que tinha acontecido , Deus abriu o leito do rio com um gesto e retirou uma mulher lindissima , de uma beleza invulgar . Deus perguntou ao carpinteiro se era aquela a sua esposa e ele logo respondeu que sim . Deus ficou irado e decepcionado com o carpinteiro que afinal lhe mentia e confrontou-o com a sua mentira . O carpinteiro então explicou a Deus o motivo da sua mentira , dizendo : - Senhor perdoa-me , eu não tenho por hábito mentir , mas o que fiz foi por precaução . Se eu tivesse dito que esta senhora não é a minha esposa , o Senhor por certo retiraria outra , e quando eu dissesse que também não era essa , o Senhor retiraria a minha mulher e depois para agradecer a minha fidelidade o Senhor iria mandar-me ficar com as três , e eu sou humilde e pobre e não tenho como sustentar três mulheres , Senhor . E por isso eu disse sim logo à primeira . E Deus sorriu e perdoou . E isto prova que nós homens nunca mentimose que quando inadvertidamente o fazemos é sempre por causas nobres e carregados das melhores intenções . Portanto nunca mais na vida nenhuma senhora poderá com verdade afirmar que homem fiel não existe . E muito ponderado também ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:04


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas