Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



OBRIGADO

Quinta-feira, 30.12.10

 

No final de mais um ano , amor , quero agradecer-te porque na tua vida tu encontraste um cantinho para acolher a minha . Renunciaste a algumas coisas para poderes estar comigo ,  e nalgumas alturas praticamente morreste porque me fizeste dádiva da tua vida para que eu pudesse viver . Sempre me disseste não seres corajosa , mas entraste comigo numa viagem que sabias ser cheia de dores e percalços . Em altura alguma pensaste em ti e te perguntaste até que ponto a minha vida na tua, te era conveniente , apenas me abriste os braços e acolheste . Sempre me aceitaste como sou e nunca ouvi de ti grandes criticas . Devo-te muitas horas da tua vida , aquelas em que lutaste a meu lado , em que quase obrigaste o meu coração a bater . Obrigado por todas as coisas que deixaste de fazer por mim , pelos passeios que não deste e as horas em que não dormiste . Porque em tantas noites as minhas dores não me permitiram dormir e ficaste acordada comigo e mesmo assim exibias um sorriso feliz na manhã seguinte . Obrigado pelas vezes em que me acalmaste , em que me garantiste que tudo ia dar certo e em que estar no teu abraço , era o mesmo que estar no colo de Deus . E foi contigo que mais me aproximei da vontade de Deus , porque contigo tive serenidade e coragem . Obrigado porque nunca te chateaste quando eu ficava calado , quando me isolava , ou quando era mais seco ou rude . Obrigado pela paciência com que levaste as minhas zangas e pela calma com que toleraste os meus erros . Obrigado porque comigo soubeste ser esposa , amiga , cúmplice e até aprendeste a fazer o meu doce preferido . Obrigado pelo orgulho que sentes do meu trabalho , e pelo apoio que me dás em tudo o que faço . Obrigado por todas as lágrimas que choraste por mim , mas que não me deixaste ver . Obrigado pelos "puxões de orelhas" quando os mereci , obrigado pelo  limite imposto que me poupou ainda assim tantos sarilhos . Obrigado por sempre me fazeres comer por muito que eu diga que não me apetece . Obrigado pela calma com que aturas as minhas infantilidades e a cumplicidade com que às vezes escondes os meus erros , ainda que furiosa comigo . Obrigado por te integrares plenamente na minha família , amando todos e sendo amada por eles e obrigado quando me deixei iludir por alguém e tu me mostraste que eu estava errado . Obrigado por teres caminhado ao meu ritmo que tem sido tão lento . Obrigado porque me deste tanta coragem ficando ao meu lado e nunca questionaste a possibilidade de não estares . Obrigado pelas vezes que enxugaste as minhas lágrimas e me fizeste sentir amado . Um dia quando adoeci , no meio de uma discussão alguém me disse a seguinte frase : - Para que me serves tu se estás a morrer? , e essa frase ficou como ferro na minha alma , obrigado por me mostrares que precisavas de mim mesmo doente e obrigado pela teimosia com que me fizeste caminhar no sentido da cura .  Obrigado por guardares o amor que sentes por mim como um tesouro . Obrigado por estares sempre aqui , por eu saber que jamais chamarei no silêncio . Obrigado por aturares os meus defeitos e por tolerares coisas que te magoaram profundamente . Obrigado , meu amor...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:50

O meu eterno ano novo

Quarta-feira, 29.12.10

 

As pessoas passam grande parte da sua vida sem saberem aproveitar as coisas que de melhor existem . Para mim a vida tem tanta coisa que posso aproveitar , saborear , receber como dádiva .

Para mim as melhores coisas da vida são , apaixonar-me , rir à gargalhada por um motivo qualquer , ir a um supermercado e não enfrentar aquela fila na hora de pagar e um banho bem quentinho nos dias de chuva .

Outra coisa boa é passar na rua e captar um olhar de admiração , receber uma carta bonita ou conduzir por paisagens de sonho . Uma das coisas bonitas é ouvir "aquela musica" na radio , um banho de espuma na hidromassagem e uma conversa boa com a minha mulher . Uma das coisas boas é o mar , correr na areia e achar uma concha linda , ou meter a mão no bolso do casaco que não visto desde o ano passado e encontrar esquecido um bilhetinho de amor . Amo rir , rio de mim mesmo e rio muitas vezes sem alguma razão lógica , amo ouvir a minha mulher dizer que me acha bonito , faz bem ao ego , ora essa . Amo rir de uma lembrança , amo os meus amigos , amo ouvir sem querer alguém dizer coisas bonitas a meu respeito . Amo acordar no meio da noite e perceber que ainda tenho umas horas para ficar na cama , quentinho , amo fazer novos amigos e ficar sempre presente na vida dos amigos de sempre .  Amo conversar à noite com "aquele amigo chato" que não me deixa dormir , ( Não é Dr. Carlos?) e amo que a minha mulher brinque com o meu cabelo e me chame ouriço de um jeito provocador . Adoro sonhar coisas boas , adoro passear com os meus amigos , amo dançar , seja que ritmo for e amo beijar na boca .  Amo ver um bom espectáculo , seja musical ou teatro , adoro sentir arrepios quando me tocam as costas nuas , amo ganhar uma aposta ou um jogo muito complicado , amo passar tempo com os meus amigos e amo fazer com que riam sem razão aparente , só porque estão felizes . Uma das melhores coisas da vida é agarrar com firmeza a mão de um amigo , rever um amigo que não via há anos e descobrir que continua o mesmo , sincero e leal , e olhar nos olhos da mulher que amo e saber que o amor é eterno e incondicional . Amo que me apertem num abraço e amo o olhar de uma criança à qual ofereci um presente que ela queria muito , amo ver o nascer de cada dia , talvez porque durante muito tempo temi não ver o dia seguinte nascer , amo levantar-me sorrindo e agradecer a Deus por estar vivo . E por tudo isto eu não vivo na ilusão do novo ano que vem ai , porque não é uma transição num calendário que faz alguém feliz , mas sim o que sentimos bem dentro de nós.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:31

Fazer Plágio É Mostrar Ignorância

Terça-feira, 28.12.10

Às vezes fico triste com isto da internet . Por um lado é bom , promove a comunicação em tempo real , aproxima amigos , dá a oportunidade de conhecer gente diferente . Diz-se que a internet é um mal necessário , não concordo , a internet só é má , quando são más as pessoas que a utilizam . E cada vez mais a net é usada para mentir , para deturpar e até para o plágio . Andam pela net textos meus assinados com outros nomes e também já vi um texto que não é meu , assinado com o meu nome . Vejo em sites e blogues um monte de textos meus creditados a outros autores ou dados como sendo de autor desconhecido . Outras vezes vejo textos meus modificados , acrescentados , ou simplesmente truncados por frases que lhes roubam ou alteram o sentido . Tenho a certeza que este roubo desavergonhado na net por direitos autorais atingem também outros escritores , e que escrevendo diariamente não conseguem registar todos os textos . Geralmente é o leitor mais assíduo que reconhece o estilo do seu escritor favorito e o indica como autor , reconhecendo a fraude .

Não é um crime dos mais graves , mas não deixa de ser crime . Todos os escritores são de facto vitimas faceis desses plagiadores , e a internet promovendo e compactuando com o anonimato dos seus utilizadores , compactua com essa forma de crime .

Todos perdemos com isto , desde nós escritores , no meu caso não dependo da escrita para sobreviver, mas alguns escritores sim e é um crime vergonhoso ver o seu trabalho creditado em nomes de terceiros .

Assim como é crime acrescentar frases a um texto que o adultere , mesmo colocando o nome do autor inicial , porque isso destrói os pensamentos e a obra tal como foi criada .

Perdem os leitores , que lêem textos adulterados , muitas vezes já tão descaracterizados que carecem de toda a lógica ou sentido .

Nada tenho contra a net , uso-a como instrumento de trabalho e também de comunicação , mas gostava que as leis que protegem a propriedade intelectual fossem mais restritas e que os plagiadores tentassem ser produtivos e criassem eles as suas próprias obras .

Fazer plágio é passar a si mesmo um atestado de burrice .

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:23

Dores humanas

Segunda-feira, 27.12.10

 

Na vida todos passamos por dores mais ou menos agudas. Desde as dores físicas às dores morais , mas existe uma dor bem maior , a dor que nos acompanha sempre , a saudade . A saudade pode vir na forma de um amigo querido que partiu , de um familiar que mora longe , saudades dos nossos pais , saudades até das nossas brincadeiras de meninos . Saudade do perfume da professora primária ou do gosto da fruta colhida no pé . também sentimos muitas vezes saudades de nós mesmos , do que poderíamos ter sido e não fomos , saudades daquilo que não chegamos a ser . Existe também uma saudade agoniosa , a saudade da pessoa que se ama . A saudade do calor , do sorriso , da presença e até das ausências partilhadas , saudades mesmo quando um está na varanda e o outro na sala , saudade mesmo quando o ser amado está a um simples passo . Saudade mesmo quando um sai para trabalhar e o outro fica , mesmo sabendo um do outro , saudade quando se passa o dia distante mesmo sabendo que a noite terminará essa dor . Mas a saudade pior de todas é quando o amor termina e fica aquela saudade que não vai . E a saudade passa das coisas conhecidas , à saudade do absoluto desconhecimento . Antes a saudade era pela ausência a termo certo , que depois passa a saudade sem término . E fica a vontade de saber se ela ainda lê aqueles livros , se ele anda se cuidando como deve ser . Saudade de não saber se ele saiu para a rua com pouca roupa em pleno inverno , saudade de não saber se ela parou de fumar . Nesse caso a saudade é não saber e muito menos saber como gerir essa saudade ,como evitar o choro perante "aquela musica" , como encher-se de trabalho para não pensar , não saber como fechar os olhos e absolutamente esquecer . A saudade de não querer saber e ainda assim o desejar , a saudade de não querer mais amar e ainda assim doer . A saudade de um não querer , que não querendo , fica ali , não deixando absolutamente esquecer .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:56

O Meu Natal

Sexta-feira, 24.12.10

 

Este ano não escrevi post de Natal , porque achei que mais importante que falar , é partilhar. Por isso fizemos um pequeno video que mostra e partilha com todos os meus amigos e leitores aquilo que é o Natal para nós e como o comemoramos . Fica aqui uma amostra pequena dos nossos gostos e tradições , a minha mulher , Maria , relata um pouco sobre os doces e as suas caractarísticas e nomes que nunca lembro .

Deixo a todos um pouco então do nosso Natal e um voto especial de continuação de um Santo Natal para todos .

Um abraço

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:16

A Forma Mais Rapida de Perder Alguém

Quarta-feira, 22.12.10

 

A forma mais rápida de perder alguém , é ensinar esse alguém a sentir que pode viver sem nós . Muitas vezes erradamente , tentamos punir quem amamos com a nossa ausência , sem nos darmos conta de que estamos somente a cavar um fosso irremediável . O amor cresce e floresce na suposição de que não podemos viver sem o ser que amamos e tudo fazemos para não perder , para evitar dor e sofrimento . Mas quando o ser que amamos nos exclui da sua vida ainda que temporariamente , mostra-nos por um caminho mais ou menos doloroso , de que afinal podemos viver sem essa pessoa . Que ao contrário do que esperávamos , sobrevivemos à ausência e com o passar do tempo damo-nos conta que já sabemos viver sem a pessoa que julgávamos insubstituível . O pior erro é mostrar que afinal a ausência é suportável e que a dor se atenua a cada dia . A melhor forma de resolver problemas a dois , não é fugindo , é conversando , superando , entendendo . Situações existem que são muito complexas , mas mesmo essas devem ter uma solução melhor que um afastamento pseudo punitivo. Ao contrário do que pensamos o afastamento não cria saudade , o que cria saudade é o amor , o afastamento gera frieza , incompreensão e distância . O amor não tolera tudo , pelo contrário , costumo comparar o amor a uma jarra de cristal , linda e frágil , que quando se parte , ainda que se juntem e colem os pedaços , nunca mais será a mesma . A beleza estará maculada para sempre e jamais voltará a ser como era antes . O amor é um sentimento intolerante , caprichoso , egoísta , mas também muito belo e pleno de vida . Mais complicado que saber amar , é saber deixar-se amar . Muitas pessoas não sabem deixar-se amar , não entendem o amor , prendem-no num estereotipo que acham ser o certo e tudo que fuja a esse parâmetro é considerado anormal . O amor não se enquadra em regras ou tipos , o amor renasce , renova-se , surge de milhares de maneiras e é belo em todas elas . No amor não interessa muito quem procura , quem cede , quem limita , o que conta é o que completa cada ser humano e o que o torna feliz . Acredito que muitas pessoas passam pela vida sem nunca amarem de verdade , porque amar requer dar mais que receber , requer ser doação e abraço. Nesta nossa geração muitos casamentos foram verdadeiros fracassos , porque os envolvidos casaram sem amor , apenas porque era giro estarem juntos , ou excitante , ou porque o sexo era bom . Mas amar é bem mais que isso , sexo é bom , conta para o sucesso do casamento , mas conheci casais que não praticavam já sexo por diferentes motivos e que se amavam e amaram infinitamente. O amor é algo muito difícil de explicar , podemos ter sexo quando queremos , mas só amamos quando alguém toca a nossa alma . Um amor pleno é um presente de Deus para nós , é uma pena quando não o sabemos aceitar . Seja como for , gostava que todos os casais do mundo aprendessem que amar é muito mais que desejar e que fazer sexo não é declaração de amor ou paixão . Gostava que todos partissem para um relacionamento sério , só quando cientes de um amor verdadeiro , para que não existam mais lares desfeitos , mais filhos de pais separados , mais dores e desapontamento . Hoje vemos a família como uma instituição falida , mas na verdade fomos nós que desvalorizamos esse laço , levando tudo de animo leve e apostando só no dia de hoje . Se hoje foi bom , então vamos em frente , e é tão errado pensar assim . Que todos os casais saibam unir-se somente com a certeza de um amor pleno , porque quando se ama tudo se ultrapassa . Casar amando verdadeiramente , não significa que o relacionamento esteja isento de discussões , de mal entendidos , de alguma dor , mas é garantia de que tudo será ultrapassado e superado com maturidade . E que todos se convençam que não há pessoas insubstituíveis , que o que as torna insubstituíveis é não darem oportunidade de serem substituídas , é o companheirismo e a presença . Quando alguém se afasta para fazer sofrer o outro , certo que o amor é eterno , pode deparar-se com o inverso , pode acontecer , que quando voltar , ciente que chega como um presente de Deus , se dê conta de que já é tarde demais e que a realidade que julgava certa já não existe  . E não há dor pior que perder um grande amor , apenas por não ter sabido amar .

Não existem amores eternos, existem sim amores que se cultivam eternamente .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:29

Então Mate-o ...

Sábado, 18.12.10

 

Uma certa mulher procurou desesperada um Mestre para lhe contar a dor que a levava ao mais louco desespero . Apesar da estranheza da situação o Mestre dispôs-se a ouvi-la ...

- Mestre - começou ela - preciso muito do seu conselho . Eu amo muito um homem , mas esse homem abandonou-me e trocou-me por outra . Eu amo-o tanto que enlouqueço de o saber com outra e o ódio por ele turva a minha razão , que posso fazer?

Percebendo que o desespero estava a levar aquela mulher à loucura , respondeu : - Mate-o, assim não viverá consigo nem com mais ninguém .

Todos os discípulos ficaram horrorizados perante tal conselho , era a primeira vez que o viam aconselhar alguém de forma tão errada . Ainda mais que aquela mulher estava frágil , quase rondando a loucura .

A mulher pareceu aliviada com o conselho e concordou que essa seria a melhor solução para não sofrer mais.

O Mestre continuou: - Vá até ao campo, perto daqui existe um ribeiro , junto às margens cresce uma planta com pequenas bagas amarelas , colha algumas dessas folhas , faça um chá e dê a beber ao homem que ama , é letal e ele morrerá .

A mulher seguiu rumo ao tal ribeiro , completamente disposta a assassinar o seu grande amor . Ao chegar junto do tal ribeiro a mulher viu um menino que olhava calmo o bailado de um pássaro magnifico , que esvoaçava por ali , ao alcance da mão da criança , que o olhava imóvel .

O menino olhava tão intensamente o pássaro que nem deu pela presença da mulher , até que acabou por partir.

Quando o pássaro voou para longe a mulher comentou que o menino parecia adorar o pássaro .

O menino disse que gostava muito do pássaro e que tinha pena que tivesse ido embora .

A mulher perguntou , porque não colocava ele uma armadilha para apanhar o pássaro , já que gostava tanto dele ao que o menino respondeu : - Não minha senhora , não posso tirar a liberdade de um ser que nasceu livre , apenas por um desejo meu . Sou feliz quando ele aparece aqui e sou igualmente feliz quando me lembro da sua beleza , mas colocá-lo numa gaiola , seria condená-lo à morte . Existem muitas coisas bonitas neste mundo , sem no entanto ter que as sacrificar perante os meus desejos .

A mulher ficou pensativa perante essas palavras e foi embora sem colher as tais folhas .

Na casa onde residia o Mestre e perante os discípulos, ele dizia : - O amor verdadeiro é composto de amizade e sinceridade , o falso amor é composto de alguma amizade , alguma sinceridade e muito egoísmo .

Feliz é o homem capaz de reconhecer na fraqueza de outro homem o limite para o seu egoísmo .

E feliz o homem que sente perante o egoísmo dos outros , a luz para procurar a sua evolução .

Na altura nenhum dos discípulos o compreendeu e aquela mulher nunca soube que as folhas que ele lhe mandará colher eram absolutamente inofensivas e sem nenhum tipo de veneno .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:11

Pequenas coisas

Sábado, 18.12.10

 

Quem for indelicado , estará assassinando o sentimento daqueles que o amam .

Quem fica desatento aos outros , não mostra ser educado nem bom filho de Deus.

Quem age com desprezo , acabará sempre magoando alguém .

A impaciência é uma bofetada sem mão , em todos que procuram apoio .

Cada perdão negado é uma demonstração de egoísmo .

O ressentimento é nada mais que amor próprio ferido .

Cada palavra áspera é vontade de magoar apenas .

Cada omissão de amparo é a negação de um ensinamento .

Em cada carinho negado , há um aumento de tristeza .

Em cada oração esquecida , perde-se um pouco de fé .

Nos juízos maldosos , crescem os pensamentos mais mesquinhos .

Em cada boato inventado , peca-se contra a verdade .

Saber enxugar um pranto é fazer o outro mais feliz .

Cada acto de fé é o renascer da esperança .

Cada sorriso doado , acende um raio de sol .

Em cada espinho lançado é ferido algum sentimento .

Por cada abraço dado , haverá um acréscimo de paz .

Em cada amor verdadeiro , há um sorriso de Deus

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:09

Obrigada, Com Carinho

Quinta-feira, 16.12.10

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:22

Doar Sangue É Doar Vida

Quarta-feira, 15.12.10


A Inês é uma aluna do 12º ano, de Pinhel, Manigoto, que precisa de um transplante de coração.

Tem um tipo de sangue raro.  Se souberem de alguém que possa ajudar, agradecemos, caso contrário divulguem

esta mensagem.

Um abraço

 

 

U R G E N T E

 
 

 Cumprimentos 

 

1.     Coloco aqui porque sei que será lido por muita gente. Pedido de sangue!

2.     Por motivo de doença grave, um ser humano está hospitalizado à espera de ser operado. Ainda não o foi porque tem um sangue raro (só 2% da população mundial tem).
Trata-se do sangue Tipo B-

Pede-se a quem tenha este tipo de sangue que contacte com urgência: 

4.     Luís de Carvalho -    931085403 

5.     Pedro Leal Ribeiro -    222041893  Fax: 222059125

6.     Se não puderes ajudar, divulga

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:57


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas