Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Há cada uma ...

Quarta-feira, 22.01.14


Cada vez vejo grassar mais ainda a falta de cultura que assola as nossas gentes . Mas se acaso se pensa que esse é um problema exclusivamente português , desenganem-se . Em tempos idos , quando as pessoas tinham orgulho em falar correctamente e em escrever de igual forma , não se assistia à pouca vergonha em que a mídia se transformou . Um dia destes , em que assistia distraído ao telejornal , ouço uma apresentadora dizer o seguinte: " Estão cerca de 3 pessoas...". Que eu saiba, usa-se esse termo , quando nos é impossível determinar o numero de pessoas presentes e se faz um calculo por estimativa. Mas se estavam três , então estavam três e nada mais havia a dizer . Num programa de televisão Brasileiro, ouvi uma outra informação que me surpreendeu , dizia a apresentadora , com ar muito entendido , que um individuo havia sido acusado por roubo e furto . Pensava eu na minha ignorância , que roubo e furto é a mesma coisa , mas segundo essa senhora são crimes diferentes . Num outro programa , este bem português , dizia um comentador, falando sobre o caso de um emigrante Português que foi assassinado no Reino Unido , que a vitima tinha sido atacada quando ainda estava viva . Eu gostava de saber , se existiria algum criminoso, que se dedicasse a atacar e a matar vitimas já mortas . Eu penso que se instalou uma mediania tão grande , uma incompetência tão grande , que já é normal o erro e a asneira . Vi em algumas escolas , trabalhos de alunos e professores , expostos nas paredes para que os visitantes pudessem ver , com tremendos erros de português . Tive a oportunidade de ler mails , tanto de professores , quanto de formadores da Formação profissional , carregados de erros . Pergunto a mim mesmo , de onde saiu esta fornada de professores, como podem eles preparar jovens ou adultos , se eles mesmo não estão preparados . Já ouvi da boca de professores, e de formadores , expressões como "puse-a", "traze-a"... Perante isto, sinto-me perplexo . Sinceramente não sei como algumas pessoas chegaram aos postos de trabalho onde se encontram . Tenho pena que cada vez mais se dê valor a partidarismos , a cunhas, a jogos de bastidores e os candidatos sejam escolhidos para cargos, por tudo,menos pela sua competência . 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:25

POETA

Sábado, 11.01.14

 

O poeta procura no tempo , um tempo em que só ele acredita. O poeta vê no tempo, o tempo que ninguém vê . Talvez os poetas sejam loucos ou louco seja o mundo que os não entende . Não se escolhe ser poeta , a poesia nasce na alma e jorra para o mundo sem que nada a detenha . O poeta vê estrelas onde os outros nada vêm ou nem se dão ao trabalho de olhar . O poeta é um ser diferente, daqueles que nascem sentindo as dores que mais ninguém entende e dando valor ao que mais ninguém dá . O poeta perde-se na noite das lembranças ou passeia na paisagem dos sonhos que ele mesmo inventou . O poeta é efémero como o voo de um pássaro e livre como o horizonte que se perde ao longe e que a nossa vista não consegue alcançar . Ser poeta é saber rir , saber chorar , saber esperar , aceitar e inventar . O poeta cria uma paleta imaginária e com ela retoca as cores do céu . O poeta grita verdades com um sorriso e inventa mundos que não abre paraninguém . O poeta tem uma alma com a alvura de uma rosa branca e com a inocência de uma criança que olha só o que a vida tem de belo . Ser poeta é ser capaz de abraçar o mundo , de abraçar a Natureza e ser capaz de ter a audácia de envolver Deus nesse seu abraço . Ser poeta é sonhar com um mundo melhor e acreditar que cada homem é capaz de dar um pouco de si , para um todo perfeito . Ser poeta é entender o valor de um sorriso e o peso de uma lágrima , é chorar sem sentir vergonha , porque são também poesia as lágrimas dos poetas . Ser poeta é sentir-se gigante , num pequenino e efémero instante , quando elevado nas suas rimas , o poeta se sente maior entre os seus , tão grande que chega a imaginar-se um deus . Mas ser poeta é sentir-se também pequenino , perdido nas encruzilhadas da vida , sem saber em que esquina virar , em que rua seguir , exausto , sedento de carinho . Ser poeta é ser gigante , ser sábio , ser coerente , mas ser poeta é também , ser menino , ser pequenino , ser um pingo de gente . O poeta cresce e agiganta-se nas suas verdades gritadas , nas suas penas passadas , porque é de penas que se faz a grandeza do poeta. Mas quando um dia , porque há sempre um dia , o poeta se cansa , o sonho termina, o dia cai e as nuvens da cor de chumbo , toldam e cerceiam a manhã primaveril do poeta, nesse dia o sonho morre e a alma do poeta cai em farrapos de uma fantasia morta . Nesse dia a natureza clama e Deus do seu Celestial aposento , solta de leve um lamento , porque até Deus lamenta , quando se perde um poeta . As fadas terminam as suas danças e tristes recolhem-se num silêncio pesado , que cheira a adeus e a morte. A chuva cai , escorre lentamente sobre a face pálida do poeta que já não sente, a natureza chora , e o vento grita num longo clamor " Hoje morreu um poeta". As rosas deixam cair as pétalas e os ribeiros choram no correr lento das suas mágoas , porque morreu um poeta . Então , quanto vale um poeta? Muito , dirão vocês , se até Deus o lamenta , se a natureza chora , se as águas deixam de cantar ... Nada , direi eu ... Um poeta não vale nada , é apenas um cristal bonito , um coração triste e cansado, que sempre acreditou que a sua missão era amar. Quem liga para um poeta, que passa a vida a sonhar?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:41

O Meu Caminho

Sábado, 11.01.14

 

Todos nascemos como um mapa em branco onde todos os caminhos nos são permitidos . Ninguém traça a nossa caminhada , ninguém determina o nosso caminho, somos nós que traçamos as linhas por onde queremos ir . Muitas vezes diz-se que cada um nasce já com o seu destino traçado , não é verdade . Se assim for , vir à Terra não teria sentido porque viríamos apenas fazer o determinado , sem sequer podermos ser acusados e culpados pelos nossos actos , fossem eles até criminosos, uma vez que apenas estaríamos a cumprir a vontade de uma entidade superior que assim tinha determinado . Essa desculpa serve apenas para nos desresponsabilizar de actos nossos, cuja responsabilidade é e será apenas nossa . Por isso cabe a cada um de nós escolher um caminho , aquele que quisermos percorrer , tendo a certeza que a opção é apenas e só nossa . Eu decidi desde pequeno escolher o caminho do amor . É claro que com o tempo essa escolha trouxe-me dores e desilusões , sobretudo quando o meu caminho cruzou com outros caminhos meio perdidos na vida . Mas nenhuma dor me fez arrepender da decisão tomada . Escolhi ser sincero e verdadeiro no meu caminho , por isso de mim nunca ninguém terá mentira ou hipocrisia . Só abraço quando sinto vontade e nessa altura o meu abraço é sincero e apertado . Quando conheço alguém o meu cumprimento é sincero , o aperto de mão é firme e quando me apaixono , entrego-me sinceramente sem evasivas ou premeditações . Algumas pessoas acham-me fora de moda porque vivo a sorrir e a desejar o bem dos outros e sinceramente desejo-o. Por isso sou aquela pessoa simples que gosta de ouvir e ajudar os outros , aquele que se emociona e chora perante o final feliz de um filme ou perante a dor alheia , aquele que se encanta com um dia de céu azul , com um arco-íris ou o cantar feliz de um pássaro. Afinal eu sou um ser humano comum , mas um ser humano que optou por acreditar , por ser sincero e amar. Há pessoas que me dizem que não têm amigos , que não confiam em ninguém , eu respeito , mas não concebo viver assim . Eu vivo de coração aberto , de mente aberta também , pronto a acreditar na sinceridade dos outros , só assim a vida vale a pena ser vivida . Só é vida quando se vive com amor , sinceridade e emoção . Sei que por ser assim muitas vezes fui enganado pelas pessoas ditas espertas , que se acham no direito de trapacear porque também não confiam em ninguém . Mas nesses casos eu não perdi nada , porque eu fui eu mesmo , fui o que sempre sou e o peso da mentira ou da falsidade fica com quem o pratica . Porque para mim é infeliz quem trai um sentimento , porque é sinal que não o sabe sentir e muito menos respeitar. Infeliz é quem julgando-se esperto , moderno , inatingível , passa sobre os sentimentos e as emoções dos outros , provando que nunca merecerá a confiança ou o amor sincero de alguém . Pobres daqueles que nunca souberam amar e que sendo amados não souberam respeitar e retribuir esse amor . Para mim o mais pobre de entre todos os pobres é sem duvida o ser que passou pela vida e nunca amou . O mundo será melhor quando soubermos deixar por onde passarmos um rasto de confiança , carinho , maturidade , esperança e amor .
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:36





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas