Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Perguntas do dia a dia

Segunda-feira, 29.09.14

 

Hoje aproveito para deixar aqui perguntas idiotas que já me fizeram e que de certeza também já fizeram ao leitor.

Estou no escritório e peço um café.

-Quer na chávena? -Pergunta a empregada

-Não- respondo eu-traga na mão...

Um dia em que fui a uma farmácia comprar soro fisiológico.

-Bom dia- cumprimentei eu- Tem soro em doses individuais?

-Tenho-responde a farmacêutica sorridente- Vai levar?

-Não- respondi eu- Perguntei só para estatística...

No meu banco, vou ao balcão descontar um cheque.

O empregado olha para mim e pergunta:- Vai levar em Dinheiro?

-Não - Vou levar em rebuçados...

Entro acompanhado de uma pessoa num restaurante e o solicito empregado pergunta em voz cordial.

-Mesa para dois, senhor?

-Não- respondo- mesa também para os fantasmas que nos acompanham.

Faço compras numa loja e quando me dirijo à caixa para pagar, tiro a carteira de cheques e a caneta.

O empregado da caixa olha e pergunta: - Vai pagar com cheque?

- Não - só tirei o cheque para fazer um desenho-respondo eu.

Apanho o elevador no subsolo, na garagem do prédio onde fica a minha produtora.

Entra um senhora de ar muito apressado e pergunta: - O senhor vai subir?

- Não - respondo eu- Vou andar para o lado...

Perguntas ridiculas que merecem respostas impacientes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:59

O Direito no seu melhor

Quinta-feira, 25.09.14
A minha carreira como advogado, coisa da qual não gosto muito, apenas fica atraente se tiver um bom desafio. A maior parte dos processos que aparecem aos advogados são chatos, chatos mesmo. Sempre fui um advogado intuitivo e muitas vezes meti algumas calinadas. Tive histórias que ninguém imagina e que por motivos que se prendem com ética e com a protecção dos intervenientes não posso com grande pena minha , relatar aqui. Também exerci no Brasil e tive oportunidade de me deparar com coisas no minimo indescritiveis. Os advogados erram , obviamente, mas há alguns que abusam. Os clientes, geralmente pensam que o advogado sabe tudo e nem imaginam como somos apanhados em dúvida tantas vezes. O quanto é preciso ler e estudar para dar uma resposta adequada e o quanto é fácil fugir pelas laterais. Vou deixar hoje algumas das grandes calinadas de advogados e estudantes de direito Brasileiros, as dos Portugueses que também são muitas, fica para um próximo post.

".................................................,falecido em 08 de Maio de 2003, conforme certidão de óbito em anexo, doravante denominado reclamante, pelo seu advogado signatário, vem perante Vossa Excelência ajuizar de acção trabalhista..."
(De uma petição inicial na Vara do Trabalho em Varginha-MG).

 

Extracto de uma petição enviada por um advogado, cansado de notificar o tribunal, sem aparentemente ser levado em consideração, informando da morte do seu cliente.

 

 


"O devedor pode ser localizado na casa nº 242 da rua que fica aos fundos do cemitério, não precisando o oficial de Justiça alegar medo, como pretexto para não realizar a diligência, porque se trata de rua despovoada de almas do outro mundo".
(De uma petição, na comarca de São Jerônimo).

 

Uma investigação de paternidade , após uma noite de bebedeira.

 

" O contestante nega ser o pai da criança, pois não chegou à mãe do investigante. Mesmo tendo sido uma noite de orgias, com vários participantes, o investigado limitou-se a uma única cópula, com outra pessoa da roda, após o que ficou com o tiche murcho".
(De uma contestação em ação de investigação de paternidade, numa Vara de Família em Porto Alegre).

 

Também há quem tenha ideias de jerico.

 

"A empresa é responsável, em casos de assaltos dentro de seus coletivos, pois deveriam ter câmeras acopladas a satélites para a segurança de passageiros."
(De um voto vencido, em acórdão do TJRJ).

 

Também há explicações que não explicam nada...

 

"Edital é uma forma de fazer uma pessoa saber o que ela não sabe, só que muitas vezes, porque não lê o jornal, ela não vai mesmo ficar sabendo". 

(Resposta em uma prova de Processo Civil, na Faculdade de Direito da Grande Porto Alegre).

 

Há cada uma...

 

"O réu jamais se furtou ao recebimento da citação. Ocorre que reside em um local onde tem várias casas com o mesmo número, uma espécie de apartamento deitado".
(De uma contestação, em processo na comarca de Pelotas, com o réu tentando explicar que não se escondera do oficial de Justiça).

 

Este futuro advogado tem o potencial para honrar a classe...


"Bens móveis são aqueles que são fabricados nas marcenarias. Já os bens imóveis são aqueles que não se movimentam, como um edifício, e também, por exemplo, um veículo que por estar sucateado não tem como ser removido".
(De um universitário, ao fazer a diferenciação entre bens móveis e bens imóveis, numa prova de Direito Civil).

 

Esta nem eu entendi.

 


"A parte autora diz que no contrato de compra e venda estão presentes o sujeito e o objeto, mas não aponta onde estará o predicado". 

(De uma contestação em acção revisional).

 

Chumbava-te...

 

"Ordem de vocação hereditária é quando o filho segue a mesma profissão do pai, ou seja, filho de peixe, peixinho é".
(Candidato, em Exame da Ordem).

 

Isto sim , é um verdadeiro exemplo...

 


De uma petição de inventário em Sorocaba, SP: "O de cujus deixou uma decuja e 4 decujinhos..." ·

 

 

Mais claro é impossível...

 


Depoimento numa Delegacia:
"O pedestre não tinha idéia para onde ir, então eu o atropelei".

 

 

Isto é que é respeito pela vida amorosa dos outros...

 

 

De uma certidão de oficial de Justiça:
"Deixei de fazer a citação tendo em vista que o réu está em lua-de-mel e me respondeu por telefone que nos próximos dias não está nem aí...".

 

Isto é que é cobrar dividas...

 

Certidão lançada por um oficial de Justiça, em Passo Fundo, após efetuar uma penhora: "Penhorei uma mesa de comer velha de quatro pés"...

 

Haja boa fé...

 

 

Informação de oficial de Justiça, não tendo encontrado o réu:
"O mutuário foi para São Paulo melhorar de vida. Quando voltar, vai liquidar com o Banco".

 

Que informação tão pertinente...

 


De um termo de encerramento de laudo judicial, em processo que tramitou perante Vara Cível do foro João Mendes - SP :
"Os anexos seguem em separado."

 

E para terminar em grande...

 

Descrição da penhora feita por um oficial de Justiça de Porto Alegre:
"... um crucifixo, em madeira, estilo colonial, marca INRI - sem número de série..."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:51

Reveja-se o Revisor

Terça-feira, 23.09.14
Cada vez existem mais "gralhas" nos jornais. Ou por causa de um jornalismo desatento, ou por revisões mal feitas , a verdade é que às vezes sai cada uma de morrer a rir. Hoje deixo aqui uns exemplos bem claros.
Noticia num jornal Brasileiro sobre uma biblioteca Digital:
1. "Biblioteca terá livro gravado em CD para surdos".
Será que existe um CD para surdos?
Titulo de uma matéria numa revista de saúde.
2. "A nova terapia traz esperanças a todos os que morrem de câncer a cada ano."- Como é que é?

Uma noticia veiculada por uma TV privada: 

3. "Apesar do Instituto de meteorologia estar em greve, o tempo arrefeceu bastante ontem."

O frio não devia furar a greve aos senhores do Instituto de meteorologia.

Noticia sobre um festival:

4.  "Os sete artistas compõem um trio de talento."

Alguém aí teve uma enorme dificuldade em contar pelos dedos.

Notícia de um crime violento:

5."A vítima foi estrangulada a golpes de machado."

Sem palavras.

Noticia sobre um incêndio num hospital psiquiátrico:

6."No corredor do hospital psiquiátrico, os doentes corriam como loucos."

É mesmo? Que novidade...

Noticia sobre uma doença viral:

7. "Ela contraiu a doença na época em que ainda estava viva."

Que pena , devia ter contraído depois de morta , poupava trabalho.

Notícia num jornal do Brasil no ano passado:

 

8. "O aumento do desemprego foi de 0% em Novembro."

É, assim não dá...

Noticia sobre uma inauguração:

9. "O presidente de honra é um jovem septuagenário de 81 anos."

Percebeu alguma coisa? Eu não.

Notícia sobre um homicídio relatada por um repórter nervoso:

10. " Parece que a vitima foi morta pelo assassino".

Mas que grande descoberta.

Titulo de uma reportagem:

11. " A policia e a justiça são as duas mãos de um mesmo braço".

Bem , isso só pode resultar num todo defeituoso... e incapaz.

Noticia sobre um acidente aéreo:

12. "O acidente foi no tristemente célebre Rectângulo das Bermudas."

Há por aqui um engano geométrico.

Noticia sobre um problema agrícola:

13." " Quatro hectares de trigo foram queimados. A princípio, trata-se de um incêndio. "

Que estranho, se não for incêndio, terá sido o quê? Imolação???

Mais uma pérola de um repórter que relata um crime em directo:

14. "O velho reformado, antes de apertar o pescoço da mulher até a morte,suicidou-se."

Essa eu pago para ver...

Mais uma pérola de um repórter :

15. "Na chegada da polícia, o cadáver  encontrava - se rigorosamente imóvel."

Claro , há que ter respeito pela autoridade...

E por fim , fechando com chave de ouro , uma ultima pérola:

16. "O cadáver foi encontrado morto dentro do carro."

Mais um pouco e achavam o cadáver vivo.

Sem comentários.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:33

Essa Tal de ética

Sexta-feira, 19.09.14

 

Parece que foi aberta a guerra às bruxas. De um momento para o outro , parece que se move na sombra uma alma parda que resolve deitar cá para fora as piores calunias sobre todos aqueles que são afectos ao PSD ou que de alguma forma movem poder e influência. Ainda que essas notícias incomodem , pois arranham nomes e reputações, consegue-se "cheirar" o medo que provoca todas estas voltas e reviravoltas noticiosas. Achava eu , imaginem , que na politica haveria um mínimo de ética , vejam lá a minha ingenuidade. Acreditava eu, imagine-se, que o respeito pelos outros prevaleceria sobre as ambições pessoais. Nada tenho e por contrário elogio, o homem que sendo ambicioso, luta dignamente pela sua ascensão na carreira que escolheu, mas enoja-me o homem ganancioso, que cego pela sua sede de poder e ter, passa por cima de toda a dignidade e ética para alcançar o alvo. Todos os dias se ouvem notícias que atacam o bom nome de militantes do PSD. Chego a pensar que existe por ai uma caça às bruxas nada discreta e que assenta apenas no medo das próximas legislativas. Isto de andarem a pavonear-se e a fazer promessas que não podem cumprir, já não engana ninguém , então há que denegrir a imagem de quem sempre deu o melhor de si. Parece que os milhares de simpatizantes tirados da cartola, não chegam para acalmar o temor que assenta num passado recente de politica medíocre e destrutiva. Imagine-se se o PSD usasse da mesma moeda e desatasse a atirar em todas as direcções. Mas a verdade é apenas uma, o próprio PSD tem culpa desta situação, tendo conservado por isenção politica e ética, claros opositores em orgãos de chefia. Tendo permitido assim , que o escorpião tente fazer aquilo que melhor sabe, atacar.

Por mim podem bater-se nos duelos que quiserem , até porque sempre me foi dito que quem alega , prova. Já está mais que provado , para quem entende algo de psicologia e Marketing, que atacar quem governa e os simpatizantes de uma forma inescrupulosa, apenas vai fazer aumentar por eles a simpatia popular. Não me atrevo a apelar à ética, porque isso eu sei que vai escasseando e ninguém pode agir de acordo com o que desconhece. Mas se o que vem de fora não atinge , o mesmo não se pode dizer ao que vem de dentro. Isto para deixar uma palavra de desolação , sobre o comportamento de certos deputados regionais, que se vangloriam de conhecimentos meramente superficiais, para a título privado tentarem usar de uma influência meramente retórica, que ainda assim ofende e cerceia a vontade de quem quer e sabe trabalhar. E isto infelizmente verifica-se com um deputado do PSD, que não tendo nenhum tipo de cargo governativo e tendo uma vida moral a todos os títulos duvidosa, tanto na vida privada quanto na financeira, se outorga direitos que ninguém lhe concedeu. Acho que o mundo perdeu o juizo e que só mesmo à varada. Mas uma coisa é certa, cada um tem que ter a noção onde mexe, porque depois das consequências já ninguém se livra. E quem procura, acha...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:37

Passeio pela Ericeira

Terça-feira, 16.09.14

Há dias em que é preciso largar tudo para trás e viajar dentro de nós mesmos. Partilho aqui convosco um passeio tranquilo junto a uma das praias da Ericeira, onde acompanhado e em paz , pude carregar as baterias da alma. Fotos da passada sexta feira, início perfeito de um final de semana.

 

 

Passeando ao longo da praia, a uma distancia cautelosa dos salpicos que nos molhavam.

Uma foto tirada à paisagem que se abarcava da janela do restaurante onde almoçamos.
O mar revolto parecia um gigante cuspindo espuma
O contacto com a natureza é sempre um momento de paz
O ruído do mar revolto é musica para a alma.
Lindo de qualquer angulo , a voracidade de uma gaivota por um pedaço de "ouriço". Bolo tipico de uma pastelaria na Ericeira.
O mar estava tão encapelado que a água salgada nos atingia como chuva.
Caminhar ao longo do mar é de facto dos melhores remédios para alma.
E finalmente o almoço no restaurante a Baleia azul.
Nada como um encontro com a natureza para nos encontrarmos a nós mesmos e a quem amamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:43

Alma

Segunda-feira, 15.09.14


Confesso, não sei se é cansaço

esta poeira baça que cobre os meus sentidos

penso às vezes

que é apenas e só 

uma capa de desilusão

que se arrasta, pendente

dos meus ombros cansados

exalando uma poeira sufocante

que se me entranha na alma...

É um eterno recomeço que já aborreço

um eterno desejar

que me faz cansar

são palavras ditas ao acaso

momentos de tensão que deixam decepção

O meu eu desdobra-se procurando a diferença

a alegria , a paz

mas chega a mim apenas

centenas de cópias iguais de mim mesmo

que não variam nem mudam

que permanecem quietas à sombra da paz que procuro

E ai sim , envolto na minha capa

aquela que me aprisiona no tempo e no espaço

eu olho bem dentro dela

e penso para comigo

Ah, afinal é cansaço...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 09:31

A Amizade Revista na Nova Ordem da Moda

Quarta-feira, 10.09.14

 

 

 A ideia de que os amigos têm que ser para as ocasiões , como vulgarmente se afirma, transforma a amizade num mero conceito comercial. Para as ocasiões são as pessoas cujos serviços se pagam para nos resolverem algo numa ocasião determinada, amigo de verdade é outra coisa. Aos amigos tudo o que se faz não se cobra , não se atira ao rosto, não se diz por ai, o que se faz a um amigo , faz-se e pronto. Esquece-se, enterra-se. Por isso a amizade deixou de fazer sentido, hoje o conceito de amizade vem pejado de interesses e de cálculos, amigo é aquele que pode mais, o que tem mais como ajudar. Ou seja, aquilo que antigamente eram apelidados de "cunha" ou de "padrinhos"agora passou-se a chamar de amizade. Ser amigo é ser sincero, é apontar o erro, se erro houver e não uma convenção de palavras doces, de amabilidades calculistas e de compadrios cobrados a peso de ouro.Hoje os parametros para a amizade baseiam-se no facto de a pessoa não faltar "às obrigações"que parece que a amizade actual implica. Se um pobre mortal se lembrar de ser amigo, daqueles à moda antiga, que gosta porque gosta,fica logo com o rótulo de ser um péssimo amigo e mais, um alvo a abater. Eu acho que o mundo enlouqueceu e ninguém me avisou. Para mim os amigos ainda são aquelas pessoas de quem nada espero, materialmente, entenda-se, mas com quem eu amo estar, conversar, rir e brigar se for preciso. Para mim amigo é aquele que eu escolhi, porque o meu coração optou, não tem que ter motivo, não tenho que o ver todos os dias e ele nem tem que ser tão meu amigo quanto eu dele, afinal que culpa tem o pobre que eu o tenha eleito como tal. A presença dos amigos não tem que ser algo util, basta que existam e nos encham a alma de carinho e cumplicidade sã. Quando se é amigo de verdade, a amizade não tem um percurso definido, nem temos que saber porque começou e quando. Começou simplesmente.A amizade sincera costuma ser para sempre, exactamente porque não obedece a planos nem a expectativas. Para mim tão infame é o amigo que vê o outro precisar de ajuda e não ajuda, assim como aquele que se torna "amigo"apenas e só porque quer obter proveito e cuja amizade só durará o tempo em que recebe essa ajuda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:57

O Tempo ...

Quarta-feira, 10.09.14




Quando o dia chega ao ocaso, depois do "Adeus", quando a tarde cai plena de cansaço e com ele vem a insegurança ou a realização do trabalho feito . O dia chega ao fim bem devagarinho , trazendo consigo o ritmo calmo do entardecer. A tarde abraça-nos como uma amiga no seio da qual se pode descansar . A tarde que antecede a noite e toda a sua tranquilidade . O fim do meu dia é como mar que revolve a areia , no qual me abandono e penso em tudo o que a vida me deu . Penso no que fiz durante o dia , o que deixei de fazer e o que podia ter feito e não pude ou não quis fazer . A vida é assim , feita de eternos começos , recomeços e finais, de sonhos pequenos , grandes e realizáveis ou não . Cada fim de tarde é uma pagina da minha vida que se preencheu , de modo certo ou errado , mas certamente da melhor forma que consegui . O fim da tarde é para mim momento de recolhimento, de avaliação do mais um dia que se foi . Registo em mim , conversas , factos , vitórias e derrotas . Sou assim , meio perdido no tempo que me gasta as forças e com o qual combato a cada momento . Tempos houve , em que julguei ter feito um pacto com o tempo , mas hoje sinto que ele me foge e que o nosso pacto se vai rompendo . Seja como for nunca dei ao tempo , menos do que lhe prometi . Com o tempo aprendi que o "até amanhã" pode ser um até nunca mais . Pela janela entreaberta vejo o dia morrer numa angustia calada, como se em vão tentasse agarrar uma esperança fugidia . Vivemos de até amanhã, de um sorriso rápido , do tem de ser , tenho que ir , já volto , amanhã farei e sabemos que o amanhã pode estar longe demais . Ligo o som , escuto uma musica , fecho os olhos e ela envolve-me imortalizando o momento . O cansaço envolve-me e entrego-me , o cansaço anula a ansiedade , o medo de algo que nem eu sei o que é . E mais um dia termina assim , eu e o tempo , frente a frente, reiterando um pacto cada vez mais frágil . Ele é eterno , eu sou apenas o momento que passa , efémero, pequeno , entregue na languidez do meu cansaço .



Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:49

Lidando com os problemas

Domingo, 07.09.14

 

 

 Um dia destes, já faz um tempo, ao tentar escapar de uma chuva fininha e um vento desagradável, entrei num pequeno café e vi uma jovem , de rosto visivelmente cansado e gelado, que olhando o namorado ou amigo , perguntou com voz quase irritada:- Achas que a chuva vai passar?

O rapaz jovem , daqueles de olhar límpido e sorriso fácil , olhou-a e disse com ar traquina:

- Até hoje sempre parou...

A resposta do rapaz deixou-me a pensar em como seria bom se dentro de nós conseguíssemos ter essa consciência, a certeza de que tudo na vida tem um começo e um final. Se conseguíssemos pensar assim , as horas más seriam mais fáceis de suportar.

Existe em nós uma emoção que empola o sofrimento , a aflição. A aflição é como um vulcão que nos possui em momentos de dor, e que a uns faz cair em mil pedaços e a outros faz cair na realidade e lutar.

O que peço a todos , é que não se deixem dominar pela aflição. Que não fiquem sentados a chorar as dores da alma, porque dai apenas sai desespero.

E um conselho a todos, não enfrentem mais que os problemas presentes , pois a maioria das pessoas sofre a três dimensões, pelos problemas que têm , os que já tiveram e os que eventualmente um dia irão ter.

Aprendi com a minha própria experiencia, que a natureza todos os dias nos mostra o reverso da medalha. Quanto mais negra é a nuvem, mais limpida é a chuva. Quanto mais escura é a noite, mais brilhantes são as estrelas.

Por muito que a nossa vida seja repleta de dores ou problemas, sabemos que se acreditarmos, Deus jamais nos deixará sós.

A nossa descrença, falta de fé e aflição, vem do facto de esperarmos para a nossa vida grandes milagres, e deixamos de ver os muitos pequenos milagres que todos os dias Deus nos oferece.

A nossa própria vida é um milagre e o facto de termos todos os dias comida, casa, família, tudo isso são pequenos tesouros aos quais não damos nenhum valor.

Estamos sempre tão concentrados no nosso umbigo, tão preocupados com os nossos problemas, que eles se agigantam e deturpam a nossa visão.

E agigantam-se tanto, que nos sentimos vitimas e nos esquecemos que perante outros, somos privilegiados, amparados e amados.

Para quem está lendo este texto, e se acha uma vitima, já pensou, quantas pessoas conhecem um computador só de ouvirem falar nele. 

Quantas pessoas nunca puderem abrir um computador e ter acesso a internet , a informação e a diferença que isso faria na vida delas.

No entanto para o leitor , ter um computador é algo sem importância.

Ouço muitas vezes, pessoas a dizer que a ida do homem à lua foi uma mentira, a duvidar de tanta coisa, e somente porque foram privados daquilo que a nós foi dado, estudo, cultura e conhecimento.

Mas ainda assim nos consideramos vitimas, nada basta ao ser humano.

Existem pessoas que não conseguem sair do passado, que vivem olhando para trás, obtendo como resultado o facto de não viverem e irem atropelando tudo e todos.

Por isso os idosos falam tanto do passado, o que neles faz sentido,porque para eles o futuro é algo bastante curto e incerto.

Ninguém , mas ninguém mesmo, rico, apaixonado, Chefe de Estado, Rei, seja qual o lugar que ocupe nesta vida, tem uma vida de conto de fadas.

Todos temos tribulações, medos e dores, o que muda o resultado final é a forma como lidamos com essas situações.

Se o ser humano não fosse exposto ao sofrimento seria para sempre uma pedra bruta.

O diamante só adquire a sua beleza após uma situação de lapidação, as dores, os problemas, são os ensinamentos que nos preparam para a plenitude de nós mesmos.

O sofrimento torna-nos fortes quando lutamos e incapazes se nos deixarmos arrastar.

É mais uma vez a lei da vida.

O segredo de transformar a dor em vitória é acreditar, ter fé, saber que um dia tudo vai mudar para melhor.

Deus não decepciona quem crê nele, a quem não crê, ele nada deve.

Sempre que você leitor, se sinta transtornado com um problema, tenha fé, acredite que o caminho para algo melhor é esse mesmo.

Mesmo que um problema não termine de forma satisfatória, ainda assim não perca a fé.

De certeza haverá uma saída , basta que não entre em desespero e não ande em círculos.

Quando se fecha a porta, é necessário deixar de procurar forçar essa porta a abrir, concentre a sua atenção em procurar uma janela aberta.

Um bom Domingo para todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:36

Eficiência ...

Quarta-feira, 03.09.14

 

No escritório , o Silva , há sempre um Silva, que é sempre um funcionário sério , respeitado e respeitador, daqueles que faz carreira numa empresa. Fazer carreira não é bem o termo , é antes aquele que permanece na firma por muitos anos. Um belo dia , o nosso Silva dirige-se ao Director da empresa para apresentar a seguinte reclamação: - Estou nesta empresa há muitos anos , desde o tempo do seu paizinho , sempre desempenhei bem o meu trabalho , nunca faltei , e o meu salário não sendo mau , também não é propriamente um bom salário . Já o Vasco , que chegou aqui há meses , ganha bem mais do que eu. Sinto que isto é uma injustiça.
O Director fez-se distraído, fez que não tinha prestado atenção, e disse rodando a caneta entre os dedos:- Ainda bem que o senhor veio ao meu gabinete , oh Silva . Estou com um problema e preciso da sua ajuda. Quero comprar um presente de Natal para os funcionários, aqui perto há uma perfumaria, vá até lá e veja se tem 4711 Originla EDC. Sem perceber muito bem o que se pretendia , o Silva saiu apressado.
Minutos depois , voltou com ar decidido.
 - Então Silva ? - Perguntou o Director.
- Perguntei o que o senhor queria saber e a perfumaria tem o tal perfume.
- Quanto custa?
- Isso não perguntei.
- A perfumaria tem stock para todas as nossas funcionárias?
- Não perguntei.
- Existe a versão masculina também?
-Não sei , senhor...
-Esta bem - disse o Director -  fique ai um pouco , que já voltamos a conversar.
O Director pegou no telefone e ligou para o funcionário novo , o Vasco. Fez-lhe exactamente a mesma pergunta que tinha feito ao Silva . Alguns minutos depois , o Vasco entrou, com o ar decidido de sempre.
- Director - disse ele mal entrou, a perfumaria tem em stock , perfumes para todas as funcionárias. Se o senhor quiser oferecer também aos homens , também existe a versão masculina. E o preço das versões masculina e feminina é...€. Mas como eu disse que a compra seria em quantidade, eles fizeram-me um desconto de 20%. Fiz resrva sem compromisso , se o senhor quiser efectuar a compra , eu volto lá e confirmo.
O Director agradeceu e olhando com um meio sorriso para o Silva , perguntou:- O que tinha mesmo para me dizer , Silva?
- Nada , senhor Director , nada importante.
E sem tocar mais no assunto , o Silva lá continuou na empresa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:51


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas