Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Obrigado amigo

Domingo, 26.06.16

Ser amigo

Olá Gonçalo

Esperei uns dias para te responder como você merece.

Porque um amigo como você não merece um simples obrigado.

Ter amigos é bom , mas ter amigos como você é uma honra.

Porque você sabe ser amigo e sabe que amigo não é palavra que se usa com qualquer um.

Agradeço o seu carinho , a sua amizade e o seu apoio sempre presente.

Guardo em meu coração momentos únicos de que você faz parte.

Admiro o seu coração honrado e terno , admiro a sua forma de ser e agir.

Raramente passa neste mundo alguém com sua ternura , seu carinho e sobretudo sua verdade de amor.

Meu amigo querido de olhar tão sincero e limpo que sua alma se vê plena e pura.

Meu amigo terno que se magoa tão facilmente e ao mesmo tempo tem um dom de perdão como nunca conheci.

Meu querido amigo terno , leal , de coração de menino e alma de um homem que se agiganta na sua essência.

Meu amigo querido , com uma caminhada tão dolorosa , com uma saúde tão frágil , com dores tão profundas e ao mesmo tempo tão capaz de dar e acreditar.

Meu amigo querido de sorriso feliz de criança , que apesar da dor , acredita ainda na vida , no mundo , nos seus pequenos grandes sonhos.

Meu amigo querido tenho na sua amizade um tesouro que poucas pessoas conseguem ter.

Obrigado meu querido pelas suas palavras , pela sua preocupação diária , pela ternura com que todos os dias me fala , me dá alegria e um sorriso.

Meu amigo , obrigado pela sua amizade sempre presente e pelo seu carinho inigualável.

Um abraço bem apertado.

Adoro você!

Texto de Edson Celulari  "https://www.facebook.com/Edson-Celulari-575199385854086/"

Edição de Pedro Lyon de Castro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:03

Há dias...

Terça-feira, 21.06.16

Edson-Celulari-diagnostado-com-Cancro.jpg

Pergunto-me porque é que a vida é assim?

Porque é que pessoas boas , tranquilas , que trazem paz a quem com elas convive têm que passar por coisas destas.

Entramos numa Era que não entendo , feita de pessoas insensíveis ao sentimento do outro , centradas no seu umbigo , nas suas pequenas ou grandes certezas , nos seus Eus primários.

Eu não sou um exemplo para ninguém , tenho falhas e cometo erros como todos , mas não consigo vestir-me de egoísmo ou centralizar o meu Eu .

Não sou pessoa de "vontades" , aprendi acho que atempadamente que estou mais para servir do que para ser servido.

Ainda hoje guardo em mim a Oração maravilhosa que era a prece de S. Francisco de Assis.

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

Sei que não consigo ser tudo isso , mas procuro nortear a minha vida por ai.

Tem horas que me sinto como Santo António pregando aos peixes , eles não ouvem e nem fazem.

Quem trabalha comigo diariamente sabe do meu feitio estourado , mas sabe também que não sou injusto com ninguém.

Que a minha vontade não prevalece , que eu estou atento a todos e a tudo , que me sobrecarrego para não o fazer a ninguém.

Não que isto tenha mérito , não tem , apenas estou a fazer aquilo em que acredito e para o qual fui educado. Só sinto pena de não conseguir passar nada a ninguém.

E ao ver a notícia da doença do Édson sinto-me profundamente triste e cansado de uma vida que teima em dar-me dor.

Fico triste ao ver que por mais que eu dê um sorriso à vida , me doe aos outros , tente viver consoante regras de amor , ela continua a passar-me rasteiras e a surpreender-me da pior forma.

E eu peço pouco à vida , queria saúde , compreensão , paz e não ter que ver mais ninguém partir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:18





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds



Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas