Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Voar

Domingo, 07.02.10

Hoje é minha a noite

entrego-me em seus braços, sedento de sonho

e a minha cabeça toca o seu colo

vestido a cetim , voluptuoso e fremente.

Há tanto tempo não era minha a noite...

Caminho por entre canteiros de rosas

pisando relva suave, molhada, que exala um odor a força, a vida.

Sorrio à noite que me cobre, protectora.

É minha a noite

entrego-me em seus braços

e por um segundo,

sou parte da noite

sou senhor do mundo.

A quietude

o silêncio

o aroma tão especial da noite

as suas estrelas...

Entrego-me à noite

sentindo o frio que me arrepia a pele

sentindo a aragem que me acaricia o rosto

e procuro a lua , escondida

perdida no seio materno do Universo.

Tenho sede da noite

do seu abraço gélido

e do seu sorriso convidativo , terno

e somos nós dois , eu e a noite.

Sinto o cansaço

o frio

mas a noite é minha

e fico parado a contemplar

a paz quieta

a calma deliciosa

desta noite fria mas quieta

onde só uma brisa mais atrevida

sacode brincalhona

um ramo da camélia

que espalha sobre mim uma chuva de pétalas moribundas.

É minha a noite

escuto o silêncio

elevo a minha alma à sua tranquilidade

ouço o pulsar do seu coração

que se confunde com o meu.

Cai uma chuva miudinha

que me molha o cabelo

e me acaricia o rosto

numa suave ternura.

São as lágrimas da noite

onde brilham mil estrelas

que faíscam como diamantes

e escorrem pelos meus dedos.

Fecho a minha mão

e aprisiono nela

algumas lágrimas da noite,

abro a mão

perderam a magia das cores

e são agora apenas gotas

que correm pela minha mão

e seguem os sulcos das linhas

que o destino me traçou.

deixo que caiam ao chão

e se misturem com todas as outras

que cobrem a relva

testemunhas de uma dor oculta

que a noite pranteia

num grito sufocado

no universo de si mesma.

Sinto-me em paz contigo , noite

sinto-me teu cúmplice

teu admirador

e teu amante na entrega que te faço

de mim mesmo...

E rompe a madrugada

que te rasga o ventre

na dor sublime

do nascimento do dia.

Sei que vais partir

que te dissolverás no cinza do amanhecer.

Mas sei que voltarás

que estarás comigo

ao final de cada dia

que ofereceras o teu seio

ao meu corpo cansado

que ocultaras as minhas dores

e misturaras o teu choro ao meu.

Sim porque às vezes , como tu , noite

também preciso chorar

mas não são bonitas as minhas lágrimas,

não cintilam em mil cores

não mostram a magia de pequenos diamantes,

são tão humildes e banais.

E tu consolas-me no teu abraço

noite cúmplice e companheira,

sem disfarces, sem rodeios, sem nada a esconder

ou a confessar.

Noite , minha testemunha

protectora do meu cansaço,

mãe amorosa

que concede o abraço

e tão gentil

que permite sonhar

regaço perfumado e cúmplice

onde me perco

onde o meu espírito pode ser livre

e tal como um pássaro feliz,

pode simplesmente voar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:56


2 comentários

De Paulo Ribeiro a 07.02.2010 às 22:14

É longa a noite da alma filho, quando o cansaço nos domina e quando estamos tristes.
Mas cabe a nós procurar a madrugada, buscar o nosso dia , achar a plenitude do nosso sol.
Não adianta reafirmarmos um mau estado de espírito , devemos tentar mudá-lo.
Um abraço com todo o carinho

De valquiria a 08.02.2010 às 22:40

Boa noite Gonçalo!!Creio a  que é na noite que nossos sentimetos  se afloram,por estarmos mais sós,mais pensativos...Enfim,o silêncio faz bem a alma.
Beijos com carinho

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes





Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas