Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mitos Sobre o Amor

Quinta-feira, 02.06.11

O amor sempre foi e é um assunto controverso com opiniões diferentes sem que haja conceito firmado de certo e errado . O meu nome é Maria Helena Cabral , conheço o Gonçalo há vários anos e sempre respeitei a sua teoria de vida . Sempre foi para mim um amigo presente , e com ideias muito suas sobre alguns temas entre eles o amor . Ele odeia frases feitas , e costuma ter opiniões geralmente divergentes e que costumam ser um tanto polémicas . É um homem profundamente livre de alma e de coração , sem se agarrar a ideias feitas . Por isso e como este blog já várias vezes abordou o amor das mais variadas formas , resolvi deixar umas perguntas que me pareceram interessantes , com a certeza que o Gonçalo responderá com a sinceridade de sempre .

 

Maria Helena - Gonçalo , achas que o amor é um sentimento que nos deixa em estado de graça?

 

Gonçalo - Olha Lena , eu acredito que o amor tem um dom de despertar em nós aquilo que de melhor temos . Mas que já existia em nós , só que não tínhamos ainda descoberto . Quando amamos , a beleza inerente à nossa alma , encontra uma forma de se mostrar , de criar raizes . O amor é uma força que nos revitaliza , mas é também um sentimento que nasce com uma aura de encantamento , o que por outras palavras se pode dizer , que efectivamente pode criar um estado de graça .

 

Maria Helena - Dizem que o amor quando é verdadeiro , é eterno . Concordas?

 

Gonçalo - Não , não concordo . Para mim o amor só vive pelo tempo em que a relação entre o casal é propícia , enquanto ambos amam e se sentem amados também . Quando isso deixa de acontecer , quando um deixa de amar e o outro de se sentir amado , é vital que o casal se separe para irem procurar outra pessoa que os possa fazer felizes . Não é isso que torna o amor menos importante , nem significa que esse casal não amou de verdade , apenas mostra que o amor que os uniu teve as suas etapas e chegou ao fim .

 

Maria Helena - Gonçalo como homem, diz-me o seguinte , acreditas que quem ama nunca trai?

 

Gonçalo - Bem Lena , não se ama o papel do casamento , não se ama a aliança , ama-se o outro , a pessoa que connosco partilha a sua vida . Quando se é fiel não quer dizer que se ama mais , apenas é uma questão de conceito e de respeito pelo outro . A fidelidade deverá sempre ser uma questão de opção e jamais de obediência.

 

Maria Helena - Retomando a pergunta anterior , achas que o amor deve acabar  ou pode acaber , com base numa infidelidade ?

 

Gonçalo - Lena como psicóloga que és , sabes que é impossível fazer um padrão desse assunto . Muitas vezes o homem ou a mulher traem porque de facto o relacionamento que mantêm em casa não os satisfaz ou terminou mesmo . Outras vezes é algo passageiro , momentaneo , algo que eu costumo definir como a traição praticada apenas com o corpo . Outras vezes ainda , a traição é um sinal de aviso que vem mostrar que algo não anda bem com o casal , que está faltando alguma coisa e perante isso ambos têm que ter maturidade para conversar e recomeçar a relação levando em conta as necessidades dos dois . Há também a traição praticada por pessoas que vêm no trair uma forma de afirmar o seu ego , e que por isso são incapazes de ter uma relação estável . É difícil saber o que fazer perante uma traição , seja para o traidor ou para quem foi traído , mas é necessário tomar medidas para que a traição não estagne a vida do casal . É bom que o casal repense , passe pelo sofrimento que é inegável , e escute o que ambos têm a dizer, e acima de tudo que nenhum dos dois se deixe viver no medo de perder o outro . Porque isso sim , mata qualquer amor .

 

Maria Helena - Gonçalo achas que a paixão é efemera? Que o amor só vem depois de vivida essa fantasia?

 

Gonçalo - Olha , acho que esse mito se criou pelo medo que a paixão intensa causa em quem a sente . A paixão , como é um impulso , tende a ser vista como imoral , sendo para a nossa sociedade moralista , o mais acertado o amor calmo , tranquilo , que termina num relacionamento legitimado . A Paixão é abrir as portas ao desejo , o amor é gostar de pés no chão . Mas no meu caso , eu misturo sempre amor e paixão . A única paixão condenável , é a narcisista , quando alguém se apaixona compulsivamente só para se sentir querido e adorado e conseguir valorizar-se perante si mesmo . Mas para esses nunca haverá etapa posterior , porque nesses casos , o outro para essas pessoas nunca passará de mero objecto .

 

Maria Helena - Gonçalo , achas que para haver amor verdadeiro , tem que haver um encontro de almas gémeas?

 

Gonçalo - Não acredito nisso . O encontro de duas almas só pode ser enriquecedor e complementar se ambas forem diferentes . No amor cada um precisa preservar a sua forma de ser , de pensar , só assim podem trazer algo de novo ao outro . Cada um tem o direito de preservar os seus interesses próprios , os seus amigos , as suas ideologias , o seu trabalho . A "alma gémea" é um mito que só prejudica a ideia que se deve ter sobre o amor , porque se tentarmos ficar igual ao outro , os dois ficam mais pobres .

 

Maria Helena - Achas impossível esquecer um grande amor?

 

Gonçalo - Um grande amor pode permanecer na nossa lembrança por tudo que de bom e de mau nos trouxe e certamente por tudo o que fez nascer em nós . É dessa forma , por lembranças , que um amor pode permanecer vivo na nossa memória , mas isso é totalmente diferente de viver literalmente em função da lembrança de alguém . Se um amor não tiver pernas para andar , há que o enterrar ou viveremos o resto da vida num eterno velório . Um amor só deve permanecer vivo enquanto vale a pena ou enquanto ainda é possível resgatá-lo.

 

 

Maria Helena Cabral e Gonçalo N. de Assis

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 13:44


5 comentários

De Ana ... a 02.06.2011 às 20:20

apesar de tudo gostei de ler o que disseste . Mostra maturidade , coisa que quando te conheci te faltava e muito . Sei que muita coisa terminou porque deste ouvidos a conversas de pessoas falsas . Mas o que lá vai , lá vai . Foste o meu menino e amei quando te tive , coisa que certas pessoas mesmo tendo-te enchido os ouvidos nunca tiveram nem irão ter . Porque há pessoas covardes que gostam de difamar , de mentir , de desfazer a vida dos outros , mas são tão cobardes que nunca mexeriam uma palha para chegarem onde eu cheguei . Não lamento nada do tempo passado e uma coisa deixa-me feliz . Não ficaste comigo , mas também, não ficaste com quem não te merecia , não serviu de nada os enredos . Desejo que essa tua maior esperteza agora te livre de sofrimentos iguais ao que eu acompanhei . Nunca vi ninguém ser tão burro e sofrer tanto por uma qualquer como vi a ti . espero que estes anos todos te tenham servido de emenda e que nunca mais sejas tão burro como foste . E para quem eu quase de certeza tenho a certeza que vai ler , fica o meu ar de vitória , e um recado : Os burros não passam da cepa torta . E quanto a ti , fica bem e que sejas feliz longe de quem na tua vida só fez merda .

De valquiria a 03.06.2011 às 10:45

Bom dia Gonçalo!!!Parabéns Maria Helena Cabral pela entrevista e parabéns Gonçalo por compartilhar conosco.
Querido sempre transparente, direto e sem meias palavras.
Beijos com carinho!!!

De Paulo Ribeiro a 03.06.2011 às 11:39

É uma pena usar um espaço publico para acusações pessoais , ainda por cima expondo a privacidade do autor . No entanto sendo este um espaço aberto , cada um é livre de se expressar como quiser , ficando na consciência de quem escreve a responsabilidade moral do que afirma . Quanto à entrevista , achei tranquila , madura , calma e coerente . Com o tempo todos crescemos e passamos a enfrentar a vida de um modo diferente , o que era , anos passados algumas vezes deixa de ser Para quem de verdade conhece o Gonçalo a entrevista nada nos trouxe de novo . Acima de tudo ele é homem e nós nunca temos a visão do amor de uma forma tão romanceada quanto as mulheres . Cada um tem a sua forma de viver com esse sentimento nobre , que como tudo na vida , também muda com o passar do tempo . Aos 20 anos o amor é algo louco , aos 30 , já tem uma maior acalmia , aos 40 , já existe as capacidade de racionalizar um pouco mais .
Fiquei contente com o que li .
Um forte abraço

De Amigo a 03.06.2011 às 11:57


Amigo boa sorte para Domingo . Que tudo esteja de acordo com o que é mais coerente e melhor para o Pais . O meu obrigado pela dedicação , patriotismo e simpatia .

De Raquel nunes a 03.06.2011 às 19:37

Oi meu queridíssimo padrinho e amigo
Em breve estarei passando uns dias em Portugal e gostaria de saber se você estará em Portugal e se poderá me receber .
Tenho imensas saudades de você , querido .
Depois  me liga .

Beijo super carinhoso

Adoro vc

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes





Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas