Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Meu Desejo

Terça-feira, 26.07.11

 

Fiquei parado no meu cantinho a pensar de que mais preciso , e descobri que preciso de paz. Da paz que vem do exterior e nos envolve qual manto protector . Preciso de minutos carregados de um silêncio sem tristeza , de pequenos espaços tranquilos para ouvir a minha alma . Preciso de dias tranquilos , sem o stresse de um tempo que passa voando sem que eu o possa apanhar . Preciso de momentos de evasão , de sonho , sem que a realidade me toque e me mostre o mundo tal qual é . Preciso que não me cobrem aquilo que nem sempre posso dar , preciso de chão firme sem flutuações . Preciso que não me achem o centro da capacidade , que não me exijam forças que às vezes se esvaem e não recupero tão facilmente como queria . Eu não me importo com dores físicas , a menos que me impeçam de andar , nunca elas me arrancaram o sorriso , a alegria ou a vontade de viver . Quando me sinto mal , ai sim caio , mas mal consigo retomar a respiração , retomo a tranquilidade e o sorriso . O que tem poder para mexer negativamente comigo é quando sinto a minha paz estilhaçar-se e perco o meu equilíbrio interior . Gostaria que os outros não pusessem em mim aptidões e capacidades que não tenho . Gostaria que face a problemas e dificuldades se mantivessem iguais , sem a capacidade de literalmente libertarem os nervos em frangalhos sobre mim , como se ouvindo-os eu pudesse reequilibrar tudo . Eu não me dou ao luxo de despejar a minha dor sobre ninguém , pelo contrário , oculto-a tanto quanto possível e quando não consigo mais ocultar , adoço-a , pacifico-a , porque não cabe aos outros carregarem um fardo que é meu . Não faço corpo mole ao trabalho , pelo contrário , eu entro no trabalho de cabeça , nunca uma dor por maior que seja me impediu de fazer o meu trabalho , e de o fazer com um sorriso . Nunca me prendi com mesquinhices , não estou nem ai para coisas pequenas e nem o poderei estar , se cada dia para mim é uma dádiva imensa , que não vou perder com nadas . E cansam-me os detalhezitos , as coisinhas , que só servem para azedar as horas que temos , que são únicas e irrepetíveis . Muito dificilmente alguém ouve de mim um lamento , uma revolta , uma queixa contra aquilo que passo e de que menos gosto . Aceito aquilo que me é dado , sem nervosismos , sem mágoas . Tento passar paz a quem fala comigo , mesmo quando a minha paciência está por um fio , quando estou exausto , quando os meus pulmões se recusam a respirar , quando a dor é para lá de tolerável , mesmo assim ouço quem me procura e tento espalhar aquilo que mais amo , paz . E fico triste quando vejo que apesar de tudo isso , esbarro sempre em algo que esperam de mim e que não fiz , que devia ter dado e não dei . Eu também sou humano e detesto intolerância , detesto impaciência , detesto acima de tudo que mexam com o meu equilíbrio . Não sou obsessivo com nada , abro facilmente mão daquilo que gosto para dar de bom grado , e confesso que nem sei porque escrevi este texto . Talvez porque estou cansado de trabalho , de responsabilidades , de esperarem de mim sempre , e de sentir que nem sempre sou capaz de corresponder ao que querem . Mas se algo eu pudesse obter de momento , assim num passe de mágica , eu pediria apenas tranquilidade , paz . A paz que emana das açucenas brancas e dos lírios brancos que adoro . Preciso vestir-me de paz , apenas de paz...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 17:58


4 comentários

De paulo Ribeiro a 26.07.2011 às 20:38


O teu texto revela apenas um grande cansaço , que de certeza é meramente momentâneo .
E amanhã é outro dia.
Um abraço

De Zé Povinho a 28.07.2011 às 17:20

muito boa tarde Dr. . Penso que tenha sentido a minha falta , mas eu não me esqueci do Sr. .  Estive a ler o seu texto e depreendi que está exausto de trabalho o que nos tempos que correm é uma coisa excelente . Compreendo que o Sr está doente e trabalhe em excesso , mas isso pelas negociatas em que é mediador Dr. . E como tenho pena de o ver tão cansado decidi fazer uma proposta , Arranje.me um emprego Dr. .
Ou no Ministério , ou numa das suas empresas , eu deixo-lhe a minha carta de intenções .
O Sr Dr. precisa tanto de paz e de sossego e a mim faz-me jeito um emprego .
Se mo arranjar eu serei eternamente grato .
Ando meio perdido ,  só com contas para pagar , por isso à semelhança dos seus amigos , eu peço , preciso de um emprego.
Se o Sr dr me arranjar um emprego nas suas empresas eu dou conta do recado e o Sr terá sossego .
Prometo Dr. que se antes eu pensava , vou deixar de pensar , eu quero é ser o TAL , como os seus amigos recenhecido , aqueles que lhe dizem ao ouvido , oh pá arranja-me um emprego .
Juro ao Sr Dr. que as minhas intenções são as mais sérias e se me der o emprego , até lhe pago as férias ,  também quero frequentar a sua casa de férias com o mar ali mesmo ao pé , e os seus amigos no Paraíso , ali junto com o sr a degustar o melhor Rosé .
E quando eu mandar nos seus trabalhadores , verás que ficam uns amores .
Greves só depois de horário laboral ,  feriados só muito raramente , há que produzir intensamente , reivindicações nem as podem balbuciar , é elementar .
Arranje-me um emprego , mesmo nas suas empresas , que eu despeço 75 por cento dos trabalhadores e digo que é da crise .
Arranje-me um emprego Dr , que eu dou conta do recado e para o Sr é um sossego...

De Gonçalo de Assis a 29.07.2011 às 14:42

Boa Tarde ao Candidato a meu colaborador .
Antes de outro assunto , agradeço os comentários sempre muito poéticos que enriquecem sem duvida a arte deste blog .
Reparei que ao contrário dos anteriores ,tem alguns erros na sua proposta , que imagino se devam na falta do meu Rosé , a prováveis outras mistelas .
Acredito que as suas intenções sejam das mais sérias , nota-se pelo tom do comentário .
Agradou-me o facto de me pagar as férias , tendo em conta que não viajo sozinho e que me faço acompanhar sempre de um grupo grande , é certamente uma oferta muito generosa .
No que respeita ao emprego propriamente dito e como o Sr. de Zé Povinho parece ter pouco e dado que me conhece tão bem , que já frequentou a minha casa de praia , ou não falaria nela e nos meus hábitos lá , sugiro que tenha a séria intenção de ser homem com H , frontal e honrado e tenha tomates para me olhar nos olhos e dizer o que pretende de mim .
Acredite que as minhas intenções também são sérias .
Agradecido pela oferta
Atentamente

Gonçalo de Assis

De Paulo Pina De Abreu - Ex Zé Povinho a 29.07.2011 às 15:51

Oh meu querido Dr. , tomates é o que eu tenho de sobra .
Aqui me apresento , o meu contacto segue em privado .
E falaremos sim , sem sombra de dúvida .
Até já

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes





Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas