Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Direito no seu melhor

Quinta-feira, 25.09.14
A minha carreira como advogado, coisa da qual não gosto muito, apenas fica atraente se tiver um bom desafio. A maior parte dos processos que aparecem aos advogados são chatos, chatos mesmo. Sempre fui um advogado intuitivo e muitas vezes meti algumas calinadas. Tive histórias que ninguém imagina e que por motivos que se prendem com ética e com a protecção dos intervenientes não posso com grande pena minha , relatar aqui. Também exerci no Brasil e tive oportunidade de me deparar com coisas no minimo indescritiveis. Os advogados erram , obviamente, mas há alguns que abusam. Os clientes, geralmente pensam que o advogado sabe tudo e nem imaginam como somos apanhados em dúvida tantas vezes. O quanto é preciso ler e estudar para dar uma resposta adequada e o quanto é fácil fugir pelas laterais. Vou deixar hoje algumas das grandes calinadas de advogados e estudantes de direito Brasileiros, as dos Portugueses que também são muitas, fica para um próximo post.

".................................................,falecido em 08 de Maio de 2003, conforme certidão de óbito em anexo, doravante denominado reclamante, pelo seu advogado signatário, vem perante Vossa Excelência ajuizar de acção trabalhista..."
(De uma petição inicial na Vara do Trabalho em Varginha-MG).

 

Extracto de uma petição enviada por um advogado, cansado de notificar o tribunal, sem aparentemente ser levado em consideração, informando da morte do seu cliente.

 

 


"O devedor pode ser localizado na casa nº 242 da rua que fica aos fundos do cemitério, não precisando o oficial de Justiça alegar medo, como pretexto para não realizar a diligência, porque se trata de rua despovoada de almas do outro mundo".
(De uma petição, na comarca de São Jerônimo).

 

Uma investigação de paternidade , após uma noite de bebedeira.

 

" O contestante nega ser o pai da criança, pois não chegou à mãe do investigante. Mesmo tendo sido uma noite de orgias, com vários participantes, o investigado limitou-se a uma única cópula, com outra pessoa da roda, após o que ficou com o tiche murcho".
(De uma contestação em ação de investigação de paternidade, numa Vara de Família em Porto Alegre).

 

Também há quem tenha ideias de jerico.

 

"A empresa é responsável, em casos de assaltos dentro de seus coletivos, pois deveriam ter câmeras acopladas a satélites para a segurança de passageiros."
(De um voto vencido, em acórdão do TJRJ).

 

Também há explicações que não explicam nada...

 

"Edital é uma forma de fazer uma pessoa saber o que ela não sabe, só que muitas vezes, porque não lê o jornal, ela não vai mesmo ficar sabendo". 

(Resposta em uma prova de Processo Civil, na Faculdade de Direito da Grande Porto Alegre).

 

Há cada uma...

 

"O réu jamais se furtou ao recebimento da citação. Ocorre que reside em um local onde tem várias casas com o mesmo número, uma espécie de apartamento deitado".
(De uma contestação, em processo na comarca de Pelotas, com o réu tentando explicar que não se escondera do oficial de Justiça).

 

Este futuro advogado tem o potencial para honrar a classe...


"Bens móveis são aqueles que são fabricados nas marcenarias. Já os bens imóveis são aqueles que não se movimentam, como um edifício, e também, por exemplo, um veículo que por estar sucateado não tem como ser removido".
(De um universitário, ao fazer a diferenciação entre bens móveis e bens imóveis, numa prova de Direito Civil).

 

Esta nem eu entendi.

 


"A parte autora diz que no contrato de compra e venda estão presentes o sujeito e o objeto, mas não aponta onde estará o predicado". 

(De uma contestação em acção revisional).

 

Chumbava-te...

 

"Ordem de vocação hereditária é quando o filho segue a mesma profissão do pai, ou seja, filho de peixe, peixinho é".
(Candidato, em Exame da Ordem).

 

Isto sim , é um verdadeiro exemplo...

 


De uma petição de inventário em Sorocaba, SP: "O de cujus deixou uma decuja e 4 decujinhos..." ·

 

 

Mais claro é impossível...

 


Depoimento numa Delegacia:
"O pedestre não tinha idéia para onde ir, então eu o atropelei".

 

 

Isto é que é respeito pela vida amorosa dos outros...

 

 

De uma certidão de oficial de Justiça:
"Deixei de fazer a citação tendo em vista que o réu está em lua-de-mel e me respondeu por telefone que nos próximos dias não está nem aí...".

 

Isto é que é cobrar dividas...

 

Certidão lançada por um oficial de Justiça, em Passo Fundo, após efetuar uma penhora: "Penhorei uma mesa de comer velha de quatro pés"...

 

Haja boa fé...

 

 

Informação de oficial de Justiça, não tendo encontrado o réu:
"O mutuário foi para São Paulo melhorar de vida. Quando voltar, vai liquidar com o Banco".

 

Que informação tão pertinente...

 


De um termo de encerramento de laudo judicial, em processo que tramitou perante Vara Cível do foro João Mendes - SP :
"Os anexos seguem em separado."

 

E para terminar em grande...

 

Descrição da penhora feita por um oficial de Justiça de Porto Alegre:
"... um crucifixo, em madeira, estilo colonial, marca INRI - sem número de série..."

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:51


1 comentário

De valquiria a 26.09.2014 às 01:28


Olá Gonçalo!!Lendo seus texto,me surpreendi em ver tantas calinadas advogados e estudante texto anterior..Antigamente os advogados eram respeitados e ser advogado era motivo de orgulho.Os cursos eram muito sérios e as faculdades eram muito boas. Ser advogado nos dias atuais é ter mais dificuldade de se estabelecer no mercado, é ter que enfrentar concorrência enorme e superar as dificuldades básicas do ensino. Atualmente, advogado nem sabe escreve..Esses cursos só querem dinheiro e não tem nenhuma vinculação na maioria das vezes com o conhecimento.Depois, quem sofre é o cliente, que verá seu direito escoar pela vala com um péssimo profissional.Chegamos a conclusão que são varias profissões com más formações. l.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Deus Cuida de Mim

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes





Quem Nos Visita



Contador

contador de visitas