Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Se eu Partir ...

Quarta-feira, 05.08.15

rosa negra.jpg

 Às vezes perante circunstâncias , ocasiões , pessoas , fica a pergunta que me sai dos lábios, quase sem querer....

E se eu partisse agora, já , sem aviso prévio, assim de repente?

Será que lembrariam a ultima palavra que me disseram?

E os sentimentos , quais seriam?

Aqueles meio ácidos com que me eram questionadas verdades?

Ou os de decepção por eu afinal ter que ser diferente?

Ou aqueles que encerram perguntas às quais não sei responder?

Ou aqueles que encerram palavras e frases que eu preferia jamais ter de ouvir?

Se eu partisse agora , no meio da noite , silenciosamente, sem alarde?

Quais seriam as palavras que não me disseram?

Quais aquelas que jamais estaria aqui para escutar , ficariam por dizer , as leves que me faziam rir, ou as tristes que me faziam chorar?

E se eu pudesse avisar da minha partida?

Que palavras teria?

De Saudade ? de dor? de raiva?

Alguém me diria um ultimo segredo?

Alguém me contaria baixinho os seus medos?

Ou Alguém me diria um suave Adeus , de triste melancolia?

E se eu partisse agora ? Sem querer , sem me dar conta?

Quem de vós , sentiria de mim saudade?

Quem me perdoaria por tudo o que eu fiz

e por tudo que eu devia ter feito e ainda não foi hora?

Quem de vós me prometeria não chorar?

Quando eu partir , agora , já , logo , amanhã , daqui a dias , meses ou anos

Eu quero que todos se lembrem de mim assim

Que eu deixe a todos a curiosidade certa que procura sem invadir

O meu sorriso infantil , que demonstra a minha recusa em crescer

E as minhas palavras a vós todos , tantas ... milhões de palavras

Guardem a minha lembrança , exactamente da forma que vos mostrei ser

Sem medo e sem medida

E se assim for , se eu for capaz de deixar a cada um de vós

O melhor que carrego em mim

Eu saberei que então , já vivi o suficiente

Quando eu partir , quero ter a certeza que aquilo que eu fui capaz de ser

Com toda a entrega e dedicação

Foi o bastante para as pessoas que me amaram

E que eu amei

E essa será a minha recompensa

A certeza feita prova viva

De que não passei por cá , em vão...

lua.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 01:26


8 comentários

De Anónimo a 05.08.2015 às 09:12

Embora não o conheça pessoalmente em mim as suas palavras deixam saudades, que a sua partida seja daqui a muitos muitos anos.  
Vera Avó

De Paulo Ribeiro a 05.08.2015 às 14:50

Entrar aqui e ver um texto de "partida" não é o que espero nem quero ver. Basta de partidas , acabaste de chegar , ocupa o teu lugar com a sabedoria que te reconhecemos e dá de ti o que esperamos que sejas capaz de dar. És uma pessoa excepcional, não te deixes abater por incidentes . A vida está pejada deles, de momentos maus , de horas amargas, de lágrimas , mas também está repleto de coisas boas , de abraços apertados , de palavras bonitas, de pessoas que valem mesmo a pena , de sorrisos luminosos. Que O GAU ampare e ilumine a tua vida.

De André Simões a 05.08.2015 às 16:25

Doeu-me o seu texto Mestre , porque sei que não é inocente ... Também sei que o Senhor é um portento de trabalho , de esforço e de sacrifício.
Quem o acompanha conhece as suas lutas , as suas batalhas e as suas vitórias.
O extremo cansaço , deixa-nos abatidos , ainda mais em alguém que como o Senhor, passou pelo trauma de um transplante.
Eu admiro-o e respeito a sua força e espero que fique connosco muitos anos.

De Andreia a 05.08.2015 às 16:52

Gaita , que tão depressa estás no cume da felicidade , como no fundo da tristeza.
Não te entregues tanto à vida, nem às pessoas , nem a acontecimentos.
Tu és um gajo tão porreiro, rodeia-te de quem te puxe para cima.
Não deixes que problemas te derrubem , "caga nisso"
Beijo da amiga de sempre
Andreia

De G.O.L a 05.08.2015 às 17:24

Dulcia non meruit qui non gustavit amara

De Mário Lima Coelho a 05.08.2015 às 17:39

Já vi que a minha ausência na Rússia , se fez notar por estes lados.
Vamos lá a saber que coisa é esta.
Então é coisa que se pergunte , o que aconteceria se partisses?
Para começar levavas uma valente sova , porque ninguém te deu essa autorização.
E perguntar o que diríamos ...
Eu diria , estás parvo , volta já para aqui se faz favor !!
O que sentiríamos ...
Uns , incluindo eu , um profundo desgosto , outros que bem conhecemos , um profundo alivio e prazer.
E não adianta fazeres cara de enfado ao leres isto. quem faz perguntas , ouve respostas.
Estou de volta para te tirar a paz.
Um grande abraço . Até logo.
 

De valquiria a 05.08.2015 às 23:23

Boa noite Gonçalo!Ontem,quando comecei ler seu texto anterior,percebi que você,estava triste.Hoje, o texto se eu partiste,querido Gonçalo,sei que as vezes vem uma tristeza muito grande,devido perdas que temos e problemas em nossas vidas.Mais temos que nos manter forte .minha resposta é: Voce é uma pessoa especial!Temos muito que caminhar e dar muitas gargalhadas.Nem quero pensar como seria nossa vida sem voce querido.Como Sr.Paulo Ribeiro  comentou chega de tantas perdas querido.Beijos com carinho!

De Rui Bandeira a 06.08.2015 às 03:59

Sabes Gonçalo, hoje passei por aqui várias vezes e em todas elas eu li o teu texto. Pensei comentar mas não encontrei as palavras certas. A vida dos seres humanos é efémera, todavia, a marca que esse ser humano deixa no mundo depende da sua capacidade e entrega. Se tu partisses certamente seria uma perda gigante para todos. Para a tua família, para os teus amigos, para as crianças que amparas no Brasil, para quem te ama , estima e respeita. És das pouquíssimas pessoas que conheço que tem coluna. Que honra a sua palavra , os seus compromissos , que não se vale de estatuto ou posição ou o que for , para se valorizar. Conversamos bastante, alugo-te mais a ti que tu a mim, mas uma coisa é certa meu amigo , quem verdadeiramente gosta de nós , confia, respeita, segue junto e não martiriza com sonatas tocadas num teclado de uma tecla só. Há situações complicadas , há, entraves complicados , há, mas tem que haver também a confiança e sobretudo o respeito pelo outro. Eu deixo-te aqui o meu aplauso , porque tinhas e tens nas tuas mãos a possibilidade de te valeres de posição e contornar obstáculos, desobedecendo regras e pulando etapas. Quando te perguntei , quem te constrangeria, olhaste-me profundamente , com essa alma que se te reflecte no rosto e disseste : a minha palavra e a minha consciência. 
Isso merece o meu respeito mais profundo e deveria merecer o de outras pessoas , que bem mais do que eu , deveriam apoiar. Isto é uma conversa de Gregos, porque só tu preciso que entendas. Escrevo aqui , porque se aqui tu escreveste aqui também mereces a mesma resposta que em privado te dei . Não estás errado , quando se empenha a nossa palavra , cumpre-se. Pode parecer algo pequeno , mas quando alguém é colocado perante um facto e o conhece  e ainda assim o contesta , das três uma , ou não entende de ética , ou não confia ou ainda não valoriza. E nesses casos meu amigo, tu é que sabes , mas eu digo-te sinceramente que te respeito pela tua honestidade tão rara, pela tua sujeição sempre correctíssima a todas as normas e pela tua perseverança naquilo em que crês. E não esqueças, respeito-te sinceramente.    ;

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes






Contador

free counter