Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sabes

Quinta-feira, 13.09.07

Tu sabes que eu te amo

mesmo que não to diga

cada sorriso é um engano

quando desce pelo rosto

mais uma lágrima furtiva

Tu sabes que eu te amo

que o grito ao vento que passa

à nuvem que corre o céu

à luz do sol ardente

tu sabes que eu te amo

mesmo quando distante

mesmo quando pareço ausente

Há tanta forma de amar

de sorrir e de chorar

tanta chegada e partida

mas é o amor que por ti sinto

que se transforma na amarra

que ainda me prende à vida

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 02:06


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds