Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Noite

Terça-feira, 20.11.07

Quero o doce abraço da noite

qual anjo de ternura

que me enlaça

abraço de carinho

onde me perco

por caminhos que são sonhos

atalhos que foram lágrimas

quando ainda acordado

Vem noite, devagarinho

beijar meus olhos cansados

de tanto esperar por ti

Vem noite cheia de estrelas

de desejos e quimeras

que os amantes vivem encantados

no teu abraço de cumplicidade

Vem noite companheira

seca em mim as lágrimas caídas

testemunhos de outras vidas

de outras emoções

de outros momentos

vem noite querida e esperada

fica até a madrugada

trazer consigo a saudade

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:42


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds