Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Confidencias

Quarta-feira, 14.05.08

 

Como todas as pessoas do mundo

eu amo

Tenho momentos em que a noite cai

tenho momentos em que o dia nasce

que o orvalho cintila nas rosas

como diamantes refulgindo em tiaras de princesas

Tenho momentos de desilusão, de descrença

momentos de dor e de ressentimento

momentos de cansaço e decepção

Mas também vejo o sol no olhar de uma mulher

sinto o sopro da primavera no som das palavras

a brisa do mar no toque de uma carícia

uma madrugada de estrelas

num sorriso de amor

Sou frágil e forte

sou fraco e herói

menino perdido em manhãs de desencanto

homem feliz nos braços de uma mulher

sou um homem que fala de sentimentos

que os sonha , os compreende, os vive sem fim

sou homem comum, como outro qualquer

conhecendo o céu, num corpo de mulher

da mulher que me ajuda a vencer a tempestade

que me pega pela mão

que me guia pela estrada

completo e seguro

no abraço terno da mulher amada

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:01


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds