Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Apenas eu...

Sexta-feira, 23.05.08

Muitos dos meus amigos e leitores me questionaram via e- mail pelo texto de dia 19. Pela poesia que escrevi e pedem um motivo.Não tenho motivos ou talvez os tenha por demais. Hoje não tenho vontade de escrever uma poesia , de me esconder por trás de um texto de certa forma mascarado, tenho vontade de falar directamente com vocês que têm a paciência e a gentileza de ler o que escrevo. Muitas vezes é em vocês também que me apoio para encarar melhor a vida. É bom passar por aqui e encontrar o beijo ou o abraço de amigos que conheço e de outros que nunca vi , mas que não são menos carinhosos por isso.Aqui neste espaço e no Docelagrima eu deixo muito daquilo que sou. Sou uma pessoa comum , que gosta de viver , de amar, que se encanta com uma tarde de chuva, com um dia de sol, com o perfume de uma flor. Estou numa fase da minha vida de uma dualidade extrema. Felicidade por um lado, dor por um outro lado. Eu sei que nunca se é totalmente feliz. Ninguém o é. Também não sei o que é isso que se chama felicidade, para mim felicidade é um estado de alma. Como um vinho delicioso que se toma em pequenos goles e nos deixa um sabor doce na boca mesmo depois de o termos terminado. Aqui saem pedaços da minha alma em forma de palavras. Quando criei este blog eu estava muito doente e quando me despedi dos leitores na época, pensei que não mais retornaria. Mas graças a Deus, curei-me e voltei. Partilhei e partilho aqui com vocês as emoções da minha vida.Nunca criei um personagem, sou o que sou. Se estou feliz , falo de felicidade, se estou triste, falo de tristeza. Quando escrevo, esqueço que vai ser lido, sou eu e a folha virtual em branco, eu e os meus sentimentos. Quando me comentam , gosto de vos sentir ai desse lado num abraço que muitas vezes tem o tamanho de um Oceano. A minha vida, tal como a de todos nós , tem momentos de felicidade e carinho, mas também de dor e de infelicidade. Também me decepciono com pessoas como acontece a todos. A pior facada pelas costas sempre vem da pessoa em quem mais se confia, a dor pior é sempre causada por quem é importante para nós, a traição pior é quando nos vem de quem mais se confia. Nenhuma vida é isenta de dor. No texto do dia 19 , todos os amigos que me comentaram , dizem algo como, não dês sem pedir em troca. Talvez esse seja o segredo da felicidade. Não dar sem receber, mas não sei ser assim. Quando gosto de alguém , só espero gostar, apenas isso, aquilo que me é retribuído já é uma questão de consciência do outro,é tremendamente doloroso quando nos damos e de repente vemos as nossas mãos vazias, eu sei. Mas não sei gostar a troco de que gostem de mim. Como diz a Íris no comentário dela ao texto anterior, é terrível sentir o virar das costas de um amigo, a sua hipocrisia.Mas não se deixa de gostar. Apenas se gosta sem esperança. É como cuidar de uma flor que sabemos que nunca dará frutos. A mágoa não me afasta de um amigo, apenas aprendo que não posso confiar, posso apenas e exclusivamente gostar.

Por incrível que pareça, cada vez que precisei de uma mão estendida ao longo da vida, essa mão veio de quem eu não esperaria. De pessoas que eu já tinha magoado muito e noutros casos de pessoas com quem não tinha grande convivência ou amizade.Aprendi com a vida que quando caímos, a mão estendida vem de quem ama de verdade ou de quem é altruísta o suficiente para ver para além de si mesmo e da sua pequenez. Tenho dividas de amor enormes, pessoas a quem nunca pagarei o amor, o carinho, a dedicação. Pessoas que serão eternas em meu coração. A vida é feita de isso mesmo, de grandes metas, e de grandes decepções. Acho que é isso que retrato no meu texto. Quando de qualquer que seja a maneira se tem a vida dependente de um gesto de outrem, aprende-se e descobre-se o quanto somos importantes para quem nos rodeia. É uma descoberta magnifica e dolorosa, é a descoberta de uma realidade, o confrontar da nossa verdade e da dos outros.Uma mão que se estende e salva uma vida é abençoada por Deus. E eu já tive essa mão estendida e sei o quanto significa e nunca poderei retribuir e agradecer à altura. A vida é um arco-íris de emoções, uma montanha russa de sentimentos, uma mistura doida de dor e de alegria. Para todos os meus amigos que me perguntaram por mail a razão daquele texto, quero dizer que foi talvez o perder da inocência. Quando se vive num mundo rosa, quando não se precisa de apoio e se dá, infinitamente, tudo nos sorri, mas quando a sorte muda e somos nós a precisar, ficamos perante a realidade, a verdadeira face das pessoas que nos rodeiam. Difícil a vida, complicada, mas também tão bela. Não vou fazer o que me aconselharam os meus amigos, viver em troca, dando para receber ou dando depois de receber. Não sou assim, como dizia a minha mãe eu não aprendo nunca. Vou continuar a gostar sabendo o que posso esperar. Mais cauteloso claro, enterrando alguns sonhos, matando algumas fantasias. Mas vou continuar gostando sem esperar receber.Quero agradecer a vossa companhia aqui, as vossas visitas, os vossos comentários, todos vocês sem excepção são muito importantes para mim e o meu mundo ficaria bem mais cinzento se vocês não existissem. Desculpem o texto enorme e sem poesia, mas não se pode ser poeta todos os dias.

Um abraço com todo o carinho do mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:28


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  


Caetano veloso

(Para escutar clic no video)

NAO2c.jpg

Proibida a cópia e ou a reprodução deste Site, sem a prévia autorização do autor, por quaisquer meios ou processos existentes ou que venham a ser inventados, especialmente por programas de computador de acesso à Internet ou não, sistema gráfico, micro filmagens, fotográficos, videográficos; bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Estas proibições aplicam-se também às características da obra e à sua edição. A violação dos direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa, além da possibilidade de busca e apreensão dos exemplares reproduzidos e apetrechos utilizados na reprodução.

Curriculum Vitae do Autor do Blog

Licenciado em Direito pela Universidade de Yale
Pós-graduação em Direito Criminal
Doutoramento em Medicina Forense

Estudos de História de Arte

Estudos de RPG aplicados ao ensino de técnicas teatrais

Escritor de Poesias e textos de reflexão

Com vários artigos de opinião publicados em revistas

Autor de alguns estudos de Mitologia

Membro da Maçonaria

Membro das Ordens Inglesas de Aperfeiçoamento Maçônico.

Cavaleiro Templário, membro do Preceptório Madras

Membro Honorário do Priorado

Iniciado em estudos sobre a Magia Celta em Stonehenge no ano de 1990

Membro da Antiga e Mística Ordem Rosacruz

Membro da Ordem Martinista

Membro do Colégio dos Magos

Conhecedor de, Kabbalah, Astrologia e Numerologia, formado pelas escolas mais tradicionais do ocidente.

Faixa-Preta (10º grau) de Kung Fu

Praticante de Karate

Praticante de capoeira

Professor de Chi-Kung Técnicas de kung Fu

Deu cursos e participou em projectos urbanísticos usando conhecimentos de Feng-Shui

Gestor de empresa


Mural do Sonhos



comentários recentes



subscrever feeds




Contador

free counter