Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Alma

Segunda-feira, 28.07.08

Visto-me de alma, da minha alma
Nas horas em que a noite se segue ao dia
Em que a vida se esvai por momentos
E a noite nasce no coração
Visto-me de alma, dessa alma
Que Deus um dia criou para mim
Minha eterna companheira
Minha âncora e luz
E é nesta alma que me cobre
Em momentos de dor e desespero
Quando a tristeza sorri e me seduz
Que me ergo neste amor
Que renasço para te amar
Num sentimento maior que o meu coração
Que só uma alma pode albergar
E se um dia me disserem, meu amor
Que terei que morrer para te amar
Então responderei
Que muitas vezes morri e renasci
Em solo fértil de lágrimas
Onde a cada dia floresce uma pétala
De um amor que Deus quis assim

MARIA MANUEL

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:59


14 comentários

De RAQUEL KEKA a 28.07.2008 às 20:48

oi meu querido e Magnânimo Poeta!
Com certeza a recíproca é verdadeira.
E adoro o seu versejar, em palavras densas, intensas, exuberantes.
Tenha uma semana apaixonante e inesquecível!!!
um carinhoso abraço, Raquel KeKa.

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes