Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Contrastes!!!

Quarta-feira, 30.07.08

Eu precisei de muita guerra

para dar valor à paz

Precisei de muito ruído

para valorizar o silêncio

Precisei mergulhar na escuridão

para admirar a luz

Momentos de turbulência

levaram-me a querer calmaria

Deixei que fizessem de mim, escravo

e aprendi a lutar pela liberdade

Procurei a minha sanidade

depois de me terem enlouquecido

Recordei tantas coisas

depois de as ter esquecido

Aprendi a amar

mas pensei não ser capaz

e quando me ensinaram a odiar

procurei no amor, a paz

Deixei que demónios entrassem na minha vida

para correr para o seio de Deus

Deixei que me magoassem

para sentir o abraço terno

de quem me limpava as lágrimas

Foi com a ausência das pessoas que amo

que aprendi a amar cada momento com elas

Foi nas minhas piores derrotas

que construi as minhas maiores vitórias

Com o sexo aprendi a gostar

de um gesto terno e casto

No meio de tanto absurdo

consegui descobrir o nexo

No vazio da minha alma

apareceu o cheio, da presença

E quando me julgaram no fim da estrada

eu mostrei-lhes que era o começo

Sempre há uma saída

em cada entrada errada

e sempre existe uma bruxa

que nos fala de bondade

Foi-me dada a doença

para que lute pela saúde

Foi-me dada a solidão

para conhecer os meus amigos

E foi do meio da tristeza

que eu resgatei a minha alegria

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:51


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds