Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ser jovem , não é do tempo

Terça-feira, 21.04.09

Somos jovens

Quando estamos disponíveis para os outros

e até para nós mesmos

Se formos capazes de fazer nascer sorrisos

de semear jardins de amor

 

Somos tão jovens quanto a nossa fraternidade

Tão velhos quanto o peso da nossa indiferença

Somos tão jovens quanto somos capazes de amar

Tão velhos quanto somos capazes de ferir

 

Somos jovens quando sabemos espalhar esperança

somos velhos quando semeamos a dor

Somos jovens quando o nosso coração tem fé

somos velhos quando navegamos num mar de cepticismo

 

Quando todas as veias do nosso coração

estiverem imersas no fel

e a sua luz natural

for encoberta pelas trevas  do desamor

e do gelo da mentira

Então seremos irreversivelmente velhos

E nada mais nos restará

se ainda nos sobrar um sopro de lucidez

que pedir a Deus

que tenha piedade de nossas almas

 

Não é o tempo que nos faz velhos ou novos

mas sim o que temos dentro de nós

há tantos idosos com a luz plena da bondade em seu rosto

que os torna infinitamente belos

e eternamente jovens

e há tantos jovens

que mostram no rosto a luz da mentira

e da indiferença

que os torna precocemente velhos

e implacavelmente feios...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:40


3 comentários

De Andreia Vilhena a 22.04.2009 às 11:16

Acho que tens razão.
Só o tempo não marca o envelhecimento.
Tenho dias que me sinto com cem anos , outros em que me sinto com dez.
Descreves bem a vida com a mesma doçura que tem o teu olhar.
Adorei.
Só uma pessoa como tu , depois de sofrer tanto , ainda recentemente , teria a capacidade de emanar tanta paz.
És um amigo muito especial.
Um beijo.
P.S, Já tenho a morada do teu amigo.
Obrigado pela tua atenção .

De Paulo Ribeiro a 22.04.2009 às 11:51

Sempre te conheci menino , meu filho.
Um dia peguei num menino de 14 anos , lindo , com uma alma plena de luz , rebelde como todos os adolescentes.
mimado e inquiridor.
Um menino que duvidava de tudo , questionava tudo e tinha uma enorme força de vontade e de energia.
Esse menino aprendeu comigo algumas coisas mas eu aprendi muito também contigo meu filho.
Aprendi a conhecer uma pessoa moralmente recta , alguém muito especial.
Tive o prazer de te ver crescer , de seguir os teus passos.
De ver como o meu menino se fazia um homem especial e muito válido para o nosso mundo.
O mundo precisa urgentemente de mais pessoas como tu.
Precisa-se de mais corações que se doem em amor.
Em compreensão pelo próximo
O teu trajecto pela vida nem sempre foi o que eu queria para ti.
Mas tal como todos os seres humanos tinhas que testar o teu caminho e seguir o que querias para a tua vida.
Eu sempre te amparei quando precisaste.
Nunca tentei viver a tua vida por ti , e deixei-te encontrar o teu caminho.
Amei-te como se fosses meu filho e ainda é assim que te amo hoje.
Tiveste pais maravilhosos que souberam educar-te no respeito e no sentido mais são da vida.
Fui apenas teu Mestre e ainda assim me sinto honrado por ter contribuído para formar um ser tão especial como tu.
Há bem poucas pessoas que eu olhe com o mesmo respeito com que te olho.
Gosto de sentir que fiz algo de bom , também.
Hoje és um adulto muito especial e dou graças a Deus por não te teres desviado do teu caminho.
Fico feliz com a família bonita que soubeste construir , com a esposa amantíssima e carinhosa que desposaste.
Tens tudo para seguires o teu caminho com amor e paz.
Tudo para que a tua alma e coração nunca envelheçam e continuem a mostrar a face tão bela como até aqui.
Um abraço com muito carinho meu filho.
Que o Pai te abençoe sempre.

De valquiria a 22.04.2009 às 17:38

Gonçalo,você toca profundo nossa alma,trás as veradedes.Você é um exemplo de ser humano bonito,um coração imenso que cabe todo mundo.
Acabei nem comentou o conteudo de seu texto,mais falei do autor.
Beijos com carinho

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes