Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quero-te

Quinta-feira, 31.08.06

Quero ter-te esta noite

inteira

quero que teu corpo

seja o meu porto

onde atraco o meu navio

o navio pirata

deste meu desejo ardente

Quero-te esta noite

esse teu corpo alvo

exibido à minha gula

entre lençóis rubros

de um delicado cetim

Quero sentir-te minha

e gritar sobre ti

no momento em que te

possuo

declarações murmuradas

por entre os gemidos

que a minha boca cerrada

deixa escapar

Quero possuir-te esta noite

com o desejo

sentido

sofrido

em noites de insana loucura

em que já não é desejo

é tortura

todo este querer

Quero possuir-te esta noite

e ter-te por inteiro

até à saciedade

para que se um dia

eu partir

possa levar esse amor

para a eternidade

Quero ter-te esta noite

arrancar com fúria

essas roupas

com que escondes encantos

que eu preciso ter

e arrancar com os dentes

as rendas com que cobres

esses recantos de prazer

do teu corpo de mulher

Quero ter-te esta noite

deixar no teu corpo a marca

de um território só meu

conquistado numa luta

de gemidos e suor

e deixar nele como troféu

a bandeira

deste meu amor

Quero desfolhar teu corpo

como milho-rei

numa noite de Agosto

e ter na minha mão

teu corpo frágil

dócil

exposto

Quero ter-te nua

sobre a minha cama

como presa

domada

e jogar em teu seio

como oferenda

as pétalas macias

de uma rosa negra

e perfumada

Quero ter-te com raiva

que o meu corpo

te domine

e te conceda um prazer

não isento de dor

e que cada gemido nosso

seja mais uma nota

na musica do amor

Quero possuir-te

com a intensidade

da primeira vez

em que nos tocamos

corpos frementes

num desejo atroz

que ali matamos

Nesse acto consumado

que uniu

nossos corpos

numa louca chama

que o prazer extinguiu

loucura de quem ama

nessa agonia doce

que nunca mais sumiu

Quero entrar em teu corpo

como dono

senhor

e fazer-te minha

como na vez primeira

em que foste minha escrava

e minha rainha

Quero que me sintas

em ti

que me sintas teu

sobre esse teu peito

amado

que me acolheu

neste amor terno

que nos sorriu

e que se um dia

eu não não mais viver

possas tranquila dizer

não, ele não morreu

esta aqui comigo

jamais partiu

Quero ter-te esta noite

casta

pura

toda minha

levando-me à loucura

à insanidade

no teu coração

um dia

a leve dor

de uma doce saudade

e eu

nunca mais perdido

levando comigo

este amor

tão sofrido

desejado

vivido

para a eternidade

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

Escrito por Gonçalo de Assis às 09:23


1 comentário

De Amor a 31.08.2006 às 20:24

Fiquei a pensar como me doei assim...como me entreguei emm suas mãos sem 1 pingo de cuidado.E ao pensar ....cheguei uma conclusão.O amor que sinto por vc me preenche, me aquece, me envolve e me deixa firme e ao mesmo tempo solta...dada.
Em sua companhia me sentia protegida, segura...me sentia bem.Vc me ensinou a amar,a tentar,a lutar pelo que quero...pela vida e a conseguir e vencer.
Vc me ensinou a descobir o silêncio qd a voz se cala.Que por trás das palavras há mtas ...mas mtas outras que foram sufocadas por medo, por orgulho ...mas que meus olhos leêm como se estivessem escritas pelo pincel do amor.
Começo a lembrar seu rosto,seu cabelo...seus olhos azuis como a água do mar, sua boca, seu queixo que adoro...hummm.
Relembro do tom da sua voz, do seu sotaque...adoro a sua maneira de sorrir...atrevido,debochado....solto.
Pra todo louco existe uma loucura...me apaixonei pelas suas mãos...e me enlouqueço a recordar o deslisarem pelo meu corpo, minhas curvas...excitando pontos secretos...virgens.
Hj sei pq me apaixonei...pq te amo tanto.A resposta está dada..tenho várias testemunhas ...Deus, o sol, o céu...o vento...o papel e agora o pc.
Me apaixonei pela sua alma, pelo seu carisma,pelo seu cuidado...e uma pitada de dificuldade.
Como não quero nunca perder esse encanto essa admiração...então resolvi juntar tudo e guardar em um confre .Gravar as lembranças agradáveis que certamente levarei comigo para todo sempre.Como te amo d++, resolvi te deixar livre , parar de lutar contra o destino.Quem sabe um dia , num despercebido dia, vc chegue e me beije a nuca e sussurre em meu ouvido"eu vim ficar com vc" como vc falou um dia.
E se nesse dia eu aqui não estiver mais...saiba que levei todos "Eu te amo",todos os beijos .todas as flores estarão comigo e continuarei te esperando lá em cima se lá eu estiver .
Mas antes disso sei que Deus irá me permitir provar esse amor...
Quisera eu poder te envolver com meu abraço, te ajudar a passar esse momento difícil da sua vida... mas eu tb estou um pouco doente...preciso me cuidar.Mas me perdoe por tudo que te fiz passar...me perdoe por tudo meu amor. E diante de tanta beleza...me afogo no choro,nas lágrimas tão rotineiras ultmamente deixando o papel borrado ...chegando até a rasgar a folha e perdendo palavras.
Descobri que amar...
não é ter vc comigo..
AMAR...É ME PERDER EM VC...E TE ENCONTRAR EM MIM!!!


haja o que houver...estou aqui
haja o que houver....espero por ti
Volta no vento oh meu amor
Volta depressa por favor.

Precisa assinatura???TE AMO

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds