Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Quero-te

Quinta-feira, 31.08.06

Quero ter-te esta noite

inteira

quero que teu corpo

seja o meu porto

onde atraco o meu navio

o navio pirata

deste meu desejo ardente

Quero-te esta noite

esse teu corpo alvo

exibido à minha gula

entre lençóis rubros

de um delicado cetim

Quero sentir-te minha

e gritar sobre ti

no momento em que te

possuo

declarações murmuradas

por entre os gemidos

que a minha boca cerrada

deixa escapar

Quero possuir-te esta noite

com o desejo

sentido

sofrido

em noites de insana loucura

em que já não é desejo

é tortura

todo este querer

Quero possuir-te esta noite

e ter-te por inteiro

até à saciedade

para que se um dia

eu partir

possa levar esse amor

para a eternidade

Quero ter-te esta noite

arrancar com fúria

essas roupas

com que escondes encantos

que eu preciso ter

e arrancar com os dentes

as rendas com que cobres

esses recantos de prazer

do teu corpo de mulher

Quero ter-te esta noite

deixar no teu corpo a marca

de um território só meu

conquistado numa luta

de gemidos e suor

e deixar nele como troféu

a bandeira

deste meu amor

Quero desfolhar teu corpo

como milho-rei

numa noite de Agosto

e ter na minha mão

teu corpo frágil

dócil

exposto

Quero ter-te nua

sobre a minha cama

como presa

domada

e jogar em teu seio

como oferenda

as pétalas macias

de uma rosa negra

e perfumada

Quero ter-te com raiva

que o meu corpo

te domine

e te conceda um prazer

não isento de dor

e que cada gemido nosso

seja mais uma nota

na musica do amor

Quero possuir-te

com a intensidade

da primeira vez

em que nos tocamos

corpos frementes

num desejo atroz

que ali matamos

Nesse acto consumado

que uniu

nossos corpos

numa louca chama

que o prazer extinguiu

loucura de quem ama

nessa agonia doce

que nunca mais sumiu

Quero entrar em teu corpo

como dono

senhor

e fazer-te minha

como na vez primeira

em que foste minha escrava

e minha rainha

Quero que me sintas

em ti

que me sintas teu

sobre esse teu peito

amado

que me acolheu

neste amor terno

que nos sorriu

e que se um dia

eu não não mais viver

possas tranquila dizer

não, ele não morreu

esta aqui comigo

jamais partiu

Quero ter-te esta noite

casta

pura

toda minha

levando-me à loucura

à insanidade

no teu coração

um dia

a leve dor

de uma doce saudade

e eu

nunca mais perdido

levando comigo

este amor

tão sofrido

desejado

vivido

para a eternidade

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

tags:

Escrito por Gonçalo de Assis às 09:23


33 comentários

De seus amigos a 31.08.2006 às 17:59


Grande surpresa em encontra-los aqui,não poderia perder seus comentarios.
Gonçalo nós fizemos parte do jogo,que jogo não gosto nem de lembrar.
O proximo vc,participa e por favor tira o nosso apelido de tartaruga.
Conto com sua colaboração.
E para vcs,pestinhas vão trabalhar que vergonha,vcs costumam dizer que não podem perder dinheiro estes dias só bagunça..
Olha não irei comentar quem me deu o endereço tentem adivinhar...
Precisamos nos encontrar e colocar o papo em dia.
Nando para de enrolar e marca logo esta data de casamento ,se não me falha a memoria só de noivado ja são 4 anos.
Esta com medo dos pestinhas,eles só ameaçam mais não morde.
Os amigos

De Gonçalo de Assis a 31.08.2006 às 18:14

Ola amigos. É um prazer tê-los aqui. Bom, tartarugas vcs não são mesmo. Já os pestinhas que perderam o jogo............enfim
Espero que continuem sempre por aqui e terei todo o prazer em jogar com vcs um dia destes. Abraço a todos

De Coletivo pestinha a 31.08.2006 às 18:22



Perdido por perdido vou lhe responder.
Cara quem lhe deu o endereço daqui?
Precisa ficar espalhando que sou noivo a tantos anos.
Vc,não entende a data não deu certo ainda.
Sobre o jogo logico que nosso irmaõzinho ira particpar não podemos garantir senão coninuaremos com o apelido.
O pestinha2 não esta aqui,comeu um prato de espinafre e sumiu,dizem que a esposa também sumiu imagina o que estão fazendo aproveitaram o conselho irmãozinho.
Passa lá minha sogra hoje,tomaremos bronca e vc faz parte da turma mesmo,avisarei que vc,jantara conosco .
Quem te avisou do blog ,pega o meu numero do celular precisei muda-lo.
Te esperamos a noite,não fura não iremos para o stio se estiver a fim combinamos tudo a noite.
Coletivo pestinhas

De Amigos a 31.08.2006 às 18:30


Pode avisar irei jantar sim,mas bronca deixo para vcs eu não fiz para escutar sermão.
Deixa o pestinha2 saber que divulgou que saiu com a esposa dele ira cuspir fogo.
Mais tarde estarei lá, e partir de hoje entrarei neste blog e divulgarei o endereço a mais pessoas.
Os amigos

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes