Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Moedas ou flores???

Terça-feira, 12.05.09

 

Conta uma antiga lenda que dois homens armaram as suas tendas com mercadorias junto de uma estrada com muito movimento. Essa estrada dividia-se depois noutras estradas que davam acesso a cidades e aldeias.

Numa tenda maior e mais colorida instalou-se o mais ganancioso dos vendedores porque era a sua intenção fazer fortuna rapidamente.

As suas mercadorias eram muito caras e para o justificar eram embaladas em caixas muito bonitas e decorativas.

Numa tenda de aspecto mais modesto instalou-se o outro vendedor que esperava pacientemente que o procurassem os clientes sem fazer qualquer alarde do que comercializava.

A tenda mais luxuosa atraia mais gente e os clientes que lá íam , compravam , sem nunca discutirem o alto preço que o vendedor pedia.

O outro vendedor tinha muito menos clientes mas nem por isso era menos afável.

Poucos o procuravam , mas quem o fazia ganhava sempre um sorriso de amizade.

E os que recebiam esse sorriso retribuiam com carinho , ainda que nada mais possuíssem.

O vendedor mais careiro ia enchendo os cofres de dinheiro e cada vez vendia mercadoria mais cara e mais luxuosa.

E sentia-se feliz, cada vez mais rico.

E assim continuaram ambos os vendedores  a fazer as suas vidas por muito tempo.

Passados anos os vendedores envelheceram e achando que a qualquer momento o Pai os chamaria ao seu seio , resolveram verificar o que tinham conseguido ao longo da sua vida.

O vendedor rico abriu o cofre e viu-o repleto de moedas de ouro , mas olhou em seu redor e viu-se sozinho.

Todos o invejavam e desejavam a sua fortuna.

Os herdeiros desejavam a sua morte.

O outro vendedor que era amado por si mesmo , de quem ninguém nada esperava para além do seu carinho , estava rodeado de gente querida , que lhe sorria e o acarinhava.

O primeiro vendedor fez fortuna , mas na sua ganância não viu o quanto na verdade era pobre.

O vendedor modesto era bastante mais rico , rico do amor de todos e do amor de Deus.

Todos nós podemos fazer as nossas escolhas.

Ou amar os outros ou só pensar em nós mesmos.

É para termos poder de decidir que o Pai nos concedeu a liberdade plena de escolher o nosso caminho.

Mas sabemos que a liberdade tem um preço, a responsabilidade.

E somos responsáveis por todos os actos que cometemos e também pelos que indirectamente fizemos com que outros cometessem.

Assim todo o bem ou mal que praticamos , é como um caminho que traçamos , pois no final dele , colheremos os frutos da árvore que plantamos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:47


4 comentários

De Teresa Augusto Shanor a 13.05.2009 às 03:47

Querido Gonçalo!!

Carinho, sorriso sincero, ternura, são flores que plantamos e colhemos no jardim da nossa vida. E, enquanto nos doamos, a vida nos enriquece com a solidariedade dos que nos amam, pelo simples prazer de retribuir o que lhes demos com desprendimento .
Bem oportuno este tema, que deve ser lembrado, a cada passo que damos em nossas vidas.

Beijos com muito carinho em seu coração!

De teresa neto a 13.05.2009 às 11:27

Bom dia meus anjos
Só passei para vos deixar um beijo muito grande nos vossos corações e que Deus esteja convosco.
Teresa

De Gonçalo de Assis a 13.05.2009 às 13:42

Oi Teresa, um beijo com carinho e vá dando noticias.
Gostaria de saber como está indo o assunto que falamos.

De valquiria a 13.05.2009 às 22:14

Boa noite Gonçalo,lindo a escolha do texto.
Textos que nós fazem refletir é muito bom.Moedas ou Flores ???Fico com as flores,o vendedor somando o mais belo e forte sentimentos.Só poderia em resultar as flores além de embelezar a vida perfuma nossas almas.Enfim,quem tem amor no coração,procura sempre trabalhar pela felicidades de todos.Plantando boas sementes teremos bons frutos.
Beijos com carinho a vocês

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes