Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Preciso Falar-te

Sexta-feira, 12.06.09

Preciso falar-te do sonho
Preciso falar-te de amor
dos medos , das certezas
Preciso falar-te de tudo
de nada
Preciso falar-te de mim
da minha alma
Preciso de falar das sombras
que tu dissipas
dos medos que tu afastas
do anjo que desconheço
do amor que não mereço
da vida a que deste asas
Preciso falar-te das madrugadas
das rosas prenhes de orvalho
do canto das andorinhas
Preciso falar-te das estrelas
do brilho que elas mostram
Preciso falar-te de dor
da dor que atormenta o peito
de todo aquele que ama
do amor que é perfeito
que sendo fogueira no peito
é mais que simples chama
Preciso falar-te das cores
das arvores e das flores
do azul lindo do céu
de coisas tão pequeninas
coisas apenas minhas
que preciso partilhar
que preciso oferecer-te
num gesto simples de amor
de carinho e de loucura
porque é tão louco o amor
tão inesperado e insano
que se vê numa flor
o rosto da mulher amada
e em seu corpo , tudo e nada
como se o mundo encerrasse
no momento em que se oferece
em que se abre em paixão
momentos tão pequeninos
que se tornam eternos
gravados no coração
O amor é fogo e frio
é aventura e temor
é loucura a sabedoria
é mediania e arte
é deste amor tão nosso
deste amor tão complexo
que apesar de tão vivido
tanto por nós conhecido
é dele que preciso falar-te

 

Texto de Gonçalo de Assis com Edição de Pedro Lyon de Castro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:29


1 comentário

De Andreia a 13.06.2009 às 23:05

Tenho a certeza que a Maria sabe o quanto é amada.
Mas é sempre bom falar de amor.
A Maria ficou lindissíma.
As melhoras, amigo.
Beijo aos dois

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes