Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Resisto...

Domingo, 21.06.09

Resisto sempre um pouco mais

mesmo quando o medo me acena

e a minha coragem

pareça ter desaparecido.

Resisto mais um minuto

porque sei que a cada minuto

poderei resistir muito mais.

Resisto sempre mais um instante

mesmo que a derrota pareça iminente.

mesmo que a desilusão se faça presente.

Resisto sempre mais um pouco

mesmo quando os invejosos

me dizem que vou perder

que é bem melhor parar

resisto sempre

até quando a minha esperança parece acabar.

Resisto sempre mais um pouco

mesmo que nem entenda porque resisto

mesmo que a insegurança seja maior

que a minha trémula vontade, eu resisto...

Resisto sempre mais

mesmo quando a dor é pesada

e eu sinto-me indefeso

como um pássaro ferido

a quem amputaram as asas.

Resisto porque sei

que é o ultimo momento da agonia da madrugada

que nos arrasta o dia

um dia de sol , bonito

que eu sei que nascerá para mim

basta que eu resista.

Resisto , porque estou no limite de mim

e tenho em redor

montes de braços estendidos

que me acarinham , se doam

e em troca apenas me pedem que resista.

E resisto por ti meu amor

para ganhar do Pai

o troféu que quero depor em Teu seio

e se chama felicidade...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:35


1 comentário

De Paula Santos a 22.06.2009 às 03:55

Querido não posso deixar de comentar o teu texto.
Embora mais distantes , pelas voltas que a vida dá , quero que saibas que estou aqui.
Estou como sempre estive , porque não há gestos impensados que destruam um carinho sincero.
Sei que estas a passar momentos difíceis e dói-me saber isso.
Porque continuas a ser como sempre foste um amigo muito especial.
Um irmão , alguém muito querido.
Se eu pudesse estaria em teu lugar para que tivesses enfim paz.
Quero que saibas que o meu abraço continua sempre disponível para ti.
Que o meu carinho está intacto como sempre esteve.
Gosto muito de ti meu querido e sei que vais resistir a tudo como até aqui o tens feito.
És um lutador meu querido e serás sempre.
Não te deixes abater por algo que tu podes vencer.
Um problema cardíaco não é o fim do mundo.
E já era esperado em virtude de tratamentos anteriores.
Mas assim como venceste os outros , vencerás este também.
Vou estar sempre à espera que me procures , que retomes o carinho e o lugar que é teu.
Adoro-te muito meu querido.
Tens o meu numero de telemóvel que continua o mesmo.
Liga-me , estou a morrer de saudades e não só eu , toda a família.
Deixo um beijo para ti com toda a amizade.
Beijos do Rui e do teu afilhado.
Um abraço carinhoso do Álvaro.
Estaremos sempre contigo , meu anjo.
Um beijo com todo o carinho para a Maria com quem também não falo há tanto tempo.
Que Deus vos abençoe.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds