Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Resisto...

Domingo, 21.06.09

Resisto sempre um pouco mais

mesmo quando o medo me acena

e a minha coragem

pareça ter desaparecido.

Resisto mais um minuto

porque sei que a cada minuto

poderei resistir muito mais.

Resisto sempre mais um instante

mesmo que a derrota pareça iminente.

mesmo que a desilusão se faça presente.

Resisto sempre mais um pouco

mesmo quando os invejosos

me dizem que vou perder

que é bem melhor parar

resisto sempre

até quando a minha esperança parece acabar.

Resisto sempre mais um pouco

mesmo que nem entenda porque resisto

mesmo que a insegurança seja maior

que a minha trémula vontade, eu resisto...

Resisto sempre mais

mesmo quando a dor é pesada

e eu sinto-me indefeso

como um pássaro ferido

a quem amputaram as asas.

Resisto porque sei

que é o ultimo momento da agonia da madrugada

que nos arrasta o dia

um dia de sol , bonito

que eu sei que nascerá para mim

basta que eu resista.

Resisto , porque estou no limite de mim

e tenho em redor

montes de braços estendidos

que me acarinham , se doam

e em troca apenas me pedem que resista.

E resisto por ti meu amor

para ganhar do Pai

o troféu que quero depor em Teu seio

e se chama felicidade...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:35


5 comentários

De valquiria a 22.06.2009 às 00:59

Boa noite Gonçalo!LIndo seu texto eo mesmo triste.Não permita que o inimigo( a doença) roube sua vida e a perspectiva das realizações de seus sonhos "A FELICIDADE".Querido tenha ânimo!
Força Gonçalo!!!.
Siga em frente por Deus esta contigo.
Beijos com carinho

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes