Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Há sempre um amanhã

Terça-feira, 10.11.09

Talvez hoje seja um dia em que alguém decida dar-lhe ordens e mostrar o que você deve fazer,e embora você possa e deva ouvir os conselhos que por cuidado ou por outro qualquer sentimento lhe são dados , escute apenas com atenção a sua consciência. Porque o certo e o errado varia consoante a consciência de cada um.

É sempre possível que o seu amigo mais querido apareça e lhe fale do seu ponto de vista sobre os perigos escondidos ao virar de cada esquina, e embora o seu dever seja ouvi-lo, retire-o dessa desconfiança e faça com que creia na renovação que o amor Divino projecta em cada homem.

É também muito provável que alguém tente mostrar-lhe como está cansado ou como parece doente e desmotivado, mas ainda que você agradeça a preocupação demonstrada , continue dando o melhor de si mesmo, dentro das forças de que dispõe, não permitindo que o cansaço gere preguiça e a doença, o desanimo.

Por mais que falem , mantenha aceso o fogo que alimenta a sua paz, não deixe que pareceres externos guiem a sua vida.

Mesmo que num dia tudo pareça contra nós, se continuarmos compreendendo e agindo de forma harmoniosa, sempre teremos no nosso coração a certeza que o Pai está junto de nós e que amanhã virá outro dia , repleto de sol, pronto a dissipar a bruma de hoje.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 23:18

O outro lado da tempestade

Domingo, 08.11.09

Amo ver as tempestades de início de Inverno. O céu fica carregado, o vento uiva numa fúria de chegar mais longe, a chuva canta a sua toada melancólica e só os relâmpagos fulgurantes iluminam o seio das trevas.

O cenário parece sempre devastador.

Mas quase por magia o vento de repente cessa a sua fúria , as nuvens param de chorar a sua saudade da terra e os relâmpagos recolhem as suas cores fantásticas.

E tantas vezes após tudo isso brilha um lindo arco-íris.

Então após isso a terra cheira a fertilidade , a erva fica muito verde e os riachos enchem-se da música cristalina do seu percurso.

As árvores de um verde intenso irradiam vida.

Tudo isso porque a tempestade abraçou a terra e deixa os seus frutos muito tempo após as pessoas já terem esquecido a sua passagem.

E isso mostra-nos que das grandes turbulências renasce a paz.

Que Deus pode não nos ter dado uma vida fácil, mas que o seu amor por nós é seguro.

Foi uma tempestade devastadora que originou a descoberta das minas de ouro na Índia.

E é com a tempestade que se abate em nossa vida , que descobrimos os tesouros escondidos do amor de Deus.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:40

Quem tudo quer...

Sábado, 07.11.09

Conta uma velha lenda que um homem de negócios resolveu ir pescar para um lago a fim de atenuar o stress.De repente pescou um peixe totalmente diferente dos que vira até então. O peixe tinha escamas da cor do ouro e um olhar que parecia humano. Enquanto se debatia no chão do barco , o homem pôde ver o quanto era belo e maior foi ainda a sua surpresa quando o peixe o olhou e falou:

- Senhor se me devolver ao lago , eu lhe satisfarei 3 desejos.

O homem de negócios , ouviu , ponderou , mas a sua veia de negociante e a sua avidez fê-lo dizer:

-Por 5 desejos devolvo-te ao lago.

Mas eu só posso conceder 3 , disse o peixe quase sem ar.

Quatro; propôs o homem de negócios já a antever a riqueza que ía adquirir.

Três, disse o peixe num fio de voz.

Não , respondeu o homem de negócios, solto-te por 4 desejos, concordas?

Mas não obteve resposta.

O homem olhou e viu o peixe morto no fundo do barco.

Era já tarde para voltar atrás.

Quem tudo quer, tudo perde.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:08

O Tempo da amizade

Sexta-feira, 06.11.09

Sonhamos muito com sentimentos cor de rosa , com emoções fortes, com aventuras tão diferentes da nossa habitual vida rotineira.

Vivemos em estado de graça quando nos apaixonamos , a vida adquire diferentes nuances, e somos capazes de enfrentar um adamastor a cada esquina.

O coração pula na garganta e imaginamos uma vida cheia de romantismo ao lado do ser que se tornou dono do nosso sentir.

Mas infelizmente , em tantos casos , o apaixonado um dia acorda e descobre que o sol morreu numa noite sem fim.

Que o vento já não murmura juras de amor , é apenas tormenta.

E chora , o choro do desespero , da desilusão , o medo, e a rejeição por si mesmo e pelo outro.

É a hora em que a alegria dá lugar à tristeza e em que o amor se torna num ódio extensível ao mundo todo,a quem o rodeia , ao que antes achava belo.

Os braços cruzados sobre o peito , apertam somente a solidão e a esperança cai, soterrada em ruinas de sentimentos mortos.

Até que do meio do nada , sem se fazer notar, aparece alguém que repete pequenas verdades, e tenta dissipar o manto de escuridão, pacientemente. Que se senta ao lado, quieto, vendo escorrer lágrimas e partilhando-as,mas que oferece também a luz de um sorriso, querendo renovar a esperança.Que oferece apoio, um passeio à beira mar, uma ida ao teatro, um abraço apertado, um sorvete com sabor a pistacho e ri da cara entediada.

Fingindo nada entender , mas compreendendo tudo, espera, até que a dor se esfume devagarinho. Fica junto sem se deixar abater.E o que faz essa pessoa ficar, é um sentimento cada vez mais raro. Que poucos dão e menos ainda sabem reconhecer. E esse sentimento é a amizade , que se divide no sorriso , no querer bem, na paciência , na calma de santo,no respeito pelo outro, no falar sem ferir, na sabedoria de sorrir para acalentar lágrimas, no saber ouvir sem perguntar, no aceitar sem questionar,no acreditar que o outro pode e é capaz.Mesmo quando o outro pensa e acredita na sua total incapacidade.Espero sinceramente que todos saibam fazer perdurar algo tão puro quanto uma verdadeira amizade e que saibam sobretudo o momento certo de demonstrar esse sentimento a alguém.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:06

Amo-te Tanto...

Terça-feira, 03.11.09

 

Meu amor vou amar-te para sempre

amo-te hoje

e sei que amarei eternamente.

Amo-te pelos teus gestos

pela luz do teu sorriso

pelo carinho que se solta do teu amor

amo-te por tudo o que tu és.

Tu estás presente em tudo o que sou

e em tudo o que vivo.

No ar que respiro

na imagem do sol poente

que me afaga a alma.

No canto doce dos pássaros que me adormece.

Na madrugada que é promessa

e no cair da noite

que é certeza.

Amar-te-ei na paz transcendente da morte

e amo-te na luz com que Deus inunda a terra

dando-nos vida.

Amo-te

e amar-te- ei no Outono da vida

na quase chegada

no fim ...

E ninguém é tão forte neste mundo

que possa tirar este amor de mim.

Amo-te nas horas de dor

porque o teu amor é o meu amparo.

Amo-te nas horas de felicidade

porque só sou feliz

quando estás comigo.

Mesmo que um dia não me ames mais

eu vou amar-te.

Mesmo que eu seja um dia

apenas uma lembrança para ti

eu amar-te ei tanto quanto hoje.

Mesmo que o meu coração pare

e eu parta

eu amar-te-ei.

Só Deus poderia tirar-te de mim

mas ele não o fará

porque ele sabe meu amor

que a vida que eu trago comigo

é a tua.

Que o coração que me faz viver

é o teu.

Que respiramos juntos

o ar que me mantém vivo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:12


Pág. 2/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds