Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Poder ...

Terça-feira, 29.03.11

 

Há muito , muito tempo, existiu um guerreiro muito forte , que era conhecido como invencível na guerra . Era um homem que não tinha compaixão , e pela sua crueldade era temido por todos . Mal ele se aproximava de uma localidade , todos os seus habitantes se escondiam , com medo das atitudes brutais do guerreiro , porque a fama de crueldade já o precedia por todo o lado . Um dia aproximou-se de uma aldeia onde viviam alguns agricultores e um velho bastante sábio . Quando as pessoas da pequena aldeia souberam que ele se aproximava , fugiram apavorados para as montanhas . Só o velho sábio ficou na aldeia , até porque pela sua idade não podia fugir . Quando o guerreiro chegou deu veracidade à sua fama de crueldade , incendiou todas as casas e matou os animais que os agricultores não tinham conseguido levar . Até que chegou à casa do sábio que ao ver o seu ar tirânico se assustou. Sem qualquer compaixão , disse ao velhinho que o mataria , mas que lhe concederia ainda um ultimo desejo . O sábio pediu ao guerreiro que o acompanhasse até a um bosque próximo e pediu-lhe que desembainhasse a espada e cortasse um pequeno ramo de uma árvore . O guerreiro estranhou , pensou que o velhinho devia estar já senil para pedir um tal desejo , mas se era isso que queria , ele achou que tinha o dever de o fazer . O guerreiro acompanhou o velhinho até ao bosque , desembainhou a espada e com um golpe certeiro cortou um ramo de uma árvore . O velhinho agradeceu , mas pediu ao guerreiro que voltasse então a colocar o ramo cortado na árvore . O guerreiro riu-se , agora ciente mesmo que o guerreiro tinha enlouquecido e explicou que isso é impossível . Ninguém jamais consegue recolocar  um ramo numa árvore após o ter colhido . E disse ao sábio que ele tinha gasto inutilmente o seu ultimo desejo com um pedido de louco . E o  sábio calmamente respondeu :- Louco é o homem que julga ter autoridade para subjugar os outros , que pensa que pode dar impunemente vazão à sua ira . Que pode matar quem se atravessa no seu caminho e destruir tudo o que encontra . Quem só sabe julgar , punir , destruir , não tem poder algum . Poder tem quem sabe perdoar , quem se coloca no lugar do outro , quem se faz respeitar por amor e não por medo , quem sabe juntar a si e não afugentar de si , quem sabe unir o que se quebrou , quem faz o milagre de dar vida ao que parecia morto . Só quem sabe estender a mão para amar e perdoar , é digno de ser tido como alguém com muito poder .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:20

Silêncio

Sábado, 26.03.11

Quando me magoam é aqui no refugio da minha casa onde o silêncio impera , que me escondo e penso em tudo que a vida me tem ensinado e descubro que o silêncio que procuro tem muitas vantagens e me ensina muita coisa . Aqui no refugio seguro da minha sala deixo a alma vaguear e escuto no silêncio que se instala a voz da minha alma que me mostra coisas em mim que ainda desconheço , que me ensina a calar-me durante o tempo irreflectido em que uma voz se ergue pronta a gerar discussões e assim evito a tragédia de ideias que se agridem conflituosamente , num momento que pode destruir para sempre o que anos de parceria construíram . Aprendo com o silêncio que promovo, a respeitar a opinião dos outros , mesmo quando ela é oposta à minha , sempre que tenha fundamento , ainda que contrário a tudo em que acredito . Aceito a responsabilidade e a consequência de factos que eu mesmo provoquei e deixo o meu orgulho amordaçado do lado de fora de mim . É no meu silêncio que valorizo a beleza da simplicidade , o desabrochar de uma tulipa no vaso , o voo brilhante de uma borboleta que toca o vidro da minha janela , o murmurar da fonte que canta um hino à paz . No meu silêncio aprendo a aceitar os factos , evito reclamações vazias e o empurrar dos meus erros sobre outros ombros , e descobri que a solidão não é um castigo , existem companhias bem mais punitivas e decepcionantes que a solidão . A  solidão só é um castigo , quando o nosso coração é vazio , a alma não tem conteúdo e a solidão nos coloca frente à nossa própria aridez e infrutuoso caminho . Aprendi ouvindo o meu silêncio , que a vida é boa se soubermos viver do lado mais correcto , que momentos de felicidade podem ser simplesmente os passados a ouvir uma musica que nos faz sorrir , a ler um livro que nos faz sonhar . Aprendi em mim que nada é imutável , que a vida se regenera em ciclos , como as marés que vêm e voltam e o sol que nasce todos os dias . Aprendi a valorizar todos os meus dias que são uma luta e uma dádiva , aprendi a reconhecer as minhas virtudes e a aceitar corrigir os meus defeitos , até aqueles que um dia sei que ainda vou descobrir . Aprendi a aceitar e a sorrir calmamente no meio ao transito mais caótico , na maior das inquirições , na pior das brigas com quem amo . Descobri que eu posso ser um templo de fé e transformar a minha vida numa missão tão simples quanto respeitar os outros , valorizar as coisas boas que me oferecem , corrigir as injustiças que estejam ao meu alcance mudar . Aprendi a dizer as minhas razões num tom de voz respeitoso , porque gritar não angaria respeito , que ouvir atentamente pode ser a chave do meu sucesso , e que muitas vezes por mero respeito , prefiro calar -me , ficar em silêncio para que os outros se ouçam e vejam a verdade que está presente no meu olhar . Respeitar e ouvir nunca fez de mim um fraco , sempre me senti vitorioso no abraço terno dos amigos que muitas vezes o meu silêncio em momentos críticos , me ajudou a conservar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:36

Crise

Quinta-feira, 24.03.11

Portugal raramente é notícia  de primeira página na imprensa internacional e hoje abriu as noticias de praticamente todo o Mundo , incluindo o Brasil que nos compara à Grécia . A crise é séria e estamos a braços com ela e cabe a nós Portugueses resolvermos o problema em que estamos metidos . Deixa-me espantado esta onda de greves que só anula o resto da economia que ainda gira em Portugal e pergunto a mim mesmo em que mundo vivem os sindicalistas que organizam estas mesmas greves . Será que não sabem que não adianta fazer greves , protestos , que a situação não vai mudar , simplesmente porque não há como . Portugal não tem dinheiro para fazer face às despesas normais do Pais e se hoje os partidos de esquerda se queixam da perda de benefícios por parte dos trabalhadores , ainda não se aperceberam do que na verdade nos espera . Não é o momento de fazer greves , de criar tensão social , de pedir benefícios , é altura de trabalhar em conjunto por um Pais em agonia económica . Não adianta colocar todas as culpas nos ombros do Engenheiro Sócrates , a crise começou em 74 , quando um movimento militar colocou fim ao regime governamental de então , sem ter uma visão real das coisas . A seguir ao 25 de Abril , com a lei da reforma agrária , com as leis comunistas , fomos descapitalizando e destruindo a economia de um Pais pequeno que subsistia praticamente da agricultura e das pescas . A agricultura , as grandes herdades foram colocadas nas mãos de pessoas incapazes de as gerir , o dinheiro desaparecia , não havia lei nem ordem e o caos foi crescendo . Vieram os difíceis anos  80 e depois a " salvação" pela mão da comunidade Europeia quando aderimos . Fizemos uma péssima descolonização , deixamos tudo de mão beijada como se fossemos uma potência rica , apenas para ganhar prestigio internacional e isso deve-se ao péssimo trabalho do Dr. Mário Soares . A adesão de Portugal à CEE dourou por uns anos a pobreza encoberta e a incompetência governamental do nosso Pais . Em troca do dinheiro com que os sucessivos governos de TODAS as cores políticas ganhavam eleições , desistimos da nossa pesca , fechamos todas as fabricas de conservas de pescado , abrimos mão da produção de leite , de azeite , arrancou-se olival , vinha, recebemos para fazermos o que sabia melhor , a total inércia . Claro que o nosso Pais recebia subsídios para investir nos mais variados sectores , tendo a agricultura recebido imensos subsídios para implantar em Portugal novas culturas como beterraba , cártamo, algodão  etc... Mas esses subsídios não eram fiscalizados e assim sendo os agricultores tão empenhados em progredir a economia , optaram por investir em casas de férias no Algarve e em sustentar a amante e o carrinho topo de gama .  Ora um Pais que só recebe , nada faz para implantar uma economia auto - suficiente acaba por cair . É como uma casa em que os donos vivessem de doações para investirem e em vez disso gastassem simplesmente sem se importarem com acautelar o futuro , chega o momento que as doações cessam e se pedem contas do dinheiro investido e simplesmente nada há para gerir ou para permitir um futuro seguro. Assim fez o nosso Pais e agora simplesmente não temos recursos . Neste momento com a desconfiança dos mercados internacionais que mesmo a juros altíssimos podem decidir não nos emprestar mais nada , estamos perante cenários nada famosos . Primeiro estamos a um passo da banca rota declarada , ou seja a falência total dos bancos se não conseguirem capital estrangeiro e ai ninguém vai responder pelas poupanças dos portugueses , que perante a falência do sistema bancário , simplesmente perderão o que depositaram . Temos também o cenário da ajuda Internacional , que ao contrário do Engenheiro Sócrates eu não acredito que vai denegrir a boa imagem do Pais , simplesmente porque ela já não existe . Provavelmente iremos ter eleições para respeitar o sistema democrático , mas que ninguém se engane , mesmo que o PSD ganhe , ele para levar a cabo todas as reformas estruturais e profundas que são necessárias , vai precisar do acordo de todos os partidos . Um governo de consenso com o CDS , o próprio PS e até com os partidos à esquerda do PS . Todos têm que fazer um pacto de estabilidade que permita efectuar as profundas reformas que se tornam urgentes . E claro que o Dr. Passos Coelho não vai tirar coelhos de uma cartola inexistente , vai governar com o que há , tendo que tomar medidas muito duras também . Acredito que vá reduzir despesas de estado, certamente irá aumentar o IVA e espero sinceramente que mexa em todo o sistema de Segurança Social , o maior cancro da nossa economia . É urgente que sejam fiscalizadas todas as baixas , que não continue como até aqui , que até uma unha encravada dava baixa. Que fiscalizem a atribuição de subsídios de desemprego , para acabar com aquelas situações vergonhosas de pessoas que recebiam e trabalhavam ao mesmo tempo ou que trabalhavam só o tempo necessário para obter esse subsidio e depois permitiam-se viver dele sem qualquer intenção de procurar trabalho . E que se termine de uma vez com o subsidio de reinserção social , que foi uma catástrofe económica e um fiasco social , um subsidio que sustenta a pior parte da sociedade , aqueles que nunca trabalharam , e tenho que referir de novo a vergonha que é dar subsídios a ciganos , que enganam o Estado a torto e a direito , que recebem dois e três subsídios com identidades diferentes e todos os parasitas sociais que aprenderam a ser dependentes de subsídios como se o Estado tivesse que arcar com a sua preguiça . A Segurança Social deve contemplar somente com subsídios quem descontou para lá durante uma vida de trabalho e que parou por velhice ou por ter perdido o trabalho sem culpa. Ou ainda para aqueles que por nascerem deficientes nunca puderam trabalhar e têm direito a viver com dignidade . Todos os outros devem ser simplesmente banidos do sistema social . Quem quer usufruir tem que contribuir , e é da mais absoluta injustiça que meia dúzia trabalhe para sustentar a preguiça de uma dúzia . Nem sequer é viável em termos financeiros . Que se aumentem as propinas das faculdades e que o Estado deixe de subsidiar faculdades privadas , para que o numero de Doutores desça em Portugal , porque somos um Pais de Doutores de vistas estreitas . Doutores que saem da faculdade com um canudo e que depois se colocam à sua sombra como se o seu estatuto de doutor lhes desse justificação para não procurarem trabalho que não seja aquilo que estudaram . Temos a vergonha de doutores formados em privadas que saem das faculdades absolutamente inaptos para trabalhar . Simplesmente porque os cursos lhes foram dados de mão beijada. Voltemos a ter licenciados em numero controlado para quem seja possível dar emprego de verdade , para não termos um Pais de madraços e insatisfeitos ou de doutores fazendo a caixa dos centros comerciais, após anos de estudo inutil e sustentado pelo estado  . Aposte-se na formação profissional em vez de licenciaturas , que se formem jovens para trabalhar e não para baixar o numero dos inscritos nos Centros de Emprego. E sobretudo que todos tenhamos a capacidade de aceitar como inevitável a profunda austeridade que ai vem . É claro que os trabalhadores vão perder benefícios , vai acabar o 13º mês e mais umas quantas regalias , mas neste momento é impossível fazer diferente. E se não se aceitar isso , corre-se o risco de destabilizar completamente qualquer hipótese de reabilitar a economia . E que tenhamos em atenção que neste momento já será indiferente quem governa , qualquer que sejao governante, terá que tomar as mesmas medidas . Os partidos de esquerda queixam-se que o Estado sempre pede sacrifícios aos mesmos , a verdade é que o Estado tem que cortar nas contas de quem dele depende e de quem ele financia . Este é o erro de uma politica com benefícios a mais , com direitos a mais , e com nenhum sentido de dever pela parte do povo . Neste momento o dever é de todos e a bem ou a mal todos pagaremos a factura . Há que arregaçar as mangas e trabalhar em vez de exigir o que neste momento já é impossível de obter . Com a crise anunciada da Espanha , da Itália e da Bélgica, caminhamos para o colapso da zona Euro e para o fim de um sonho dourado. Estamos mais perto do que se pensa , de termos que unir todos os Países da zona Euro num só , criando um governo que faça a gerência de todos os Países , como se governasse um Pais constituído por muitos Estados. E isso seria perder a pouca soberania que nos resta . Que o Pais saiba unir-se sem convulsões sociais e lute por uma causa comum , mas que TODOS trabalhem , porque pagar impostos para outros nada fazerem é desmotivante e injusto . E apesar de tudo que nos reste a esperança de que amanhã é outro dia ...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:21

Resposta

Terça-feira, 22.03.11

 

Em resposta a emails e perguntas de amigos , deixo este post embora não me caiba explicar muito mais do que o Gonçalo aqui adiantou . De facto adoeceu com gripe , de forma bastante grave , o que é normal para pessoas transplantadas a este nível , mas não deixa de ser perigoso e doloroso , É algo quase inevitável e comum neste tipo de recuperações e embora nos assuste há que cerrar os dentes e seguir em frente . É transitório pois tão logo passe o tempo mais critico , ele voltará a ser tão saudável como foi antes disso tudo acontecer . Poderá retomar o desporto , as artes marciais que adora e uma vida normal . agora é tempo de lutar e ele nunca baixou os braços . Quanto às perguntas que fazem sobre o post anterior do Gonçalo , de titulo "Basta" , pois bem , não me cabe a mim referir nada aqui .
O Gonçalo é um ser especial , carinhoso e sobretudo um amigo leal e dedicado . Claro que também é passional , também se fere e magoa , tal como outro humano qualquer , mas penso que espera dos outros aquilo que dá , lealdade . E acho que algo o magoou profundamente e deu livre expressão à sua dor , acrescida da dor própria do seu estado mais frágil . O Gonçalo não é rancoroso , muito pelo contrário , o que recordo quando penso nele é o menino travesso e levado que ainda hoje é. Um menino que brinca com tudo e todos , ainda que com o maior respeito , um garoto que nos provoca e depois foge pela casa morto de riso , para acabar caído no sofá , exausto de tanto rir , que chora para conseguir voltar a respirar . O menino que não vira o rosto a ninguém , o menino que jamais esquece ou fere impunemente um amigo . Pela sua fragilidade quando adoeceu , sempre o protegemos muito e sempre foi o nosso menino .
Não questiono motivos ou razões , mas lamento . Lamento muito que sempre, seja aqui connosco ou em qualquer lugar , exista desinteresse , desentendimento e dor motivada por alguém , ainda pior se for um amigo . A amizade para mim não é somente feita de grandes palavras , é acima de tudo construida sobre grandes gestos .
Vamos esperar que o Gonçalo vença a infecção que tem sido muito complicada e que retome o carinho de todos aqueles que de verdade gostam dele e que ele volte , encontrando tantos braços abertos quantos merece.

 

 

As melhoras querido,  e aquele abraço .

Pedro Lyon de Castro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 17:12

Feliz Dia Do Pai

Sábado, 19.03.11

Hoje é dia 19 de Março , dia do Pai . E para quem não sabe , hoje é também celebrado o dia de São José , padrasto de Jesus Cristo e em sua honra foi designado este dia , como sendo o dia de todos os pais . Apesar de José ser uma figura meio apagada ao longo de toda a bíblia e manuscritos , não havendo conhecimento nem da data do seu nascimento , nem o da sua morte , mas cerca do ano 1621 , o Papa Gregório XV , instituiu o dia 19 de Março como sendo o da sua morte e passou a ser celebrado este dia como o de São José e de todos os pais . Ser pai no entanto é uma tarefa complexa , que vai muito para além de procriar e de colocar no mundo um filho com o nosso código genético  e o nosso sangue circulando nas veias . Há coisas que um pai tem que saber e sentir para merecer ser chamado de pai . Um pai precisa ter valores morais para os poder ensinar e também precisa ter educação para a saber dar . Não se pode exigir de um filho aquilo que não se lhe deu ou ensinou . Um Pai tem que saber dar apoio e amor , mas também tem que saber em que momentos o deve ou não dar . O pai deve saber ser um amparo e uma certeza de porto seguro para os filhos , mas não deve viver por eles , nem evitar-lhes as suas próprias experiências , os filhos têm direito ao seu espaço , para aprenderem a lutar pelo que querem , para se integrarem de forma ética com os outros e para saberem ser dignamente independentes . Um pai para ser bom , não tem que dar aos filhos tudo o que pedem , até porque muitas vezes nem eles sabem exactamente o alcance negativo do que pediram . Um pai educa e educar é muitas vezes corrigir, mas nunca humilhar , porque um pai que humilha os filhos , vai acabar por fazer com que se perca o respeito mutuamente e vai fazer com que os filhos cresçam revoltados e façam o mesmo aos seus próprios filhos quando já forem pais . Um pai deverá dar aos filhos o exemplo de uma palavra firme , cumprindo tudo o que promete , seja uma prenda ou um castigo , para que os filhos cresçam cientes do valor de uma palavra empenhada. Um pai tem o dever de ensinar os filhos a enfrentar a vida , mas tem o dever de respeitar a sua forma de a viver . Se um pai tenta continuamente interpor-se entre o filho e os problemas , acabará criando um ser eternamente fraco e dependente . Um pai NUNCA deve MENTIR e muito MENOS INCITAR OS FILHOS A QUE O FAÇAM , porque isso vai deturpar nas crianças o valor da verdade e vai criar um hábito compulsivo de fuga para a mentira . E se o pai erra deve admitir , afinal pai é um ser humano comum que também erra , o valor está em o admitir e mostrar que soube aceitar o erro e aprendeu a não o cometer de novo . Um pai não tem que ser perfeito , tem apenas que ser sincero e verdadeiro .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:50

Leis que a vida me ensinou

Sábado, 19.03.11

Quando temos um seguro , ele cobre tudo menos aquilo que de facto acabou de nos acontecer ...

Quando nós estamos apenas com uma mão livre para abrir a porta do carro , a chave vai estar de certeza dentro do casaco , no bolso oposto .

Se tivermos as mãos sujas de tinta , vai começar uma comichão bem intensa mesmo na ponta do nariz .

Seja qual for o lado pelo qual abrimos uma caixa de remédios , a bula sempre vai estar no nosso caminho .

Quando começamos a achar que aquele problema chato começou a melhorar é porque nos esquecemos de ver algum detalhe importante que nos passou mesmo ao lado .

Sempre que uma coisa nos parece muito fácil , geralmente é porque há algo errado ...

Se conseguimos manter a calma , quando ao nosso lado todos perderam a cabeça , é porque não alcançamos toda a amplitude do problema .

Os problemas nunca se resolvem , só se transformam ...

Quando o telefone toca na outra ponta da casa , corremos para atender e chegamos exactamente na hora em que termina o ultimo toque .

Cada vez que ligamos o PC e a net , chegam todas as chamadas que não vieram durante o dia todo .

Quando eventualmente aparecem programados na TV dois programas que nos interessaria ver , fatalmente ambos passam no mesmo horário .

A possibilidade de colocar uma nódoa no fato enquanto come , é directamente proporcional à imperiosa necessidade de aparecer limpo numa reunião .

A velocidade do vento que despenteia enquanto se caminha até ao carro , é proporcional ao preço do penteado exibido .

Quando após anos de adiamento , resolvemos arquivar um processo , é quase certo que ele nos fará falta num dos dias seguintes .

Sempre que chegamos pontualmente a uma reunião , ninguém está lá para ver , mas se atrasarmos dez minutos , TODA a gente estará lá , olhando-nos criticamente ...

E por fim , aprendi que o mundo caminha pelo esforço dos inteligentes , mas são os burros preguiçosos que o usufruem , enquanto os outros trabalham .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:01

Basta

Quinta-feira, 17.03.11

 

Basta! Basta de acreditar em falsas declarações de amizade , em falsas promessas , em falsas compaixões , basta ...

Como todos os meus leitores sabem , porque nunca fiz questão de esconder a minha vida , nem tenho motivo para tal , fiz um transplante cardiopulmonar que me deixou muito frágil perante todas as infecções ditas oportunistas . Sendo que para mim a pior de todas tem sido a gripe , com a qual já me reinfectei este ano pela terceira vez . Até ai nada de especial , acontece , faz parte de uma recuperação que se sabe à partida que é longa . Tenho a minha família que me apoia indiscutivelmente , a minha mulher que se isola para ficar comigo e me trata nas longas noites de perfeita agonia em que uma gripe no meu caso se transforma . Tenho o Carlos , sempre amigo , sempre alerta , sempre empenhado em ajudar-me , perdendo noites de sono. E tenho amigos ... Amigos que vivem comigo cada minuto de agonia e dor , amigos que estão comigo permanentemente , amigos que me dão força e coragem para lutar . Depois tenho amigos queridos , que se preocupam comigo , mas que eu egoisticamente não cuido como deveria . Amigos que me ligam e cuja chamada fica sem retorno . Que me enviam flores , e cujo o meu obrigado é incerto e tardio . Amigos que fazem da sua vida uma eterna preocupação comigo . aos quais esqueço de dar muitas vezes o valor que merecem . E depois tenho amigos , daqueles que me fazem grandes declarações , que dizem que sou isto e aquilo , amigos a quem dediquei tanto de mim , amigos para quem sempre estive presente , amigos para os quais varei noites enviando sms , dando carinho , muitas vezes dando tempo em detrimento do tempo que tinha para dar à família . Amigos em cuja sinceridade sempre acreditei , cujas dores vivi como se minhas fossem , amigos que eu pensei jamais ser capaz de viver sem e que quando precisei não estavam simplesmente lá .  Nesta ausência forçada da net por causa da gripe , muitos foram os sms e recados que recebi de amigos , de simples leitores , de pessoas a quem nunca liguei a mínima . E quando numa noite sinto que o oxigénio já não me chega aos pulmões , quando sinto que a dor é maior que aquilo que posso suportar , quando tento fingir para que a minha mulher não perceba , a família não desconfie , sinto falta de uma amiga que devia estar lá , e ligo para encontrar um telemóvel desligado e deixo mensagem para passados 3 dias não ter obtido resposta . Então relembrando as longas conversas , o trabalho que deixei de fazer para estar ali jogando conversa fora porque simplesmente cria nessa amizade , porque eu era sincero e essa amizade importante para mim . Relembrando a dor que senti , quando não podia atenuar a dor dessa pessoa , relembrando o que me foi dito , as declarações de amizade lindas , quase poesias , eu pergunto como alguém pode ser tão falso e tão egoísta , tão egocêntrico e tão cheio de um nada empolgado a coisa nenhuma. Por isso para mim basta de acreditar em amizades dúbias , em enredos de filmes , em pessoas egocentricas , vazias de vida , que vampirizam  as emoções dos outros , as invejam e só sabem sentir ciúme e inveja daquilo que nunca serão capazes de viver. E lamento muito , que apesar de tantos avisos de tanta gente , eu me tenha achado sabedor de verdades eternas e tenha alimentado em mim um laço que apenas era um engodo frio e sem base . Não quero mais saber de declarações recalcadas , de pessoas que vivem das minhas emoções , quais vampiros da noite prontos a sugar a energia vital da alma dos outros . Pessoas manipuladoras , capazes de jogar com o sentimento dos outros , como se a alma dos outros fosse um campo de experiências para sensibilidades doentias . Chega . Para mim basta . Hoje encerro um capitulo longuissimo da minha vida , e espero respirar em paz , sem dramas , sem mentiras e sobretudo com amigos de verdade ...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:36

PESQUISA DA ONU

Quarta-feira, 16.03.11


    A ONU resolveu fazer uma grande pesquisa mundial. A pergunta era:

     “- Por favor, diga honestamente, qual a sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo.”

      O resultado foi desastroso. Foi um total fracasso.

    Os europeus não entenderam o que era “escassez”;

    Os africanos não sabiam o que eram “alimentos”;

    Os argentinos não sabiam o significado de “por favor”;

    Os norte-americanos perguntaram o significado de “resto do mundo”;

    Os cubanos estranharam e pediram maiores explicações sobre “opinião”;

    E o parlamento Português ainda está debatendo o que é “honestamente”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:55

Valor do Tempo

Sexta-feira, 11.03.11

O valor do tempo é relativo para cada um de nós . Um ano pode ser uma eternidade para um estudante que reprovou . O valor de um mês é considerável para uma mãe que vê o seu bebé em risco por ter nascido demasiado prematuro . O valor de uma semana é precioso para o editor de uma revista semanal . Uma hora pode ser uma eternidade para dois enamorados que esperam a hora do encontro . Um minuto pode ser decisivo para quem perdeu um avião e se vê privado de uma viagem importante . Um segundo pode ser uma dádiva para uma pessoa que acabou de sofrer um acidente e sobreviveu . Uma fracção de segundo vale tudo para alguém que acabou de ganhar uma medalha num esforço extenuante . O tempo tem o valor da nossa pressa e a força da nossa vontade . Mas infelizmente não somos os donos do tempo , mas é ele sim que conduz a nossa vida . O tempo não passa duas vezes , não se repete , não permite segundas oportunidades , não nos deixa voltar atrás , é frio , implacável e impiedoso . O ontem será passado , jamais o ontem poderá ser hoje ou o hoje poderá ser amanhã . O que ficou por fazer hoje , jamais será feito hoje , porque o hoje morre ao cair implacável da noite , que nos dará um amanhã que não mais voltará a ser hoje . O tempo é implacável e precioso , por isso não o deixemos passar em vão .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:50

Dia da Mulher, Uma Mentira!!

Terça-feira, 08.03.11

 

Neste dia todas as mulheres recebem lindas mensagens de elogio , mas ... Desde amigos a políticos , todos fazem questão de endeusar a mulher neste dia . Eu mesmo já escrevi várias , até porque há motivo para festejar . As mulheres são guerreiras , lutadoras , amigas , sensuais , doces , ternas , ser mulher é quase ter magia . E isso é verdade no nosso País ? Se fizermos uma ronda atenta pelas estatísticas , descobrimos que a situação da mulher em Portugal nada tem para celebrar . As mulheres são mais de metade da população Portuguesa , com uma alta taxa de analfabetismo . Mas existe a outra face também , são as mulheres que detêm o maior número de licenciaturas , na hora de arranjar emprego , a tendência das entidades patronais é optar por homens , ainda que às vezes com menos habilitações . E quando conseguem emprego ganham estatisticamente menos que os homens em funções iguais . Tendo em conta as famílias monoparentais , existem mais mulheres que homens sendo a única fonte de recursos de muitos lares . Em 99% das mulheres que trabalham fora , gastam as suas horas de descanso nas actividades domésticas . E isto não é só apanágio das mulheres com status social mais baixo , nas que ocupam cargos mais elevados e pertencem a classes mais favorecidas , o cenário não é muito diferente . Em cargos políticos , as mulheres ocupam em relação aos homens uma sexta parte dos lugares de chefia . Na saúde a coisa também não é famosa , e pelos dados do Ministério  da saúde , mais de metade dos partos é feito por cesariana , apenas porque para os médicos é menos trabalhoso que o parto assistido e anti-dor . A morte por SIDA continua a atingir jovens mulheres e quase todas admitem fazer sexo sem preservativo mesmo com parceiros que têm múltiplas relações fora do relacionamento . A falta de informação e apoio ainda eleva em Portugal o número de mães solteiras e de abortos . Apesar de alguns apoios às mulheres vítimas de violência doméstica , o número de mortes e lesões graves provocadas por maridos e companheiros , disparou . O número de violações também sofreu um aumento , devido tanto à violência e má formação de alguns homens , mas também ao comportamento mais longe do pudor assumido por algumas mulheres , que não entenderam que lutar por igualdade não é ter comportamento e liberalismo masculino . E essa mania da igualdade só faz com que os homens traiam mais . Até mesmo a data do dia da mulher , tem um presente envenenado , o dia 8 de Março eterniza a memória de umas pobres operárias queimadas vivas , dentro da fábrica onde reclamavam mais direitos . Esse triste episódio ocorreu a 8 de Março de 1857 , com um peso triste desses , a data não me parece passível de comemoração . Seria mais digno terem instaurado o dia da mulher por exemplo a 15 de Agosto , no dia da Virgem Maria , seria mais coerente com alguma honra para a mulher . Duvido que alguma vez a velha e machista Igreja Católica o permitisse . Mas apesar de todo o falso reconhecimento feito à mulher neste dia , ela tem mesmo que ser um ser superior , para suportar tudo que é inerente à sua condição de mulher , num mundo que é ainda tendenciosamente machista e de domínio masculino.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 13:16


Pág. 1/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds