Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



E...

Terça-feira, 08.11.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:33

Decidir É Preciso

Terça-feira, 08.11.11

Quantas vezes decidimos fazer um mundo de coisas e no final não fazemos mesmo nada ? Na vida todos os dias somos chamados a tomar decisões , algumas muito fáceis , mas outras bastante difíceis. Por incrível que pareça os maiores erros da nossa vida não se devem a termos tomado a decisão errada . Muitos desses erros devem-se a indecisões , e como uma indecisão por defeito passa a ser uma decisão , fazemos asneiras porque simplesmente não decidimos . Deixamos tudo ao acaso , arriscamos deixar tudo nas "mãos de Deus" como se lhe coubesse decidir por nós . Tudo na vida é um risco e para tudo temos que arriscar. Amar é correr o risco de sofrer e recusar o amor é correr o risco de nos tornarmos amargos e vazios . Quando abrimos de verdade o nosso coração a alguém , arriscamos um envolvimento do qual temos que suportar as consequencias . Quando somos sinceros e dizemos o que na verdade sentimos , arriscamos expor a nossa alma nua . Tornar publicas ideias , é correr o risco de ser criticado e acreditar no amor tem inerente o risco de um dia o perder . Todos sabemos que viver implica morrer , que ter esperança é o caminho mais rápido para a decepção e que qualquer tentativa tem sempre a possibilidade de falhar . Mas apesar de sabermos tudo isto , o ser humano que não arrisca , simplesmente não vive . A pessoa que se sente mais segura não arriscando nada , não terá nada , não fará nada e reduzirá a sua vida a um grande nada . Evitar a dor , o medo , o sofrimento , é algo muito cómodo , mas quem vive assim não cresce , não evolui , não aprende e não sente . Apenas quem arrisca , vive e quem toma decisões é livre . Um comodista pessimista queixa-se da vida , o optimista espera com fé que a vida mude , mas o realista , o que não tem mede de decidir , de optar , luta para que ela seja tal como ele a quer .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:53

Pensamento Do Dia - Eu Amo Todo O Mundo

Segunda-feira, 07.11.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 21:53

STOP CONSELHOS!!!

Segunda-feira, 07.11.11

Conheço pessoas que dizem não ter amigos , eu lamento , porque tenho alguns bons amigos. Mas a maioria dos meus amigos tem um defeito , quando falo com eles , desatam a debitar conselhos e esquecem que apenas lhes pedi que me ouvissem . E muitas vezes nem me ouvem , apenas dizem que não tenho o direito de me sentir triste ou cansado , que Deus até foi generoso comigo e atropelam os meus sentimentos . Quando desabafo com os meus amigos , eles de imediato querem interferir , resolver as coisas e isso geralmente apenas atrapalha . Eu não pedi soluções , pedi atenção . Às vezes apetece-me gritar aos meus amigos que não façam nada e que esqueçam os conselhos . Quando lhes peço que me ouçam é isso mesmo que espero , conselhos todo o mundo dá , sempre os tive aos montes e nunca me resolveram nada . Decisões eu sei tomar , procurar saídas eu sou capaz , e quando peço que me ouçam é apenas por necessidade de partilha , de desabafar . Também tenho o meu tempo de medo , de cansaço , de indecisão , momento de querer abrir o meu coração e falar . Quando um amigo tenta fazer por mim algo que eu posso fazer sozinho , isso apenas estimula a minha insegurança . Mas quando um amigo me ouve de verdade e reconhece o meu direito a estar triste , a sofrer , a chorar , eu sinto-me amparado , compreendido , sem a necessidade de ter que lutar com ele para que me entenda e não me julgue nem me aconselhe . E quando consigo ser ouvido e compreendido , as respostas surgem por si mesmas , sem precisar dos famosos conselhos , porque até sentimentos confusos , irracionais , têm sentido , quando percebemos o que os motiva . Por isso muitas vezes quando preciso ser ouvido , falo com Deus . Não rezo um Pai Nosso , apenas sento-me na quietude da minha sala e conto-lhe o que estou a sentir . Ele ouve e graças a ele mesmo não tem a mania de me dar conselhos . Ele ouve , compreende e deixa que eu me encontre por mim mesmo , sem me apresentar soluções que podem ser boas para quem as indica , mas que não me servem a mim . Um conselho é como um medicamento , que pode salvar uma vida se for tomado da forma certa , mas que indevidamente indicado pode até matar . Eu adoro os meus amigos , mas por favor , quando eu disser que preciso falar , apenas ouçam . E se quiserem falar , falem , falem muito , mas falem de vocês , das vossas vidas , dos vossos sonhos . Eu ouvirei com o maior carinho , mas sem conselhos ...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 21:19

Por Favor Liguem e Ajudem a Comunidade Vida e PAZ

Sábado, 05.11.11

É agarrar já no telemóvel ou no telefone lá de casa e ligar MESMO, OK?
Ao ligar o 760 50 10 20 está a doar o equivalente a um litro de leite à Comunidade Vida e Paz.
Para si é uma chamada, mas para 5 pessoas é a diferença entre um copo vazio ou um copo cheio!
Mensalmente as Equipas de Rua distribuem cerca de 3.500 litros a quem tem por cama as ruas de Lisboa.
O custo da chamada é de 0,60€ + IVA.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:13

Tormenta

Quinta-feira, 03.11.11

 

 

Sou tormenta que me aprisiona numa liberdade que ainda não sei descobrir, sou a verdade de uma mentira que me obrigaram a conhecer . Sou tormenta de uma paz que quero descobrir e me foge por entre os meus dedos cerrados , na esperança vã de a agarrar . Sou tormenta no fogo liquido do vermelho que lanço nas minhas telas , como raiva Divina por uma humanidade que se perdeu . Sou tormenta no azul cobalto de um céu , que na tempestade que encerra , deixa presa a paz que promete . Sou tormenta no verde esmeralda que banha as costas do meu mundo e que me ameaça com os ventos gélidos do cansaço . Sou tormenta que se forma , no pingente de gelo , qual lágrima sem esperança , caída do rosto de um deus do Olimpo .Sou tormenta que enlaça o navio em que me tornei , procurando rotas , como um Colombo que vagueia pelas costas sonhadas de um mundo novo , que surge na linha do horizonte , pleno de incertezas . Sou tormenta na contradição que me guia , como certeza que se vai , numa rota que ainda ninguém registou . Sou tormenta numa tempestade fremente que abraça a areia num beijo em êxtase, num clímax que dura apenas um segundo . Sou tormenta nas cores do sol poente , nesse instante mágico em que o mar se une com o Céu e Deus olha atentamente a tela que um dia pintou e que o homem estupidamente escureceu . Sou tormenta , grito , dor , lágrima , turbilhão de emoções , riso , gargalhada , sou tormenta , sou apenas eu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:30


Pág. 2/2





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds