Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parabéns Princesa

Domingo, 23.06.13

O tempo passa e hoje completa mais um ano , uma menina que ainda há poucos anos era um bebé traquinas . A Inês sempre foi para mim um motivo de orgulho . Foi sempre uma menina especial e embora traquinas , sempre nos deu muitas alegrias . Para mim a minha sobrinha Inês é uma criança especial . Costuma dizer-se que há pessoas que nascem com algo mais e para mim a Inês tem esse potencial . É uma menina lutadora , empenhada , preocupada , excessivamente por vezes e parece carregar dentro de si , uma estrelinha que a torna popular , sincera e autêntica . Não é uma menina precoce, como infelizmente cada vez vai sendo mais comum , os pais na ânsia de verem os filhos à sua imagem e semelhança , não os deixam ter infância . Fazem deles adultos tristes , meninos sem tempo para o melhor que a vida tem , a fantasia e o sonho . A Inês tem de sobra tudo isso e terá sempre , crescendo no seio de uma família coesa e crente de que a vida tem que seguir as suas etapas naturais . Tal como a fruta quando é obrigada a amadurecer cedo demais , perde o seu sabor característico e boa parte da sua doçura , uma criança retirada à infância cedo demais , perde a sua doce pureza e encanto . A Inês carrega em si valores morais e éticos que foram cultivados por todos nós e onde nos revemos . A Inês não é um adulto feito à pressa , não é uma criança atirada para o seio de uma competição desenfreada , a Inês é uma menina de coração puro , cuja educação não pulou etapas e que será certamente uma adulta bem formada e feliz . Desejo à minha sobrinha um feliz dia de aniversário rodeada dos seus amigos e da família . Sê feliz sempre , sorri , com esse encanto que só um sorriso infantil tem e o mundo sempre te devolverá o sorriso . E nunca , mas nunca mesmo tenhas pressa de ser adulta . Adoro-te .

Beijos da tia Maria e do tio Gonçalo .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:11

Regras básicas

Terça-feira, 18.06.13

 

A nossa felicidade está na consciência tranquila.

A nossa paz está no cumprimento de todos os deveres .

A tranquilidade está na coragem para enfrentar a vida .

A segurança está nas boas obras e nos serviços prestados de forma desinteressada .

A paz do coração vem do sincero culto da amizade .

O nosso crescimento passa pelo sacrifício do nosso egoísmo pessoal .

A nossa evolução passa pelo respeito perante a maneira de ser dos outros .

O nosso equilíbrio passa pela conservação das amizades sólidas .

O nosso amparo passa pela certeza das nossas boas intenções.

A nossa elevação espiritual passa pelos sacrifícios que nos são pedidos , para tornarmos felizes os que nos rodeiam .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 20:19

Para um menino de sonho

Sexta-feira, 07.06.13

 

Vieste devagar , como num sonho , com o teu jeito de quem nada tem a dizer . Vieste menino , de sorriso lavado no rosto e olhar maroto , aquele olhar azul traquina , um jeito de desafiar o próprio mundo . Jovem , de sonhos grandiosos , de ideais sólidos , de ideias sociais , menino levado , de coração tão grande , onde sempre há lugar para mais um . Vieste homem , depois , de ar maroto , mas olhar tranquilo de quem nada deve ao mundo e tem sim, muito para dar . Com ideias sólidas , sem acompanhar maiorias , sem ligar a preconceitos ou a ideologias já feitas . Vieste contestatário , voz divergente , ideias diferentes , lufadas de ar fresco que abalaram certezas empoeiradas . Vieste de rosto limpo , sem mentiras , sem o véu da falsidade , com um coração aberto , isento de ódio e de maldade . Vieste com sonhos grandiosos , com ideais poderosos , mas com o sorriso tímido de quem pede desculpa por discordar . Vieste com genialidade , com pureza , com sinceridade e com um amor tão grande para dar , que nem sei se neste mundo é o teu lugar . Vieste rodeado de amigos importantes , de estatutos oficiais , mas sempre te demarcaste e sempre foste tu e só tu mesmo , sem te agarrares às ideias de ninguém . Travaste batalhas , tiveste derrotas e vitórias e de todas elas trouxeste sempre o sorriso de quem fez o que podia , sem trapaça ou covardia . Vieste de rosto erguido , umas vezes feliz , outras sofrido , de olhar penetrante e mão carinhosa , mão que faz um afago , com a mesma leveza com que acaricia uma rosa . Vieste devagarinho e encheste os nossos corações, foste o filho que nunca tive, foste o herói das historias que li em menina e que personifiquei em ti . Recebi no teu abraço o carinho do filho que desejei e chorei no teu abraço a dor pela filha que perdi . Amparei-te no amor de mãe que sinto por ti , acarinhei-te com a ternura que só uma mãe tem , quis prender-te na segurança do abraço , mas como se faz com aquilo que se ama , deixei-te ir livre . Foste para batalhas nas quais eu não podia ajudar , nem amparar , mas orei pela tua vitória . Vi-te vencer Cabos de tormentas e vi também as derrotas que transformaste em lições que te tornaram vitorioso . Vi-te alvo de julgamentos errados , de falsidade , de maldade , mas ainda assim , vi-te erguer o rosto vitorioso , como se nada dessa lama te houvesse tocado . É bom poder amar e ter orgulho em alguém, é bom poder seguir os passos , vibrar com as batalhas vencidas e amparar nas derrotas . Sei que és um lutador gigante , que venceste mais que um Adamastor e que corre nas tuas veias um sangue nobre que não se abate , nem se deixa desalentar . Sei que outras batalhas te esperam , igualmente difíceis , pesadas, complicadas , mas sei também , que a luz que te inunda a alma , sempre fará de ti um ser vitorioso . Não sei muito bem , se tenho o direito de invadir este teu espaço , mas se alguns o invadem para fazer comentários sem nexo algum , achei-me no direito de o invadir para te dizer o quanto te queremos bem . Quero deixar-te um beijo com muito carinho e dizer-te que aconteça na tua vida o que acontecer , estaremos sempre aqui para ti . Não podemos dizer que te amamos como pais , porque o amor de uma mãe como a tua o foi, é inigualável . Mas posso dizer-te com toda a sinceridade que te amamos como amaríamos o filho que quisemos ter . Que vieste preencher no nosso coração esse vazio e que o nosso amor por ti é para sempre . Para nós serás sempre o menino de olhar maroto e mãos delicadas que no entanto exala masculinidade . Acredito plenamente que vieste ao mundo para ensinar algo e só espero que o mundo tenha a capacidade de aprender .

 

Maria Leonor Telles

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 10:56





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds