Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



IMAGENS

Quarta-feira, 28.08.13

Há imagens que chegam bem devagar

como pequenos pontos de luz

que insistem em ficar

Há imagens que se colam na nossa vontade

e traçam destinos e caminhos

sem nada que as faça retroceder

Há imagens perdidas

tão choradas , perdidas

que fizeram parte de nós

Há imagens tão capazes

tão doces e tão suaves

onde a alma se sente tentada a descansar

Há imagens perdidas , enevoadas

mas não esquecidas

que lutam para sobreviver

Há imagens que se nos colam na retina

na alma e no pensamento

Imagens que voam nas tardes calmas

mais velozes que o vento .

A vida é feita de imagens

de retalhos que se entrelaçam

de momentos que se eternizam

de frases ditas a esmo

de sonhos que não vingaram

de palavras que os lábios calaram

de doçura que virou veneno .

Há imagens que ficam em nós

como carimbos da vida

traçados na palma da mão

imagens que são o nosso passado

o nosso destino truncado

como truncado ficou , um dia o coração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:25

Dia do Maçom

Terça-feira, 20.08.13

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 15:30

Dar , não é amar

Sábado, 17.08.13

Perde-se cada vez mais a capacidade de estabelecer relações sinceras . Poucos são os que partem para uma relação de peito aberto , pronto a dar só por dar . Vivemos num tempo em que as relações viraram negócios ou então meros amparos para quem tem medo de viver só . Principalmente no caso das senhoras , generalizou-se a relação jogo , aquela que é medida ao ínfimo pormenor . Aquela que é pesada e medida para atingir um determinado fim .  Obviamente que embora até pareçam , os homens não são tão burros que não entendam as jogadas e as estratégias do sexo oposto . E aproveitam , divertem-se , entram num jogo sem volta , porque isso deixa de ser uma relação coerente e passa a ser um jogo onde só um pode ganhar . Eu sei que vivemos numa época em que vale tudo para chegar à meta que se traçou , mas ainda assim deveria haver um limite chamado respeito pelo outro e dignidade própria . Tenho amigos que me falam das mulheres no geral , como se elas fossem os seus inimigos , e não as suas amigas , cúmplices ou parceiras . Se o homem tem dinheiro , então o quadro piora muito , porque ai segue-se uma caçada em que não há lei . E é uma pena , porque os relacionamentos não têm que ser competitivos , têm que ser apenas sinceros . Os homens conhecem os jogos das mulheres , embora elas julguem que não , e fingindo acreditar , perdem todo o respeito por elas . Gostava que se voltasse ao tempo em que o amor ainda contava , em que as mulheres em nome de uma igualdade que só as prejudica , soubessem ser femininas e sobretudo soubessem amar . A natureza é o que é, e as suas leis são milenares . Em todo o mundo , um homem que assedia muitas mulheres é apenas um macho à caça , já uma mulher que assedia muitos homens tem outro nome . Não vou discutir aqui se é certo ou errado , sei apenas que nenhum homem quer uma mulher que passou indiscriminadamente de cama em cama . E desenganem-se as mulheres que pensam que ao serem mais experientes sexualmente , devido à rotatividade , prendem melhor os homens . Podem até seduzir , inspirar um desejo fundamentado na curiosidade , se outros tantos já quiseram é porque é bom , mas nenhum ficará com essa mulher num compromisso sério . Simplesmente porque o mundo é como é , e ninguém vai querer uma mulher que muitos homens já possuíram , até porque nenhum homem gosta de se cruzar na rua , com os ex da sua mulher . Já para não falar do peso social que isso tem . Por isso gostava muito que as mulheres repensassem as suas posições e tivessem mais um pouco de decoro nas relações . Ir para a cama rapidamente com o namorado não o segura , pelo contrário deixa uma grande desconfiança . Se a mulher vê o sexo com essa facilidade é porque há muito já deixou de se valorizar e quem vai rápido com um , vai com outro na mesma situação e de certeza já fez o mesmo anteriormente . A típica conversa de mulher que diz " isto só me aconteceu contigo", "nunca cedi assim tão rápido a homem nenhum ", " só aconteceu de repente , porque olhei para ti e senti que és o homem da minha vida". Isso acreditem não cola . Amor e sexo são coisas totalmente diferentes , que se completam, mas que têm os seus tempos certos . Uma mulher muito oferecida é como fruta em promoção , todos apalpam , mas ninguém leva para casa . Para amar não tem que haver fingimentos, se a mulher quer , quer , se não quer , não quer , mas tudo sem jogos e acima de tudo sem oferecer o corpo como moeda de troca para obter amor .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:50

Pensando Bem ...

Quarta-feira, 07.08.13

Voltando aos textos introspectivos  , devo dizer que muita gente vive errada pelo óbvio . Isto porque é comum quando nos deparamos com uma situação , termos como certo o que é mais visível , portanto mais ... óbvio .  O que faz com que se erre tanto , é a nossa incapacidade de perceber que quase sempre o óbvio , aquilo que nos parece preto no branco , está afinal errado . E que o óbvio quase nunca o é . O mesmo se passa com as nossas certezas absolutas . Perante uma situação complicada, adquirimos as nossas próprias certezas e verdades , mas a verdade nunca é básica , nem linear . A verdade tem  várias facetas, depende do ângulo pelo qual as observamos . E o que pode parecer absolutamente verdade para uns , não o é , certamente para os outros . Dai o perigo de dar conselhos , porque aquilo que achamos o caminho mais verdadeiro , pode ser apenas mera ilusão de óptica da nossa parte . O mesmo também se aplica à nossa rápida capacidade de acusar e julgar , com base claro , nas nossas verdades . Só que as nossas verdades , podem ser manipuladas pelas nossas emoções , então o mais acertado é parar e ver de todos os ângulos antes de sair acusando . Aquilo que achamos ser inatacável , imutável , quase sempre muda e isto porque a nossa noção de intemporal é muito pequena . Por isso o que julgamos eterno , muitas vezes não chega a amanhã, porque a nossa capacidade de compreender a eternidade é tão limitada quão básica é a nossa alma . Uma caracteristica de se ser humano é a nossa incapacidade de ser imparcial, porque nos regemos pelos nossos sentimentos . E pior que isso , isentos da capacidade de nos afastarmos das nossas emoções básicas , não compreendemos aquilo a que se resume a nossa estada aqui , a transitoriedade da vida.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 12:10

Eu ...

Terça-feira, 06.08.13
 

Há uma altura de crescimento para todos nós e esse crescimento é interior e baseado nas experiencias que vivemos ao longo da vida . Cada um de nós tem as suas próprias experiencias e rumos. Cresci entendendo que nem todos os sonhos eram realizáveis e que alguns , sendo-o , não valeriam no final a luta necessária para os concretizar . Cresci convivendo com os fracos , não os que sofrem de fraqueza física , mas sim os fracos de espírito , aqueles que se vendem por poder , por dinheiro ou por meras futilidades . Os que são tão fracos que são capazes de defender uma ideia , de praticar um acto , que se colam à maioria como gado em manada . Aprendi a crescer com as minhas mágoas e decepções , recebendo-as sem permitir que elas me derrubassem ou me impedissem de ter fé e tentar de novo . Aprendi com os falsos , aqueles de sorriso fácil , de falas mansas , aqueles que nos juram amizade eterna , que nos enchem da sua baba asquerosa a que chamam carinho , aqueles que nos aplaudem , quando na verdade , a sua vontade era ver-nos depender deles , ou pior que isso , ver-nos na mais negra miséria . A esses dei falsos sorrisos , abraços mortos e ironia . E graças a todas essas coisas a que a minha vida não foi imune, descobri em mim uma força que não me deixa cair nas armadilhas da vida , nem crer nos sorrisos fáceis . As mentiras e decepções deram-me a capacidade de lutar e de vencer perante as agruras e as amarguras da vida , por isso hoje , apesar de tudo , só eu sei a força que carrego em mim.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:15

Descobri-me

Segunda-feira, 05.08.13

Sempre tive a mania de me sentir culpado por tudo o que não dava certo na minha vida . Até que compreendi que não estou sozinho no mundo e por isso não podia atrair a mim o exclusivo da burrice . Então aprendi que em todas as circunstancias eu estive no momento certo , na hora certa e que fiz o melhor que sabia fazer . Aprendi que quando me acusavam de arrogante e mal educado , eu estava apenas a ser autêntico . Deixei de lutar para ser diferente e entendi , que se eu tentasse modificar-me ,  estaria a deixar de ser aquilo que sou . Deixei de me forçar a aceitar o que esperam de mim , porque sei o quanto é lesivo para mim mesmo  forçar situações , apenas para satisfazer o desejo de alguém . Comecei a entender também que uma bagagem pesada demais me impede de caminhar com destreza , por isso comecei a libertar-me do peso do passado . Deixei pelo caminho tudo o que pesava em excesso na minha vida , desde pessoas até conselhos ou religiões , tudo o que me trouxesse inquietações , ou más recordações . Sei que isso pode parecer egoísmo , mas para mim é preservação . Aprendi a viver um dia de cada vez , sem fazer muitos planos para o futuro que nem sei se terei, em vez disso faço o que quero , quando acho que é o momento certo . Deixei de fazer questão em ter sempre razão e deixo que os outros tenham as suas próprias verdades e com isso aprendi a errar muito menos . Deixei de remoer o passado , porque o que passou , passou e nada pode ser alterado, contento-me em viver o presente apenas. Porque é apenas no presente que vivo . Sei que a minha mente pode ser a minha pior aliada , causando-me angustia , mas também sei que guiando-a pelo meu coração , ela será a minha maior impulsionadora .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:21





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds