Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O TEMPO

Domingo, 01.10.17

nada-dura-para-sempre-caio-fernando-abreu.jpg

 

O tempo... O que é o tempo? O tempo mata quando nos deixamos matar pelo tempo. O tempo dá e o tempo leva e o tempo de perder é o tempo em que não nos damos conta do que o tempo levou. Todos dizemos não ter tempo , tempo para ouvir , tempo para estar e não ter tempo parece ser o tempo certo de cada um de nós. O tempo tornou-se um inimigo que nos atropela porque não o temos. Mas na verdade o tempo doa-se e somos nós , na pressa de não o perder que o deixamos ir. Tantas coisas perdemos por falta de tempo. De um tempo que não nos falta porque o gastamos , porque ele passa por nós e somos nós que o não agarramos. Cada dia que passa é uma oferta , uma doação desse tempo que dizemos não ter e que temos mas que vivemos como se não fossemos ter. Falta o tempo para o sorriso , para o carinho , para a ternura e o tempo escoa-se nos nossos dedos como folhas soltas de uma cegueira tão nossa que é já loucura. Não sabemos aproveitar o tempo , porque o tempo vem , somos nós que não temos o tempo de um tempo que o tempo tem. E assim devagarinho o tempo destrói o que não fomos a tempo de salvar , mas não é do tempo a culpa e sim do tempo que não soubemos usar. O tempo não foge , o tempo está aqui , imutável e sereno e aos que dizem que o tempo foge , digo eu com toda a certeza , que o tempo não foge , é mentira , o tempo é nosso aliado , cimenta relações , sara feridas , adoça a dor , atenua a saudade, o tempo tudo constrói e o que destrói não é a falta do tempo , é a nossa imaturidade. O tempo perde-se no tempo em que deixamos de sonhar , de lutar ou de querer , no momento que damos ao tempo o tempo certo para esquecer.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 03:45





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds