Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sabes amor...

Sábado, 12.09.09

Meu Amor, tenho vontade de te escrever. Engraçado como apesar da nossa cumplicidade , de repente sinto falta de falar-te assim , publicamente.

Mereces todo o amor que te expresso na nossa vida e publicamente hoje , por aqui.

Sei que será eterno este sentimento , porque não é fruto de uma atracção de momento.

Nem da leviandade dos anos de mocidade em que tudo nos parece eterno , ainda que dure uma hora.

Penso em ti a todas as horas em que não estás comigo , quando motivos profissionais ou particulares nos afastam por uns dias , sinto-me perdido.

Procuro-te em busca de um caminho ou de uma luz que me guie.

Sei que às vezes não sou o que esperas de mim , que já te decepcionei algumas vezes, que apronto outras tantas , que te faço zangar com alguma frequência, mas apesar de tudo isto, o que eu quero de verdade é estar contigo.

De todas as coisas que tenho , de tudo aquilo que sei , de tudo eu abriria mão para ficar contigo. és tudo aquilo que eu preciso , mesmo quando tento convencer-me de que até sou dono de mim ,é de ti, da tua companhia e do teu amor que necessito.

A minha vida de loucuras e arrebatamentos momentâneos, deu lugar a uma vida mais calma que só se completa na tua.

Sinto-me em relação a ti , como se nós dois juntos formássemos um único ser.

Embora às vezes tente ser rebelde a este sentimento que me toma por inteiro , eu sei que não vivo sem ti.

Por mais que o negue , que me arme em forte perante os outros , eu não vivo sem ti.

Muitas noites olho o céu estrelado e contemplo a beleza da natureza , fecho os olhos e escuto a sinfonia da noite e nela pareço ouvir o som do teu respirar e essa tua voz suave que é musica nos meus ouvidos.

Sei que serás para sempre a minha eterna amada, a mulher que me faz sentir completo.

Quero amor que fiques ao meu lado para o resto da minha vida , mesmo quando eu não o mereço.

Eu que procurei o amor em tantas pessoas , que amei outras tantas , que desacreditei do amor e o temi, hoje sei que o encontrei em ti na sua expressão mais sublime.

O nosso amor tem a grandeza de se renovar como os ciclos da natureza.

Tem a capacidade de se regenerar após alguns erros, sempre meus , que cometo por muita infantilidade e também algumas vezes pela incapacidade de pensar ou de agir diferente.

Mas apesar de todos os meus erros , meu amor , sabes que tenho vindo a tentar mudar para nunca te magoar.

Que cresci muito contigo enquanto homem e ser humano.

Que o teu olhar é a fonte da minha vontade de viver.

Que te tornaste o centro da minha vida e que quando não estou junto de ti a saudade é dolorosa e constante.

Se eu pudesse estaria contigo cada minuto da nossa vida, e falar-te-ia de amor a cada segundo , até conseguir verbalizar este sentimento lindo que me domina.

Quero meu amor que saibas que sou só teu , apesar da minha eterna capacidade de fazer asneiras, o meu coração é teu completamente.

Quero que sejas sempre a minha mulher , a minha cúmplice , a minha confidente e a minha amiga. Que confies na força e na verdade deste amor que me prende a ti.

Que ambos tenhamos a capacidade e a sabedoria de superarmos as dificuldades que forem aparecendo e que de mãos dadas, com os olhos fitos no mesmo objectivo, possamos ir construindo todos os dias a vida e o amor que desejamos. Amo-te muito meu anjo.

 

Texto de Gonçalo Nuno de Assis, a 01/09/2009

Com Edição de Nuno F. de Mello

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 00:43


4 comentários

De Valquiria a 12.09.2009 às 22:08

Boa noite Gonçalo!Seu texto traduz  de forma maravilhosa,o amor,belissimo texto.Onde o amor é a fonte e de qualquer entendimento.Gonçalo e Maria mais o amor maior  a cumplicidade este segue por toda vida e para  eternidade.È uma alegria entrar aqui e ler os sentimentos lindos de vocês.
Ah!Gonçalo!Fique menos rebelde  e viva este amor  lindo de vocês.
Beijos com carinho

De Pedro Ribeiro a 12.09.2009 às 23:32

Amar é um acto sublime , filho e tu falas no teu texto , no amor na forma mais pura.
Adorei o texto e a singeleza e quase inocência como te entregas a esse sentimento.
Continuação de boa recuperação filho e parabéns.

De M.Luísa Adães a 13.09.2009 às 20:02

Não tem de agradecer a visita.

Encontrei-o e me seduziu esse

"Amor Eterno"

Um lindo poema de amor e fidelidade!

 Gostei dos dois enamorados até à
Eternidade.

Felicidades,

Maria Luísa Adães

De Edimar Suely a 14.09.2009 às 11:12

Oi sunmido

Estou com saudades...

Passando para conferir as 9dades, natar as saudades e desejar uma linda semaninha e muita paz em sua vida.

Smack!

Edimar Suely
jesusminharocha2.zip.net

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes