Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Como amar uma mulher

Segunda-feira, 28.09.09

 

Para saber amar uma mulher

é preciso ouvir o som de cada sorriso.

É preciso entender a sua quase Divina dualidade

a forma e a capacidade

de uma mulher se expressar.

Para amar uma mulher

não podemos ser limitados

muito menos lineares

porque um não pode ser sim

é preciso entendê-la

e conhecê-la

na sua complexidade

tanto no fingimento ,

como na sinceridade.

Devemos ver nos seus olhos

a sua delicadeza

e no toque macio da pele

nunca esquecer as dores que ela guarda

num cofre muito preservado

guardado no coração.

Para amar uma mulher

devemos tentar ajudar

e essa dor mitigar

com uma torrente de carinho

de ternura e compreensão

para que o seu coração

não sinta que sofre sozinho.

Para amar uma mulher

não pode haver prioridades

ela terá que ser a nossa maior entrega.

Esquecer um pouco os programas com amigos

as saídas em grupo

o futebol, os programas de TV.

Quem ama , cuida

e para amar uma mulher

é preciso não só jurar

mas mais que tudo , provar.

Para amar uma mulher

não devemos esquecer as juras de amor

o abraço , seja onde for

o beijo dado com paixão,

porque o amor alimenta-se de gestos

e de palavras

de sonho e de carinho

e quem ama deve dizer

sem esperar que a mulher apenas o adivinhe.

Para amar uma mulher

se não a pudermos entender

devemos certamente aceitar

sem colocar defeitos , sem criticar.

Devemos ser o colo

nos momentos de desespero,

calar com um beijo

o choro com ou sem sentido.

Elogiar , elogiar muito a boca que se deseja

elogiar o bâton que nos seduz.

Para amar uma mulher

não a devemos esperar perfeita,

devemos amar a sua insegurança

o seu ciúme

e compreender acima de tudo

que amar uma mulher

é o mesmo que passar sobre um campo minado,

um passo em falso

e acontece a explosão.

Só os loucos esperam encontrar a mulher perfeita

e só os cobardes esperam encontrar a mulher submissa.

Para amar é preciso deixar em aberto o coração,

para amar e fazer feliz uma mulher

é preciso tão pouco

quase nada

é preciso amar com sinceridade

e deixar que ela se sinta amada.

Texto de Gonçalo de Assis com edição de Mara Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:17


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds