Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sejamos águias

Domingo, 10.01.10

A águia tem uma longevidade invejável para a maioria das aves da sua espécie.

A sua vida pode ter a duração de 70 anos , mas para isso acontecer ela tem que tomar uma dolorosa e corajosa decisão.

Por volta dos 40 anos as suas garras já muito longas, vão perdendo a força e vão ficando muito flexíveis , incapazes de suportarem o peso das suas presas.

O seu bico caracteristicamente alongado e pontiagudo com a idade curva-se até tornar impossível a captura das presas e a correcta alimentação da ave.

As suas asas envelhecidas e muito pesadas por camadas sucessivas de penas, ficam quase inertes e voar torna-se quase um sacrifício.

Então para essa nobre e imponente ave só existem duas opções possíveis, ou deixa-se ficar mergulhada na sua incapacidade e morre ou então prepara-se corajosamente para uma dura renovação que vai durar cerca de 5 meses.

Para efectuar essa renovação, ela recolhe-se ao seu ninho e chegando lá , bate violentamente contra uma rocha ate arrancar o seu próprio bico.

Depois de o arrancar, num processo que é bem doloroso, ela espera paciente , que cresça um novo bico, com o qual ela vai arrancar as suas garras.

E depois de as novas garras nascerem , ela dá início a mais um doloroso acto, arranca as suas penas e depois que elas nascem , sai vitoriosa e voa feliz , no chamado voo de renovação.

Tal como as águias , muitas vezes nós temos que tomar decisões dolorosas , temos que enfrentar o que nos torna fraco e arrancá-lo de nós por mais doloroso que isso possa ser.

Só assim poderemos fazer a nossa própria renovação , a nossa limpeza...

Para começarmos um ciclo de vitórias na nossa vida, temos que nos livrar das memórias do passado, das pessoas que nos tolhem a caminhada, temos que nos libertar do peso do passado , que nos torna apenas mais doentes , mais incapazes , mais pesados e tristes.

Só de alma limpa e de passado sanado , podemos encarar um renovado futuro.

Deixemos o passado no sótão de uma memória perdida...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 18:09


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds