Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Processo Casa Pia

Segunda-feira, 06.09.10
Podia ter sido o final de um mega processo que custou ao País milhares de euros que os contribuintes , nós , pagamos inutilmente . Mas ainda não foi , porque todos os sentenciados usaram o seu direito de interpor recurso . Foi um processo deprimente , triste e que me passa uma imagem de total descrédito. Não acompanhei o processo e das provas em que se apoiaram para fundamentar a acusação , pouco sei . Fui lendo o que chegava aos jornais e do que fui acompanhando , ficam-me muitas dúvidas . Para começar , estranho o facto de incriminarem pessoas  que foram acusadas de violar garotos, mas se esses garotos consentiam no acto , onde está a violação? Abuso de menores? Sim , talvez , mas quando esses menores o fazem de boa vontade e quando segundo afirmam iam ter com os clientes em grupos , nos carros de transporte do colégio , então era um acto consentido . Violação quer dizer que alguém foi forçado a ter sexo contra sua vontade , e abusar sexualmente de um menor é muito relativo . Pode considerar-se abuso quando o menor é demasiado jovem para se defender do violador . Ou quando o violador usa de violência emocional para calar a vítima . Sei que com este post vou ofender algumas sensibilidades , mas para mim aqueles miúdos praticavam esses actos de  plena vontade pelo lado material que os aliciava . Não vou dizer que concordo com o que foi feito , longe de mim , discordo completamente que um colégio que recebe garotos para educar , os deixe ir por esse caminho . Mas assim sendo , o abuso é bastante relativo . Para mim , havia um comércio consentido em que todos lucravam , se estivessem insatisfeitos os garotos teriam falado com alguém , teriam comunicado a algum familiar , era o que eu faria se num colégio me obrigassem a fazer algo que eu achasse incorrecto . A opinião pública comoveu-se com os depoimentos de pobres jovens , psicologicamente afectados por violadores cruéis, a imagem é novelesca , mas falsa . Aqueles miúdos , concordaram , assentiram nesses encontros e um dia , alguém lhes acena com protagonismo , ainda que negativo , e eles montam um circo e tanto . Uma jornalista em busca do furo da vida dela e um bando de garotos que se sentem menosprezados e mal amados e nasce um caso que destruiu vidas e carreiras . Foi anedótico e triste . Foram feitas acusações a tudo quanto eram rostos conhecidos e de uma certa área politica , por garotos que jamais foram capazes de descrever sinais particulares de qualquer um dos acusados . Não entendo , como reconstituindo os "crimes" os garotos foram incapazes de descrever a casa onde sofreram os alegados abusos . Inacreditável como tendo sido levados para essa casa , nenhum foi capaz de a descrever tal como era . E mais inacreditável ainda , que quando inquiridos sobre o assunto , disseram que não reconheciam porque a casa sofrera modificações estruturais e de decoração e tendo essa prova sido refutada pelo próprio construtor que assegurou que a casa não sofreu qualquer alteração , ainda assim , nada se fez . Não posso garantir aqui se os acusados tiveram ou não sexo com esses garotos , acredito que alguns sim outros não . Mas mesmo os que tiveram , embora tendo tido pouco juízo por se envolverem com miúdos , ainda mais miúdos que a sociedade devia defender e proteger, ainda assim para mim foi uma questão de imoralidade mas de abuso relativo . Foi uma permuta num mercado de compra e venda . Quanto às penas dadas aos arguidos , não concordo. Sei que não se pode deixar em branco casos assim , mas não acredito na culpa de muitos dos acusados . Este processo peca por um motivo muito forte , o ter existido . Era um processo que o Ministério Público jamais deveria ter levado em frente , as provas não são concretas e os testemunhos são inconclusivos e para honrar a justiça , este processo jamais deveria ter ido à barra . Foi um processo que todos queriam agarrar pelo protagonismo e mediatização que termina de uma forma inglória , patética e que fez vitimas de verdade , não os garotos que na altura acharam tão bonito receber um dinheiro fácil , mas sim bons profissionais que viram as suas carreiras destruídas . Nenhum dos acusados cumprirá pena certamente e isso é algo justo , no meio desta justiça que agiu de forma cega e injusta . Lamento profundamente a autêntica via crucis do Carlos Cruz, uma pessoa íntegra , que viu a sua vida destruída e manchada por acusações que até hoje concretamente não foram provadas . E que nunca deveriam acabar em acusação não fosse uma justiça completamente enleada na pressão pública e na necessidade de encontrar rostos para um crime tão abrangente socialmente . Lamento que tenha cumprido a prisão preventiva na íntegra e que continue acusado e sentenciado . É caso para perguntar : - ( Quem tramou o Carlos Cruz?)...
Para quem esperava que fosse um processo exemplar e que marcasse positivamente a justiça em Portugal , foi apenas um acumulo de erros e injustiças . E lamento profundamente ...
 
Depoimentos das vítimas , veja aqui e julgue por si mesmo.
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:34


6 comentários

De Maria Tavares a 06.09.2010 às 20:11


Concordo plenamente com o Sr. e com o que escreveu . Tenho 2 filhos e tenho a certeza de que se alguém os molestasse me contariam e pediriam ajuda .
O velho pensar de que são os aliciadores os culpados , só vale para crianças de 5 anos .
Se os adolescentes sabem o que querem e se fazem ouvir quando querem , também podiam ter apresentado queixa na altura .
Ou até gritado se foram molestados , a casa que indicaram não ficava no meio do deserto .
Há algo mais por aqui e enquanto se discute isto , esquecemos a miséria que cá temos , que essa sim , toca a todos .

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes