Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ingratidão ...

Sexta-feira, 21.01.11

 

Pai, sempre que eu me sentir exausto , farto de viver , nos dias em que eu digo que a minha vontade é desaparecer , nos dias em que digo que tenho vontade de morrer , quando acuso o mundo de todas as minhas dores e simplesmente me demito dos meus actos , ajuda-me a entender que tu me dás sempre luz e sou eu que busco as trevas , ajuda-me a perceber que não tenho o direito de me queixar , porque tenho mesa farta , vida confortável , amor , quando tantos passam necessidades . Ajuda-me a compreender que adoeci e curei-me , tenho ainda muito para viver , comparado aos que lutam com doenças terminais. Sou privilegiado porque durmo numa cama quente , quando tantos morrem na rua. Ensina-me Pai a não ser ingrato , a entender e a agradecer as dádivas que todos os dias me ofereces , ensina-me a olhar com olhos de ver e a não me sentir vitima .

Ensina-me Pai a dizer , todos os dias , por pior que o dia me pareça , obrigado por mais um dia de vida e tudo que nele me deste .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:03


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds