Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Poema Para Uma Imagem

Segunda-feira, 19.12.11

 

É etérea a elegância da alma perfumada que cruza a noite e sussurra nos meus ouvidos , palavras com sabor a creme de menta . A minha alma enche-se de aroma de jasmim e os meus cabelos enrolam-se nos teus dedos imaginários com odor a canela . Fecho os olhos e sinto no meu rosto a carícia de uma mão invisível , que me traz aos sentidos a realidade . Arrepio-me ao toque majestoso de uma cálida mulher , que sussurra junto aos meus lábios e me inebria com a doçura leve de um morango rosado e carnudo . Perco-me por ruas e vielas imaginárias , onde a realidade se cruza com o medo do sonho , e a vontade nasce já ali , na avenida da esperança . Não sinto o frio que me gela a pele , porque o calor que o coração emana , esconde o frio que vem da minha pele tão exposta . Corro pelas ruas onde o sonho tenta esconder-se e fica de olhos brilhantes numa expectativa constante . Sinto devagar o frio que vem da minha incapacidade , do meu medo , da minha impotência . Sinto o medo que vem dos pesadelos mais temidos que ainda me ensombram a alma ao virar de cada esquina . Ouço ao longe as gargalhadas loucas , como mulheres perdidas , girando ao acaso num louco rodopio , buscando o nada que conhecem . Sou passageiro de uma viagem sem volta , nado num mar que me afunda numa corrente de incertezas e rodopia comigo ao sabor das alegrias mortas . Faço comigo mesmo uma viagem sem volta , perdido nos espectros que insistem em povoar a minha mente , esperando um amanhecer que tarda , embalado nos teus braços que só eu vejo , sorvendo de teu opulento seio , a seiva que me ofereces com travo a romã e a mel .

 

 

Antes que os meus amigos e leitores achem que estou numa terrível luta interior e por isso este texto tão dolorido e abstracto , cabe-me repor aqui a verdade . E a verdade é que , estando eu por motivos de saúde , tanto meus , quanto de familiares , um pouco afastado dos blogs , hoje senti uma necessidade tremenda de escrever . E para piorar as coisas , o PC onde guardo o meu acervo de fotos e imagens avariou e está portanto inacessível . Então resolvi vir ao PC da minha mulher e procurar uma imagem que desse para ilustrar um texto . E a verdade , é que depois de lhe revirar as imagens todas , entre mapas de trabalho e coisas afins , encontrei apenas esta imagem que ela guarda , nem eu sei porquê . Mas sendo a única , pois teria que servir . E sendo ela uma imagem tão peculiar , havia que escrever um texto que ela mais ou menos ilustrasse . Não sei se consegui , mas pelo menos diverti-me a escrever e a brincar com as palavras . Se não gostarem , a culpa é da Maria , que na verdade para imagens é um desastre .

Um abraço a todos , com a promessa de escrever mais assiduamente e com a garantia de procurar eu mesmo outras imagens...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:47


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds