Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



AOS JOVENS

Terça-feira, 10.01.12

 Algumas vezes recebo perguntas de jovens adultos que se sentem perdidos com a obrigatória modernidade nas relações com o outro sexo. Têm medo de parecer antiquados , de serem alvos de chacota , por parte dos moderninhos de serviço . O que eu quero que esses jovens entendam é que não há nada de errado em terem medos e ainda mais , que é natural e normal , que tratem o outro com respeito e gentileza . O amor dos jovens tem que conter também dignidade e não fazer do corpo um objecto que se exibe e se dá , só porque os outros dizem que tem que ser assim . Para o sucesso de uma relação é mais importante o respeito e o amor , que o próprio sexo . Se não existir amor e carinho , com o passar do tempo serão meras máquinas de sexo . Importante também é o jovem ou a jovem , não tomarem decisões impensadas. Não é praticando sexo que se consegue o amor de alguém , amar é mais do que isso , sexo deve ser o complemento e NUNCA a base. É um disparate confundir desejo com amor . Pode desejar-se alguém que não se conhece , que se cruza connosco na rua , que sobe no mesmo elevador , mas amar não . O sexo deve ser o complemento de uma relação madura , pensada. Principalmente as jovens devem valorizar o seu corpo . Nenhum homem as vai amar por irem com ele para a cama de imediato e nenhum homem se sente bem , sabendo que está com uma mulher para quem o sexo já se tornou banal , que já o fez com muitos outros . Isso desmerece essa jovem e é um sério impedimento a um amor sério. Sexo é prazer de momento , carinho e amor ficam na memória e só o tempo os torna fortes. Tudo tem o seu tempo certo , a sua hora de acontecer e só assim será bom . Experimenta comer uma laranja verde e verás que por muito desejável que tenha parecido , no final te pareceu intragável. Estamos perante uma geração que enaltece o amor , mas que na prática não o sabe viver . Antecipar etapas é saltar pedaços do caminho , que farão da estrada da tua vida , uma estrada incompleta. Saltar etapas pode trazer consequências complicadas , muitas vezes uma gravidez não planeada e não desejada . Claro que há o recurso ao aborto , mas o aborto não deve ser visto como meio contraceptivo e muito menos para remediar irresponsabilidades. Para não falar do perigo de doenças sexualmente transmissíveis, algumas até mortais . Relações protegidas com o uso de preservativo nem sempre são a solução , porque nada é infalível ou cem por cento seguro , a única segurança só vem da tua maturidade e do teu conhecimento profundo sobre a pessoa com quem resolves ter relações . Nós somos seres responsáveis ou deveríamos ser e ser jovem não é o mesmo que estar em época de cio . Infelizmente os jovens são bombardeados com filmes , séries , novelas , onde só se retrata o pior do ser humano , onde vale tudo e isso passa a ser moda e a distorcer a conduta moral , tornando normal a conduta imoral , o comportamento grosseiro e elegendo como moderna , a vulgaridade. Cada jovem deve ter sentido critico, deve ter capacidade de pensar por si e não se deixar arrastar por aquilo que de tão repetido parece normal e aceitável . A vida de cada um de nós , é uma dádiva Divina , bela demais para ser destruída com caminhos fáceis ,  com caprichos de momento , com fantasias vulgares.  Se a nossa juventude fizer uso da dignidade , da honra e da justiça , um mundo melhor estará logo ali , ao alcance de todos .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 16:03


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds