Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A Minha Paz

Sexta-feira, 08.06.12

 

A partir de hoje vou fazer um pacto com a vida. Vou começar a importar-me menos com o que dizem de mim e a fazer mais aquilo que eu sinto vontade. Se me é dado optar entre a lágrima e o sorriso , eu prefiro mil vezes mais , sorrir. Vou ouvir com mais atenção a conversa dos amigos , até daqueles que são chatos . Vou deixar para trás os meus medos , as minhas inseguranças , as minhas dores e encontrar um caminho para chegar ao equilíbrio da minha forma adequada de ser. Tenho que cultivar a minha paz onde eu estiver , não posso colocar a minha paz junto ou mar , ou dentro de uma casa no meio do campo , ou num passeio idealizado , isso é apenas adiar a paz. A minha paz tem de estar comigo , esteja eu onde estiver. E isso é um ponto de partida vital para a minha felicidade. Não posso esperar ir de férias , viajar , estar na praia, estar no campo , ganhar mais dinheiro , seja aquilo que for , para ter paz . Eu não terei paz em lado algum , se ela não brotar de dentro de mim , inventar a paz noutros lugares , é apenas perseguir uma ilusão. Aquilo que eu sou , tem que passar pela minha capacidade de me encontrar dentro de mim mesmo , sem ter que me socorrer de apoios exteriores. E eu quero acima de tudo ser paz. Esquecer o passado e deixar lá atrás , quem não merece ficar no agora .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:30


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds