Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Cansaço

Domingo, 04.11.12


Há um profundo cansaço que norteia os meus passos e segue comigo o meu caminho . Um cansaço que toca a minha alma nas horas em que ninguém repara e fico quieto , apenas sentindo . Tenho um profundo cansaço dos sorrisos fáceis que se colam no rosto e gelam , como máscaras sem vida . Sinto um profundo cansaço das emoções que revejo pelo avesso de tanto as conhecer já . Tenho um profundo cansaço , das conversas que me dizem aquilo que eu já sei e das palavras que calam aquilo que eu sei que querem dizer. Sinto um profundo cansaço de noites mal dormidas , de sonhos já cansados também . Tenho um imenso cansaço de gestos que já são automáticos , de frases que deixam antever cansaço também . E quem é imune ao cansaço que vem do interior de cada um de nós , que nasce do encontro frontal com a nossa própria verdade . Sinto um profundo cansaço de pessoas mimadas , de pessoas teimosas , de pessoas azedas , acho até , que sinto um imenso cansaço de pessoas . Sinto um imenso cansaço de detalhes que me prendem o passo , de pessoas que não querem crescer , de sentidos , que não fazem sentido algum . Sinto um imenso cansaço de mim mesmo , daquilo que eu implico e no fundo , do meu mundo que movimento . Há dias  para lutar , para fantasiar , para acreditar , mas há também dias de enxergar , de descer das nuvens , de cansar . E apesar das metas , das alianças , dos pactos, há em mim um grito que já não é de revolta , já não é de impaciência , é apenas e exclusivamente de cansaço . Cansaço de mim mesmo , cansaço dos outros , cansaço dos detalhes minúsculos em que se detêm , cansaço simplesmente . Estou cansado de sentir um imenso cansaço .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:21


2 comentários

De Rosa Branca a 05.11.2012 às 21:00


Como eu o compreendo,meu amigo!Se eu soubesse escrever tão bem ,decerto que escrevia o mesmo ,o Gonçalo dá voz ao que eu penso e sinto,com todo o respeito.
Sem o conhecer,sinto um grande carinho pelo senhor,pela forma humana como diz o que pensa,como sente,como se despe.É preciso coragem!
Despeço-me,carinhosamente,que o seu Deus o proteja.Rosa Branca

De Gonçalo de Assis a 06.11.2012 às 13:41

Boa tarde , minha querida . Aquilo que a senhora acha bonito , a minha capacidade de me mostrar , sem mentira e sem verniz já me trouxe muitos dissabores . Já me custou amizades e amores , mas eu sou assim e prefiro a verdade que dói ,`a uma mentira dourada .
Um beijo com muito carinho . Que Deus a proteja

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes