Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ao Cair Do Dia

Quarta-feira, 13.02.13

Estou no final de mais um dia , momento ideal para deixar que as ideias corram soltas por entre as teclas do meu computador . Tem momentos em que sabe bem fechar os olhos e reviver aquilo que nos faz bem . E vem a lembrança dos meus amigos , daqueles que ao longo dos meus dias me aturam , coitados . Muitos dizem que sou uma pessoa difícil de aturar , talvez seja mesmo . Gosto de atenção , cobro-a e não gosto de colocar panos quentes nas situações . Sou frontal , reconheço, mas isso nunca me fez ser mal educado . Há uma enorme diferença entre a frontalidade e a falta de educação . Não sou socialmente dado a falsas humildades, nunca tentei passar-me por aquilo que não sou. Vivemos num País em que reina a hipocrisia e em que se estipulou que a humildade é uma virtude , para mim não é . Uma virtude é a minha capacidade de me assumir tal como sou , cometo erros , claro, faço asneiras , não sou apologista da soberba , mas também não vou ser hipocritamente humilde . Aquilo que sou e tenho devo-o à minha família e também à minha capacidade como gestor . Gosto de luxo , é verdade e ganho para o poder ter. Preocupo-me com a situação económica do País e preocupo-me com as pessoas socialmente menos favorecidas e na medida do possível ajudo quem posso . Ajudo o estado social ao pagar os meus impostos e ajudo pontualmente quando me é possível . Gostaria de poder fazer muito mais do que faço , mas reconheço a minha impotência . Ultimamente venho fechando o meu mundo a estranhos , nomeadamente a pessoas que conheci pela net . Antes , eu gastava horas a falar com pessoas , a tentar aconselhar , a tentar ajudar e muitas decepcionaram-me profundamente . E isso retraiu-me, embora eu não possa ser injusto e tenha que admitir que pela janelinha do meu PC também fiz grandes amigos . Alguns que me acompanham até hoje e que ficarão comigo para todo o sempre . Sou meio complicado na minha forma de pensar e de agir . Muitas vezes acho que estou deslocado numa realidade que não me pertence . Não gosto que duvidem de mim , isso irrita-me profundamente , talvez porque me dou por inteiro a tudo o que faço . A pior coisa que me podem fazer é duvidar de mim , fico uma fera , mas depois passa , sou pessoa de grandes e rápidas fúrias . Aliás ser amigo é isso mesmo, é discordar , brigar, fazer valer o que se pensa . Desconfio muito das amizades cor de rosa em que tudo sempre está bem . Ser amigo é debater ideias , é ser capaz de discordar . Já tive brigas fortíssimas com amigos , mas eles sabem que se precisarem de mim , apesar da briga , eu estarei lá . Certo ou errado a minha irritação passa e quando voltamos a ver-nos é como se nada tivesse acontecido. Tenho profundos medos também , não tenho certezas absolutas de nada e acredito que todas as certezas absolutas um dia caiem por terra . A vida ensinou-me a ensinar , não gosto de dar aulas no modelo oficial , mas formo pessoas e opiniões, tento formar com justiça e com integridade . Não sei se o consigo , mas estou aberto a todas as criticas e considerações . Tenho todo o tempo do mundo para quem de facto quer aprender e aprendo muito todos os dias também . Tenho especial cuidado ao falar com as pessoas , porque antes de lhes dizer seja o que for , imagino como eu me sentiria se essas coisas me fossem ditas a mim . Prefiro guardar palavras que depois de ditas podem ser mal interpretadas ou magoar quem as ouve . Porque por muito que se diga depois que não foi aquilo que se quis dizer , a verdade é que já está dito . Com o tempo aprendi também a não julgar ninguém , a dar o beneficio da dúvida , porque a maior injustiça que se pode condenar é julgar alguém com base naquilo que supostamente julgamos saber . Prefiro que seja a vida a mostrar-me o que tiver que ser e depois ai sim , terei a certeza que não estou a condenar injustamente . Sei que sou uma pessoa complexa , já tive mais paciência , mas agora dou por mim a gritar muitas vezes para me fazer entender . Acho que o mundo se tornou demasiado cúmplice da mediocridade e isso não suporto . Não sou um génio , longe disso, mas a minha mediana inteligência choca com a burrice que se instalou por ai . Estamos num País em que o melhor que temos é medíocre , fruto de duas gerações mal formadas , sem valores morais e absolutamente imbuídos de uma louca competição entre pessoas que não leva a lado nenhum. Para não falar das licenciaturas terminadas em faculdades privadas que nos deram uma percentagem de "doutores" incapazes, que ocupam lugares para os quais não têm a mínima capacidade e isso deixa-nos cada vez mais na mediania , no caos. Tenho pena de um País que já foi tão altaneiro e que hoje só é falado pelas piores coisas . No entanto acredito que um reajustamento social , em que tudo encaixe no seu devido lugar , dê a este velho País a oportunidade de ter a sua dignidade de volta . O dia cai lá fora e eu tenho que sair deste mundinho da escrita e abraçar o meu mundo físico , a minha família, os meus amigos e os problemas comuns a todo o comum mortal . E sou assim , nem pior nem melhor , mas quero sempre ser diferente .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:45


2 comentários

De valquiria a 15.02.2013 às 09:33

Bom dia Gonçaloooo!!!Mais um fim de tarde.Deixamos os pensamentos correr e vem as lembranças de todos que gostamos e sempre estara em nossos corações.Claro que as vezes brigamos com os amigos,realmente logo passa.Porque não devemos levar as discursões para frente e sim;esqueça-la.Continuar amizade que nos tras sempre alegrias.É muito bom estarmos à vontade em casa. Mas é essencial que no seio da nossa família tenhamos um empenho redobrado por manter a alegria e o bom humor. Beijos com carinho!!!

De Anónimo a 05.03.2013 às 04:27

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes