Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Parlamento aprova coadoção por casais homossexuais

Sexta-feira, 17.05.13

 

O nosso Parlamento aprovou hoje  a coadoção por casais homossexuais, que na prática significa que casais , ou melhor duas pessoas do mesmo sexo que vivem juntas podem adoptar uma criança . E devo dizer que lamento a aprovação desta lei que vem denegrir os pilares da pouca moralidade social que ainda resta . Não deve ser preciso lembrar , que tendo em conta que Deus apenas permitiu a procriação a casais de sexo diferente , tudo o que o homem possa fazer no sentido oposto é uma blasfémia. Uma criança necessita crescer com duas figuras em que se possa rever , duas figuras , mas em que uma é masculina e outra evidentemente feminina. Fala-se num novo modelo de família , mas a família é o pilar base do próprio mundo e não pode obedecer a modas e a gostos pessoais . Uma criança precisa de equilíbrio mental e social e não é tendo uma família disfuncional que o vai adquirir . Por muito que se afirme e se discuta , um par de pessoas do mesmo sexo não formam um casal e que alguém sinta desejo por outro alguém do mesmo sexo já é um indicio de que algo está errado . O homem e a mulher nasceram para sentirem atração por pessoas do sexo oposto , a base da procriação é o desejo sexual, e quando ele é por alguém do mesmo sexo , algo esta desenquadrado . Até há anos atrás a homossexualidade era vista como um desvio comportamental , uma doença, e agora tornou-se uma forma de relacionamento perfeitamente legítima e até merecedora do reconhecimento do Estado através do casamento civil. Lamento por estas crianças , porque para elas esta lei não acautela o seu bem-estar . Foram feitos mais de 30 estudos em vários Países e em todos eles se verificou que esse tipo de adopção é potencialmente perigosa para essas crianças. Crianças merecem pais equilibrados , e os estudos mostram que os homossexuais têm uma elevada taxa de suicídio, bem como de consumo de droga e de violência doméstica . É óbvio que nos casais hetero isso também acontece , mas numa taxa bem menor . Nesses estudos concluiu-se também que os homossexuais tendem a ter um comportamento sexual de risco , o que os torna primeiros nas percentagens de portadores de doenças sexualmente transmissíveis . Mas ainda que assim não fosse , as crianças precisam sentir o afecto , o amor e o respeito de um casal homem/mulher. Os princípios que cada um dos pais passa, pai e mãe, serão base da capacidade da criança se desenvolver de forma saudável e de se inserir saudavelmente na sociedade. Claro que há crianças cujos pais se separaram , ou morreram , crianças que vivem só com um dos pais , ou às vezes com avós , mas ainda assim , essas crianças foram criadas na dualidade dos seus progenitores. Os homossexuais sempre ergueram a bandeira da igualdade , então que seja igual o que é igual e diferente o que é diferente . Do "casamento" de duas pessoas do mesmo sexo nunca poderá gerar-se uma vida , e por isso a adopção de crianças por casais homo é um atentado aos direitos básicos dessa criança . Toda a criança tem o direito de viver de acordo com a forma como foi gerada , da junção de um homem com uma mulher. Permitir a adopção de uma criança por um par de pessoas sexualmente iguais , é tirar o direito a essa criança de ter uma família harmoniosamente constituída em virtude dos direitos e desejos dos outros. Estamos a distanciar-nos cada vez mais do modelo de família que Deus deixou presente no mundo e isso é assustador. Só um homem e uma mulher podem gerar e criar uma criança , sem trair a vontade de Deus . É triste que o próprio Estado permita que um desvio de comportamento que ainda hoje continua a ser mal visto socialmente , se institucionalize , e ainda mais , que muitas crianças vejam a homossexualidade como um modelo de família e portanto um modelo a seguir . E o estado esqueceu a descriminação que essas crianças vão sofrer em todo o lado, vitimas não de uma opção que tomaram , mas de uma opção que à sua revelia tomaram por elas . Que pai de uma família normal , vai permitir que os seus filhos vão à casa de um par homo , para brincar com os "filhos" desse casal . Acho que se está a legalizar um desvio comportamental e ainda mais , está a permitir-se que se arrastem crianças para essa realidade que fica muito longe da normalidade . Lamento que tenha sido num executivo CDS/PSD que esta lei foi colocada em prática . E lamento muito que se prove mais uma vez que a vontade de Deus não vale nada para os homens desta era de alucinados e que a mensagem de Cristo caiu totalmente no esquecimento de todos . Só resta lembrar que um mundo que esquece os princípios básicos da vida e se afasta de Deus , nada deve esperar dele nem pedir .

 

 

* Onde escrevi homossexuais , entenda-se lésbicas também .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 19:46


3 comentários

De Paulo Ribeiro a 27.05.2013 às 20:17

Boa tarde , Gonçalo
Fiquei à espera que alguém tivesse a capacidade , coragem e integridade de comentar . Mas vejo que nenhum dos teus comentadores habituais , ou não , teve a coragem de ler o post e expressar a sua opinião .
Esperei opin iões similare4s , diferentes , fosse o que fosse e nada .
Isto vem provar que vivemos num mun do cheio de capachos e de cobardes .
Ninguém teve a coragem de se expressar num tema que é considerado sensível .
Por isso este País merece o destino que está a ter .
Quando não há coragem para usar a liberdade , en tão que lhes seja aplicada ditadura .
Rebanhos guiam-se à paulada .
E antes de terminar devo dizer que concordo contigo , aquilo que Deus não permitiu , não deve ser permitido .
Se todos gostam da frase : - O Que Deus uniu que o homem não separe , então respeite-se também esta : O que Deus determiniu não enxovalhe o homem . Cada corpo é um templo de Deus e lamento que muitos achem natural que o templo de Deus seja degradado .
Ter relações com alguém do mesmo sexo é contra a lei de Deus e da natureza .
Lamento por essas crianças , a quem essa adopção irá retirar muito no futuro,
Que tristeza .

De Paulo Ribeiro a 27.05.2013 às 20:20

Peço desculpa pelas palavras erradamente separadas , o comentário foi escrito por telemóvel e por isso ficou um tanto estranho . Mas a opinião mantém-se .

De valquiria a 30.05.2013 às 17:50

Boa tarde Gonçalo,peço desculpa por não ter comentado antes seu texto.Estava afasta do virtual.Devemos sim.dar nossas opiniões.Não concordo com a lei que os casais homossexuais em adotarem uma criança
Adoção é um ato de amor e carinho família com pai, mãe e filho.
Deus criou a mulher eo homem e nos deu o privilegio de construir uma família, com isto devemos agradecer a cada momento de nossas vidas.
Não devemos mudar o que Deus criou.Beijos com carinho!!!

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes