Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Saber Educar

Sexta-feira, 08.11.13
 



Chegamos a um ponto em que ninguém mais sabe quais os valores que deve seguir e acredito que a maior parte das pessoas , nem se questione sobre isso . Apesar deste aparente caos , existe algo que pode mudar este mundo cada vez mais desumanizado , a educação. Só que o termo educação anda a ser muito mal interpretado , a educação não é só transmitir conhecimentos , nem apelar a um enquadramento no que é considerado social e culturalmente normal , não podemos criar indivíduos somente padronizados , sem essência . A educação tem que ser essencialmente um pilar da formação do homem , que não deve descurar a sua parte espiritual . Orientam-se os jovens no sentido da mera competitividade e isso gera ondas de violência, porque se perde o conceito base da fraternidade . Estamos a criar um mundo de robots programados para lutar e vencer , abafando em si a solidariedade , fazendo com que valores éticos , pareçam ridículos .  A educação que concebo , ensina , mas faz também evoluir , crescer , crescer de forma integral , numa junção corpo e espírito , transformando o homem num ser competitivo , mas também humano , honesto , integro . Só que para educar assim , é preciso que pais e professores aprendam uma coisa chamada , auto-educação . Porque ninguém consegue dar aquilo que nunca recebeu . O amor que se dá aos nossos educandos , deve ser firme , sem no entanto ser tirano , porque pais tiranos , criam filhos revoltados ou com sentimento de inferioridade . E quem cresce com sentimento de inferioridade , por medo nunca faz uso total das suas potencialidades . O amor deve ser terno , sem ser piegas , porque crianças educadas com pieguice , tornam-se pessoas com um espírito distorcido , odiando todos aqueles que os obrigam a encarar a realidade e regra geral tornam-se maus , procurando com ardis , conseguir ter o que aprenderam a ter e que acham um mundo protegido e amoroso. Os professores deveriam ser muito mais que meros debitadores de conhecimentos , têm que aliar o ensino , à presença humana e ao afecto . Deve haver sempre uma parceria entre pais e professores , para que em conjunto se forme um ser humano com um sentimento vasto de moral e de conhecimento de si e dos outros . É triste ver , que por mera incapacidade , o bem mais precioso da criação , o homem , se venha a degradar num ser sórdido e incapaz de respeitar o mundo que o acolheu . Pela educação moderna , um jovem ao atingir a idade adulta , sente-se condicionado a ser uma maquina de fazer sexo , de ganhar dinheiro , de se tornar uma pessoa importante materialmente . Apostando tudo nesta passagem pela vida , esquecendo da sua imortalidade . É urgente ensinar os jovens , mostrar-lhes que eles são mais que um mero e degradável corpo humano , que são também seres espirituais , e que entendam que têm que viver como seres imortais , que um dia terão que prestar contas dos seus actos terrestres ao Criador . Se os próprios pais e professores tivessem igual consciência , poderiam fazer toda a diferença na educação dos seus filhos . Quando um dia , pais e professores forem capazes de se sentir imortais e conscientes dessa imortalidade e da forma de a ensinar aos seus filhos , grande parte da violência será erradicada da terra . Educar apenas para inserir socialmente , é uma educação vazia , limitada , um mero instrumento manipulatório da sociedade que visa apenas a parte terrena . Devemos modelar almas, mas não para as inserir naquilo que a maioria acha ou sente , devemos encher almas de algo tão simples e sublime , como a verdade .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:26


2 comentários

De Paulo Ribeiro a 08.11.2013 às 13:02


Parabéns a um Mestre fantástico que sabe falar do essencial , com palavras que chegam à compreensão do leitor sem qualquer dificuldade . Concordo com tudo o que dizes , mas quero acrescentar que mesmo com essa educação que apontas , haverá sempre vozes discordantes . Porque cada um de nós carrega uma alma imortal , com uma trajectória própria e com uma bagagem de conhecimento adquirida em muitas vidas . Nenhuma alma é um livro virgem, e almas há , que nada vai fazer com que mudem e sejam seres honestos e conscientes . Outras existem , que parece que vieram trazer à luz o mundo negro de onde vieram . No entanto se o mundo for capaz de ensinar os seus jovens como apontas , as almas que têm potencial para crescer , irão sobrepor-se às almas que estagnaram e isso fará sem duvida toda a diferença na Terra.

De Francisco Martins a 13.11.2013 às 10:02

Tenho que comentar este texto , porque reconheço que hoje em dia , poucas são as pessoas que escrevem com a verdade e que são o que divulgam . Não sou professor , sou médico e o meu contacto com o autor deste blog foi especial . Numa tarde fria , a minha assistente veio avisar-me de que alguém pedia para adiar uma consulta e passar mais tarde . Não tinha muita vontade , a minha sala e a minha lareira chamavam-me , mas acedi . Duas horas mais tarde , o paciente entrou . Chamou-me a atenção a sua elegância incomum e o seu jeito no geral. O meu olhar caiu sobre o anel que usava no dedo , onde o símbolo maçom era evidente . A consulta que era para ser breve , prolongou-se. Prolongou-se porque o meu paciente era uma prova concreta da maior lição de vida que já recebi . Embora frágil , cansado e com problemas, ou não me teria procurado , foi também gentil , simpático e com um sorriso onde não cabia cansaço nem dor , apesar dele sentir ambos . Falamos de tanta coisa , fiz tantas perguntas sobre coisas que me interessavam , tivemos momentos sérios , tivemos momentos de explosivas gargalhadas , a consulta que foi tardia , estendeu-se tarde dentro , e não dei pelo passar do tempo . A minha sala e a minha lareira , antes tão desejadas , ficaram no esquecimento . Quando por fim , vi que o cansaço do meu inusitado paciente se acentuava, demos por terminada aquela longa conversa . Ele saiu para a noite fria , para o conforto do seu carro de luxo , e eu fiquei a pensar como não é o dinheiro , o luxo ou a pobreza que tornam as pessoas aquilo que são . Os que as molda é sem duvida alguma o seu coração, a sua educação , o seu amor ao próximo e sobretudo a humanidade extrema que nesse final de tarde encontrei , no rosto de um homem , que sofrendo , me deu a minha maior lição de vida . Tinha que deixar aqui esta homenagem .

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes