Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Mentiras repetidas não se tornam verdades

Quinta-feira, 28.11.13

 

O ser humano cultiva as suas verdades interiores e a par delas , as mentiras que após muito tempo repetidas , se tornaram verdades que ninguém questiona . Mas será que uma mentira muitas vezes repetida , se pode tornar verdade? É claro que não . É apenas o nosso lado mais crédulo que teima em aceitar como suas , as verdades e mentiras alheias . Existem muitos exemplos que nós repetimos para os nossos filhos , como se eles fossem, fruto de uma experiência pessoal nossa e não é verdade. Nesses exemplos incluem-se as seguintes mentiras : -  O amor verdadeiro nunca morre .

Claro que é mentira , se o amor não for cultivado e preservado , morre como qualquer outro sentimento.

Homem que ama quer filhos . Não é verdade, pode amar-se profundamente uma mulher sem ter o mínimo desejo de ser pai .

Quem ama de verdade não sente desejo por outra pessoa . É mentira , o amor é um sentimento e o desejo um reflexo físico , pode amar-se muito alguém e no entanto sentir um apelo físico por outra pessoa . Desejar , não é e nem nunca foi um acto de amor .

São meros exemplos , outras mentiras existem e de tão divulgadas , há pessoas que porque interiormente sabem que não sentem assim , sentem-se deslocadas e fingem sentir o que não sentem , para se incluirem no grupo dos "normais".

Não exitem seres "normais" , existem seres individuais, com sentimentos e verdades muito suas , e é essa diversidade que torna tão rica e maravilhosa a criação de Deus .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 14:48


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes



subscrever feeds