Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Feliz 2014

Terça-feira, 31.12.13

 

Neste novo ano que se inicia não me apetece fazer um discurso sério e pesadão. Até porque um novo ano , é tempo de paz , de amor e espero eu , que de alguma leveza . Pelo menos é o meu maior desejo . Por isso para ilustrar o post deste novo ano que se iniciará à meia noite , escolhi uma foto da minha sobrinha e da mãe , sem pose , um mero instantâneo captado pela câmera indiscreta do computador da Inês . Desejo que o novo ano , nasça com a inocência desta criança e cresça com a sua alegria e irreverência . Problemas de certo haverá , não conheço ano nenhum em que não surjam , mas desejo a todos a capacidade de os enfrentar com um sorriso , de os encarar , não como muralhas intransponíveis , mas si, como meros desafios facilmente ultrapassáveis . Que cada um de nós , neste novo ano , carregue sobre os seus ombros a capacidade de vencer , a fé de ultrapassar e a vontade de erguer os braços e lutar . Que nenhum coração entre sem fé em 2014 , que todos os corações criem uma corrente de fé capaz de abraçar o mundo .Que o ano de 2014 não seja visto como um muro de lamentações , mas sim, como um livrinho em branco , oferecido por Deus , em que cada página será escrita com aquilo que nós quisermos e formos capazes de fazer e de ultrapassar . A maior parte das correntes que nos prendem , muitas vezes são mais psicológicas que reais . Deus dotou-nos de uma fé e de uma coragem que muitas vezes esquecemos de utilizar . Uma coisa que eu aprendi na vida e que sempre me serviu de apoio , é que na vida nunca se aceita um não . Claro que ao longo da vida, ouvir um não é inevitável , mas aceitá-lo é opcional . Quando me dizem um não , eu penso imediatamente na forma de tornar esse não , num sim . Há sempre vários caminhos para chegar onde se deseja , quando um deles se cerra sobre a nossa vontade , cabe-nos tentar todos , até encontrar a porta aberta . E posso garantir a todos , que se não desistirmos , se nos fizermos ouvir , uma porta se abrirá . O ser humano só fracassa quando se acomoda , quando perante uma dificuldade acha que não vale a pena . Acreditem que as portas só se fecham se não tivermos paciênciae força para as abrir . Podem fechar-se , três , quatro vezes , as vezes que for , mas se em vez de ficarmos lamentando a injustiça que nos foi feita , se em vez de acharmos porque várias vezes foi assim , que sempre assim será , se em vez de tudo isso gritarmos um não bem audível e nos agarrarmos ao fecho da porta cerrada com razão e coragem, ela abrir-se-á. Perante a injustiça cabe a nós repor justiça . A inércia , o medo, o cansaço , o achar que será sempre igual , não nos leva a lugar nenhum , jamais . Não podemos esperar que sejam os outros a reconhecer o nosso valor , somos nós , que temos que compreender o que somos e o que valemos e fazer com que os outros também nos vejam e nos valorizem . Se não soubermos o que valemos e sobretudo se não os mostrar perante os outros , ninguém nos dará importância . Da pior forma aprendi , que tentar ser modesto, trabalhar bem mas sem alarde , faz com que nos vejam como tolos, meros objectos de usar e jogar fora . Meios para obterem o que querem , mas depois facilmente descartáveis . Por isso aprendi a saber o meu valor , a mostrá-lo, a valorizá-lo e a exigir em nome dele, a saber o que mereço e a lutar até conseguir , isto obviamente sempre respeitando os direitos também . Que o ano de 2014 seja um Ano de Fé , Capacidade e Prosperidade para todos .

Autoria e outros dados (tags, etc)

Escrito por Gonçalo de Assis às 11:35


1 comentário

De Márcia a 23.01.2014 às 22:13

Gostei imenso do seu texto! Acho que foi muito inspirador!
Obrigada pelo momento proporcionado 

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  



comentários recentes